Personalização aprovada oficialmente – A BMW R NineT da Vagabund

By on 12 Março, 2019

Nalguns países, os regulamentos que controlam modificações às motos são realmente difíceis. Em Portugal, fruto dos resquícios da ditadura que ainda perduram na administração pública, nomeadamente na prepotente DGV, é quase impossível homologar modificações, embora a falta quase total de fiscalização ainda vá tornado o  aparecimento de numerosos projetos possível. Vários territórios no sudeste da Ásia tornam virtualmente impossível registrar uma moto personalizada. E na Alemanha, Suíça e Áustria, há o notório sistema TÜV, que exige aprovação oficial para quase todas as peças modificadas montadas numa moto.

O quadro não pode ser soldado, perfurado ou alterado seja como for. Mesmo um novo silenciador deve ter uma marca de aprovação – e ser projetado para o modelo de moto em que está instalado. Isso torna a vida extremamente difícil para construtores de personalizações nos países germânicos.…

A Vagabund de Graz, no entanto, já é conhecida pelas suas habilidades de construção de motos modificadas há quatro anos. Mas esta BMW foi o desafio mais difícil até agora. A R NineT que vos apresentamos aqui é a primeira de uma nova série de motos ‘V Nine’, e apesar do trabalho extenso, a oficina projetou e fabricou um pacote completo de novas partes da carroçaria, incluindo uma extremidade traseira afunilada com um farolim traseiro LED integrado. Eles também projetaram um novo assento de couro, um farol e um para-lama dianteiro, para dar à moto o estilo futurista que agora é uma assinatura da Vagabund.

“Primeiro de tudo, fizemos esboços em 2D para ficar com uma noção das proporções ”, diz-nos Paul, o responsável da Vagabund . “Também digitalizamos toda a R 9T em 3D, para que as peças da Vagabund substituíssem na perfeição as peças de origem”.

As novas peças são produzidas usando uma impressora 3D de sinterização a laser num especialista austríaco em prototipagem. “O material é flexível, resistente a gasolina e resistente aos raios UV”, diz Paul. “Também é usado na fabricação de automóveis”.

           

O nível de acabamento está ao nível do que sai da fábrica da BMW, provavelmente, ainda superior. Mas não foi um processo fácil, e a Vagabund teve de encetar uma curva de aprendizagem íngreme.

“Com essa criação, estávamos trilhando um novo caminho. Há uma enorme diferença entre cortar e refazer tudo e trabalhar dentro da estrutura existente da motocicleta dadora ”.

A Vagabund não vai vende as peças individualmente, mas existem diferentes níveis de personalização disponíveis. A V NineT “básica” mantém o acabamento dourado nos garfos; As especificações atualizadas mais completes, no entanto, incluem tubos de garfo anodizado e um suporte de eixo revestido a plástico, além de revestimento cerâmico para o sistema de escape.

Um punhado de acessórios de reposição complementa a construção, fornecida por marcas de primeira linha. A Remus, por exemplo, produziu uma variante da sua panela de escape Hypercone exclusivamente para a V NineT.

Outras peças que contribuem para a especificação de luxo vêm da Rizoma, que fornece as tampas de válvulas, componentes da chapa de matrícula, comutadores e manetes de controle.

Há um velocímetro Motogadget Motoscope Pro logo à frente da barra do guaidor e um farol de LED Koso Thuderbolt logo abaixo, instalado numa caixa personalizada.

Este bombeia mais de mil lúmenes de luz na dianteira. (“A moto inclui todos os gadgets que os motociclistas modernos amam e de que possam precisar”, diz o Paul.)

Pintura personalizada está incluída no pacote, de acordo com as especificações e desejos do cliente, juntamente com o novo emblema de alumínio no depósito e o extenso revestimento em plástico de peças duras, que estão sempre em stock.

A V Nine T é uma série limitada numerada e não será vendida como um kit para adaptar em casa. Mas a Vagabund pode adquirir uma R Nine T nova e trabalhar a sua magia nele por cerca de € 28.990 chave na mão… e envia a moto para qualquer parte do mundo.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!