Que opção para navegação fará mais sentido, o Smartphone ou um GPS ?

By on 15 Janeiro, 2019

Os Smartphones têm vindo cada vez mais a incluir todo o tipo de funcionalidades e hoje em dia o comum dos mortais utiliza o seu smartphone para quase tudo para além das chamadas telefónicas. Música, fotografia, internet, redes sociais, e todo o tipo de jogos e entretenimento para além de outras coisas de cariz mais prático como a agenda, a lanterna, o bloco de notas, o gravador de voz… enfim, infinitas aplicações e entre tantas a função de orientação via GPS é uma das mais utilizadas no nosso dia a dia e onde obtemos informação de transito, indicações de como chegar a um determinado sítio, opções de percursos para chegar.

Com todo este potencial na nossa mão vemos já muitos condutores a utilizarem os seus smartphones como equipamento de navegação, normalmente montados em dispositivos especiais nas suas motos Aventura. Habituados a fazerem-no no carro a transferência para a moto é quase natural e apenas necessitam de um dispositivo que garanta a fixação e maior proteção.

Em face de esta manifesta tendência perguntamo-nos se estarão os dispositivos de GPS definitivamente condenados ? Nada como comparar funcionalidades e preços, vantagens de uns e de outros para que cada um possa tomar a sua decisão:

Precisão e fiabilidade da informação

No passado recente é obvio que os aparelhos de GPS tinham uma precisão muito superior aos smartphones mas hoje em dia os smartphones incluem já na sua estrutura um chip de GPS de última geração o que lhes confere exactamente a mesma precisão que os GPSs. Para além do mais os Smartphones podem utilizar a triangulação das antenas emissoras quando não existe sinal de satélite.

Sentido prático de utilização

Como o smartphone é o dispositivo que todos carregamos connosco no nosso dia a dia, impensável sairmos de casa sem o mesmo, não nos parece prático andarmos com um segundo aparelho electrónico quando o nosso smartphone tem as mesmas funcionalidades e uma infinidade de outras. Um outro senão dos dispositivos de GPS é que na altura que os compramos vêm instalados com uma determinada versão de software que poderá ficar desactualizada passado algum tempo. Para actualização e instalação de novos mapas há que pagar um valor adicional enquanto que nos Smartphones toda a informação está acessível gratuitamente e sempre actualizada.

Resistência e durabilidade

Ao contrário da grande maioria dos Smartphones os equipamentos de GPS para utilização outdoor são fabricados para resistir a todo o tipo de impactos e à chuva e humidade. Alguns modelos de smartphones têm também uma construção mais resistente mas não estão fabricados para uma utilização extrema como ops GPSs. Existem também caixas protectoras para colocar o seu smartphone no interior mas não oferecem o mesmo nível de resistência que um GPS de fábrica especialmente concebido para uma utilização outdoor.

Duração das baterias

Este é outro tema fundamental e que nos preocupa a todos no nosso dia a dia e sempre que utilizamos o GPS no nosso Smartphone vemos que os níveis de carga descem vertiginosamente. Normalmente os aparelhos de GPS têm baterias com melhor rendimento e a possibilidade de poderem utilizar pilhas AAA, caso não exista forma de o poder recarregar. No entanto hoje em dia a maioria das motos aventura inclui uma ficha usb ou uma tomada de 12 Volts para carregamento de todo o tipo de aparelhos electrónicos pelo que tanto o Smartphone como o GPS podem usufruir desta funcionalidade.

Utilização com luvas

Ao contra´rio dos Smartphone que tem um “Touch Screen” os aparelhos de GPS funcionam com botões facilmente acionáveis mesmo com luvas calçadas. No entanto existem luvas já com uma superfície especial no dedo indicador que permite a utilização dos touch screens pelo que eventualmente não se colocará esta limitação na utilização dos smartphones. É uma questão de opção.

Reflexos e dificuldade de leitura no exterior

Todos os aparelhos de GPS para utilização no exterior montam vidros anti-reflexo pelo que é muito fácil a sua leitura. A maioria dos écrans dos smartphones não são anti-reflexo e a sua leitura sob a exposição de luz directa é mais deficiente e obriga à colocação de um filtro anti-reflexo

Capacidade de processamento e armazenagem

Neste aspecto os equipamentos de GPS são mais limitados e têm normalmente capacidade reduzida de processamento e armazenagem de informação. Num Smartphone a capacidade de processamento é praticamente idêntica à de um computador e supera por isso qualquer dispositivo de GPS.

Interface gráfico

Neste aspecto e tendo em conta que não só estamos já habituados ao interface gráfico do nosso Smartphone e que os sistemas operativos dos mesmos tendem a ser muito mais intuitivos e “user friendly” será certamente mais fácil de utilizar uma App de GPS do que um dispositivo dedicado de GPS que obriga a um período de aprendizagem e habituação .

Navegação Offline

A maioria pensa que o GPS no Smartphone é apenas utilizável sempre quando exista sinal da operadora o que não é verdade pois existem determinadas aplicações de GPS que se podem descarregar, como a MotionX GPS para iPhone e a BackCountry Navigator Pro para Android e que para além de conterem informação de mapas permitem-nos fazer download de percursos, gravar percursos que realizemos, marcar pontos de interesse, gravar direções a tomar etc… sempre offline. No caso por exemplo do Google maps standard em Smartphones Android existe uma funcionalidade offline que permite descarregar mapas de uma determinada área de interesse. No caso dos aparelhos de GPS estes já trazem os mapas de raiz pelo que obter mapas offline não é problema.

Preço

Neste aspecto temos que considerar que todos já temos certamente um Smartphone daí não ser necessário investir num outro equipamento. Além do mais a compra on-line de uma GPS App tem um custo relativamente baixo que dependendo da sofisticação das suas funcionalidades poderá ir até 10 eur. Neste aspecto o aparelho de GPS sai obviamente muito penalizado pois são equipamentos normalmente dispendiosos embora mais baratos que um Smartphone de gama média e alta.

Conclusão

Com a evolução contínua dos Smartphones, nas suas capacidades cada vez mais ilimitadas e nas Apps que em paralelo se vão desenvolvendo e considerando que todos em geral possuímos um podemos concluir que à partida o Smartphone poderá sera solução mais prática para navegação via GPS na nossa moto a não ser que pelo risco que representa carregarmos no mesmo uma quantidade de informação que nos é preciosa não queiramos arriscar danificar o mesmo num qualquer percalço com a nossa moto ou mesmo numa distração corrermos o risco de alguém amigo do alheio decidir “levá-lo a passear”, embora isso possa também acontecer com um GPS.

 

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!