RANKING MOTOS CLÁSSICAS MODERNAS + DE 600CC

By on 1 Fevereiro, 2019

Este é um segmento em franco crescimento, quer na procura, quer na oferta, com cada vez mais marcas a lançarem novos modelos em diferentes sub-segmentos, seja pela cilindrada ou pelo estilo, com as Scrambler, as Trackers, as Café Racers e as Bobbers a dominarem a tendência Neo-Clássica do mercado. Esta tendência “retro” manifesta-se não apenas na escolha da moto mas também na indumentária específica para a mesma e até no estilo estético do utilizador e na sua forma de estar na vida.

Triumph Street Scrambler

E se o palco anteriormente era predominantemente urbano, neste momento evoluiu para fora de estrada com novos modelos com capacidade real para enfrentar desertos e pistas como se motos de Rally se tratassem. Este é um segmento totalmente novo, uma evolução das anteriores Scramblers urbanas cujo potencial offroad era bastante limitado e que, por força do mercado e da vontade dos consumidores, evoluíram para motos com outra capacidade, com suspensões de longo curso e ciclística preparada para qualquer desafio fora de estrada. Ao ser um segmento tão recente, podemos afirmar que liderado pela novas Triumph Scrambler 1200, mas também com a Scrambler Ducati Desert Sled e a Moto Guzzi V85, ambas com posicionamento semelhante, apenas no ano 2019 terão expressão em termos estatísticos.

Scrambler Ducati Desert Sled

Temos este ano como vencedora a Yamaha XSR 700 que, com 68 unidades matriculadas, vence por uma margem pequena. A XSR 700 é uma Scrambler moderna, com um design vanguardista e uma motorização bicilíndrica já utilizada em outros modelos da marca ( MT-07 e Tracer ), motor que irá este ano equipar a nova Ténéré 700, uma OffRoad Rally. A XSR 700 com 75 CV e um preço abaixo dos 8.000 eur representa um excelente compromisso para quem pretenda ter uma moto divertida, com uma boa relação peso/potência e com uma estética mais Neo do que Retro mas ainda assim posicionada no segmento das Clássicas Modernas.

Triumph Scrambler 1200

A BMW R nine T Scrambler segue-a de muito perto o que acaba por significar um enorme sucesso para a marca bávara se considerarmos que custa quase mais 7.000 eur que a Yamaha XSR700. Outro fenómeno de vendas neste segmento são as Ducati Scrambler 800 com 42 unidades embora não estejam discriminadas pelos diferentes modelos da sua gama, razão pela qual a colocamos no final do Top 10. Uma última referência para o sucesso também da Kawasaki 900 RS e da Moto Guzzi com o seu modelo V7 III que conseguiram atingir lugares de destaque com 38 e 37 unidades registadas respectivamente.

 

1º LUGAR – YAMAHA XSR 700 /68 unid

2º LUGAR – BMW R nine T Scrambler / 63 unid         

 

3º LUGAR – BMW R nine T e Pure / 41 unid

 

4º LUGAR – KAWASAKI Z900 RS / 38 unid

 

4º LUGAR / ex-aequo – TRIUMPH STREET TWIN / 38 unid

 

5º LUGAR – MOTO GUZZI V7 III / 37 unid

 

6º LUGAR – HONDA CB1000R A / 32 Unid

7º LUGAR – TRIUMPH BONNEVILLE T120 / 28 Unid

 

7º LUGAR / ex-aequo – TRIUMPH STREET SCRAMBLER / 28 unid

 

8º LUGAR – BMW R Nine T Urban GS / 23 unid

 

9º LUGAR – TRIUMPH BONNEVILLE T100 / 22 unid

 

10ª LUGAR – DUCATI SCRAMBLER 1100 / 17 unid

 

 

 Nota Final :   DUCATi SCRAMBLER 800

Registou em 2018 #42 unidades o que teoricamente a colocaria em 3º lugar porém este valor não a um único modelo  já que a gama Scrambler 800 Ducati engloba 7 modelos diferentes com a seguinte distribuição : Street Classic 13unid, Icon 10 unid, Mach 2.0 5 unid., Full Throtle 4 unid, Café Racer 4 unid, Desert Sled 3 unid e Classic’17 3 unid.

 

 

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!