BMW R 1250 R Custom by Renard: Uma Bobber com alma!

By on 31 Agosto, 2021

Na distante Estónia, os criativos da Renard Speed ​​Shop converteram uma civilizada roadster R 1250 R da BMW, nesta monumental bobber de visual imponente, digna de figurar entre as máquinas que todos os anos desafiam os recordes de velocidade no deserto de sal americano de Bonneville Salt Flats.

A partir da década de 1930, as motos de recordes terrestres com as suas carenagens aerodinâmicas, eram a garantia de recordes de velocidade cada vez maiores. Atualmente na customização de motos, esse estilo é frequentemente adotado por causa da sua elegância simples e alta eficiência – apesar do risco constante de se criar algo de visual barroco e incompreendido. Felizmente, não é este o caso!

A base da roadster R 1250 R

Embora a BMW faça questão de colocar RnineT como a mãe de todas as motos Boxer para personalizar, a tecnologia dos motores 1250 refrigerados a água nas formas da Adventure GS, assim como das estradistas R e RT, também é propensa a modificar. Neste caso, o Y dos tubos de admissão, coletor de escape e cobertura do cardan da R 1250 R, serviu de inspiração à Renard Speed ​​Shop conseguir chegar às formas orgânicas e revestidas de alumínio da Landspeeder.

Trata-se de uma futurística moto, do tipo caça-recordes e com carácter muito próprio. Por exemplo, o motor totalmente tapado com excepção das duas cabeças do fervoroso Boxer, a par da frente aerodinâmica, foram dois conceitos que permitiram alcançar muitos recordes de velocidade na década de 1930. Contudo, a inspiração para a Landspeeder foi buscar mais fontes, entre outras coisas as ideias de 2016 do customizador alemão Dirk Oehlerking nos seus modelos Phantom. 

Pele de alumínio sobre aço tubular

Pode parecer inacreditável mas, sob a sua elegante pele de alumínio, a Landpeeder tem formas muito próximas da original da roadster R 1250 R. O sub-quadro em aço e o motor quase não têm alterações, e mesmo a traseira recortada com iluminação distinta permitiram manter intacto o quadro traseiro aparafusado de série. Já a frente com a suspensão alongada resulta de significativamente mais trabalho: a cabeça de direção permanece original, mas há novas pontes de garfo, tendo este sido achatado alguns graus. 

O projeto, apropriadamente chamado de “Reimaginado”, abandona as raízes roadster da R 1250 R em favor de um perfil de cruiser baixa. Elementos como o assento flutuante, os guarda-pós da forquilha e os faróis em forma de pilha, evocam imagens de bobbers do passado, mas a Renard Speed ​​Shop adiciona um toque de vanguarda à fórmula. 

A Renard Speed Shop também pintou os volumosos painéis que cobrem o motor e o depósito de combustível num branco brilhante, para assim chegar a uma estética limpa e atual. Para acentuar a pintura branca sólida, foram maquinados em CNC a grade dianteira e a árvore tripla num bloco sólido de alumínio. 

Tudo isto foi feito recorrendo a Renard impressão 3D, também empregue para desenhar as tampas das bainhas da forquilha, produzindo uma forma que é clássica e inovadora. Apesar da carroceria e do esquema de pintura atraentes, o motor boxer continua a ser a estrela da companhia, sobressaindo as suas cabeças na cortina branca de alumínio.

Os cuidados com a eletrónica

A pródiga eletrónica de bordo e todo o sistema são sensíveis às grandes mudanças e  realocação de muitos componentes. Percebendo isso, os estonianos tiveram especiais cuidados, especialmente na configuração do novo depósito, que requer a mesma posição exata de instalação da bomba de combustível com todos seus sensores. A conversão também requereu um novo espaço para o painel de bordo. Por duas razões: por um lado, as funções de conforto do BMW teriam de ser mantidas, e por outra mais simples – a R simplesmente não funciona sem o computador de bordo!

O escape Akrapovic de saída dupla, que na verdade pertence a uma Ducati Panigale Superleggera, fecha na parte traseira. Destaque ainda para as peseiras, quase imperceptíveis, bem como o descanso lateral quase invisível.

Bobber com 136 cavalos

Resumindo, nas formas e design a Renard Speed ​​Shop construiu nada mais do que uma bobber elegante, uma linha grossa e côncava que acolhe o moderno Boxer Shift-Cam da BMW com 136 cv. Combinando as linhas Bobber com argumentos técnicos de uma mega-cruiser, a Landspeeder é dominada pela pintura metálica branca, onde os elementos pretos na frente e na traseira dão uma moldura fina, mas clara. 

O seu motor, por si só, evita a abordagem ameaçadora de um aspeto barroco que por vezes as ‘caça-recordes’ trazem, apoiado por uma escolha de formas que combinam perfeitamente retro, vintage e ultramoderno.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments