Cuidados: Um pneu novo precisa de rodagem?

By on 6 Junho, 2022

Um pneu de última geração está pronto a ser utilizado em pleno, desde o primeiro quilómetro. A tecnologia atual permite isso, mas não devemos esquecer que o ideal é adaptá-lo à à sua condução e à moto nos primeiros quilómetros.

Fotos: Bridgestone

No mundo real, ou seja, fora da alta competição, todos os fabricantes se esforçam para otimizar cada geração dos seus pneus com tecnologia que melhora sua aderência em todas as condições, mas sem perder a durabilidade. No entanto, também afeta a condução o seu aquecimento rápido e o seu tempo ideal de funcionamento. Nesse sentido, têm influência os novos compostos com maior percentagem de Sílica, que favorecem muito a aderência em piso molhado e em baixas temperaturas, garantindo excelente manuseamento e consistência.

Embora o desempenho de um pneu nos pareça ideal quando acabado de montar, a verdade é que precisa de ‘acamar’ no piso e adquirir o aquecimento necessário, pelo que devemos ser cautelosos durante os primeiros quilómetros de uso, para que se adaptem bem à moto, ao nosso modo de condução, mantendo a banda de rodagem correta ao longo da sua vida útil. Não custa nada rodar um pouco mais devagar, ser menos agressivo do que seria com pneus já “rodados”. Lembre-se que é a sua segurança que está em jogo, e por isso não se impressione com o estilo que o novo pneu novinho em folha que montou confere à sua moto. E já agora, tome ainda em consideração que é sempre preferível montar dois pneus novos, porque um usado e um novo dificilmente ‘casam’ bem.

Prudência nos primeiros kms!

Colocando um novo conjunto de pneus na sua moto, saiba que o mais importante é remover a capa protetora brilhante de parafina que habitualmente cobre cada pneu novo e o põe bonitinho, assegurando com isso que o pneu funciona a 100%. Para a eliminar, o mais importante é rodar o pneu na maior parte da sua superfície. Alguns pneus no mercado já fizeram uma pré-rodagem e que exibem um visual fosco “fora da caixa” dispensam essa preocupação. Mas, caso o pneu que montou na sua moto, brilhe com essa proteção gordorosa – algumas motos e carros novos que saem dos stand vêm assim – é aconselhável evitar acelerações e travagens bruscas, altas velocidades e fortes inclinações.

Idealmente, o asfalto funciona como uma espécie de lixa no pneu novo, fazendo com que o piso do mesmo acame e absorva corretamente todas as irregularidades do terreno que pisa. Para o uso ocasional em circuito (track day’s, passeios, etc.) o problema não se coloca tanto, uma vez que o asfalto de uma pista é muito mais abrasivo que o das estradas convencionais que utilizamos.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments