Honda – Tudo sobre a nova SH350i

By on 13 Novembro, 2020

MAIS CILINDRADA NA SCOOTER TOPO DE GAMA SH350i DA HONDA, QUE OFERECE VELOCIDADE DE PONTA MAIS ELEVADA E MELHORES ACELERAÇÕES. AGORA, O MOTOR TAMBÉM FICA EM CONFORMIDADE COM A HOMOLOGAÇÃO EURO5.

Se olharmos para as principais cidades europeias, vemos que há duas letras que nos saltam imediatamente à vista: O “S” e o “H”. Com mais de um milhão de scooters SH vendidas na Europa durante os últimos 36 anos, a designação SH já ganhou o estatuto de “marca dentro da marca”, sublinhando toda a fiabilidade e qualidade de construção habituais de um produto Honda.

A SH300i, com o seu design compacto, estrado plano e desimpedido e rodas de 16 polegadas, reteve todas as marcas simbólicas da família SH e oferecia um pouco mais – um motor potente para as máximas performances, na cidade e na estrada.

Em 2015, este tornou-se o primeiro modelo Honda a ter homologação EURO4; em 2019, este modelo recebeu o sistema HSTC de controlo de tração da Honda e compatibilidade com o sistema Honda Smart Key. E para 2021, a história continua.

A nova SH350i ganhou cilindrada, ou seja, potência e binário, para além de uma remodelação de estilo. O quadro tem design melhorado e menor peso, a ciclística foi renovada e o estilo evoluiu, passando a ter o farol, farolim traseiro, piscas e painel de instrumentos, todos de LEDs. Agora também há uma ficha USB debaixo do banco. Consolida-se assim ainda mais a sua posição de scooter versátil, perfeita… e líder!

MOTOR

O novo motor eSP+ (enhanced Smart Power+) da SH350i oferece um excelente desempenho ambiental e alta potência, com menos atrito. Graças aos 50 cm³ extra de cilindrada (antes, 279 e agora 330 cm³) e sem aumento do peso, o pico de potência desta unidade SOHC de quatro válvulas com injeção de combustível e arrefecimento por líquido aumentou para 28.9 CV (21,6 kW) com um binário máximo 32 Nm. A comparação gráfica no banco de ensaio revela isso mesmo, e que a potência e o binário aumentaram consideravelmente a partir das 3.500 rpm.

O efeito que isto tem numa utilização real é óbvio: aumento de 6 km/h na velocidade máxima para os 134 km/h, e em termos de arranque a SH350i percorre 200 m em menos 0,7 segundos, gastando 10,2 segundos.

Para reduzir a resistência dos gases de escape, o novo silenciador consiste agora de duas câmaras distintas, em vez das anteriores três. As melhorias introduzidas no tubo que liga à câmara de expansão, bem como o tamanho e a colocação do catalisador, também melhoram o fluxo e a purificação dos gases.

A embraiagem automática centrífuga aciona a transmissão V-Matic (com relações definidas para reações rápidas a baixa velocidade e acelerações poderosas) e a transmissão final por correia. A atualização de 2021 inclui ainda tampas redesenhadas no motor, que complementam o novo estilo.

Melhora ainda a funcionalidade da SH350i, agora equipada com o sistema HSTC de controlo de binário selecionável da Honda. Este sistema compara a diferença entre as velocidades das rodas dianteira e traseira, calcula a relação de deslizamento e depois controla o binário do motor através do sistema de injeção para readquirir a tração na roda traseira. O sistema HSTC pode ser On/Off através de um comando no punho esquerdo. Quando o sistema se ativa para gerir a tração do veículo, há um indicador “T” no mostrador digital que pisca. O motor agora também tem homologação EURO5.

A SH350i é um modelo bastante económico, com consumos de 3,33 l/100 km (30 km /l) (em modo WMTC), para uma autonomia superior a 270 km por cada depósito de 9,1 litros.

ESTÉTICA E EQUIPAMENTO

A SH125i, com um estilo definido pelas palavras-chave “musculada” e “elegância das superfícies”. A sua “face” nova destaca-a das outras: o farol de LEDs apresenta agora uma “travessa central” que divide as duas barras laterais de iluminação, com os feixes de médios e de máximos; as luzes de presença ficam por cima da mesa de direção, criando uma “assinatura frontal” elegante e contemporânea. O farolim traseiro, também de LEDs, foi redesenhado.

A posição de condução mantém toda a capacidade de alojar vários tipos de condutor e é descontraída e vertical, oferecendo a melhor visibilidade a toda a volta.

Debaixo do banco encontramos espaço para um capacete integral e a altura do banco é de 805 mm, para a melhor facilidade em chegar com os pés ao chão (apenas mais 5 mm do que a SH125/150). Agora também há uma ficha USB tipo C que permite carregar um dispositivo móvel. O estrado standard da SH é plano (com 435 mm de largura), o que facilita muito o transporte de carga e ajuda o condutor a entrar e sair da scooter. O gancho rebatível do painel frontal aumenta a versatilidade.

O novo painel de instrumentos é do tipo LCD, com todos os indicadores – incluindo o indicador HSTC e o indicador ABS – elegantemente dispostos à volta do display central que inclui um velocímetro/conta-quilómetros totalizador digital. Todas as operações no painel de instrumentos são feitas através dos dois botões A/B no punho esquerdo.

Os piscas dianteiros e traseiros da SH350i têm uma nova função de cancelamento automático e de sinalização de travagens de emergência. Quando o modulador do ABS detetar uma travagem forte, os piscas de emergência piscam a alta velocidade para alertar os outros utilizadores da estrada.

O sistema Honda Smart Key controla a ignição e a abertura do compartimento debaixo do banco e também pode comandar a abertura/fecho da top casse opcional de 35 litros. Com a Smart Key no bolso do condutor, a top case destranca e tranca automaticamente quando o condutor se afasta.

AMORTECIMENTO E TRAVAGEM

A absorção dos impactos é muito flexível por ação da forquilha telescópica de 35 mm e também graças aos dois amortecedores traseiros que trabalham num braço oscilante de alumínio fundido e num sistema de articulação Oleo, montados sob o motor para aumentar a já elevada capacidade de maneabilidade e de amortecimento.

O ângulo da coluna da direção e o eixo de arraste (trail) são de 27°5’/99 mm, respetivamente, com uma distância entre eixos 1.452 mm; o guiador tem 45° de raio de viragem a partir do centro. O peso em ordem de marcha é de apenas 174 kg.

Os pneus são 110/70-16 à frente e 130/70-16 atrás; o travão dianteiro tem um sistema ABS de dois canais e disco único de 256 mm; atrás, o travão tem um disco de 256 mm.

Data de Comercialização: 1º Trimestre de 2021

Preço: a anunciar oportunamente

PONTOS CHAVE

  • Motor de 330 cm³ com mais 3 kW de pico de potência às 7.500 rpm
  • Velocidade máxima de 134 km/h e aceleração até aos 200m, 0,7 segundos mais rápida
  • Tecnologia eSP+ (enhanced Smart Power+) para maior economia de combustível, 3,33 l/100 (30 km/l), com homologação EURO5
  • Cambota 10% mais leve
  • Rampa de aceleração com 36 mm (anteriormente, 34 mm)
  • Válvulas de admissão de maior diâmetro, agora de 28 mm (antes 27 mm).
  • Novo injetor de óleo do pistão para melhorar o arrefecimento e a eficiência da combustão
  • Revisões ao nível das aberturas de admissão e de escape, melhoram a eficiência
  • Silenciador revisto, só com duas câmaras
  • Came hidráulica de afinação da corrente da distribuição e bomba de fundo para reduzir o atrito interno
  • SH de estilo evoluído, mas mantendo o caraterístico piso plano
  • Tomada para acessórios debaixo do banco
  • Novo painel de instrumentos LCD
  • Função de sinalização de travagens de emergência nos piscas traseiros, alerta os outros utilizadores da estrada para as travagens súbitas
  • Quadro renovado tipo berço em tubos de aço, para menor peso
  • Forquilha dianteira de 35 mm e suspensão traseira com dois amortecedores
  • Jantes de 16 polegadas, à frente e atrás, para a melhor estabilidade

FICHA TÉCNICA

MOTOR
TipoMonocilíndrico, 4 tempos, SOHC, refrigerado por líquido
Cilindrada (cm³)330 cm³
Nº de válvulas4
Diâmetro ´ Curso (mm)77 x 70,7 mm
Relação de compressão10,5 : 1
Potência máxima21,6 kW às 7.500 rpm
Binário máximo32 N·m às 5.250 rpm
Capacidade de óleo1,85 litros
SISTEMA DE COMBUSTÍVEL
AlimentaçãoInjeção eletrónica de combustível PGM-FI
Capacidade do depósito de combustível9,1 litros
Emissões de CO2 (WMTC)77,8 g/km
Consumos3,33 l/100 km (30 km/l)
SISTEMA ELÉTRICO
ArranqueElétrico
Capacidade da bateria12 V-11,6 AH
TRANSMISSÃO 
Tipo de embraiagemAutomática; centrífuga
Tipo de caixaV-Matic
Relação de transmissão finalCorreia em V
QUADRO
TipoBerço, tubos de aço
CICLÍSTICA
Dimensões (C x L x A)2.160 x 742 x 1.161 mm
Distância entre eixos1.452 mm
Ângulo da coluna da direção27,5°
Eixo de arraste (trail)99 mm
Altura do banco805 mm
Altura ao Solo157,8 mm
Peso em ordem de marcha174 kg
Raio de viragem2,2 m
SUSPENSÃO
DianteiraForquilha telescópica de 35 mm
TraseiraBraço oscilante, dois amortecedores
JANTES
Dimensão da Jante Dianteira16 x MT2,75, alumínio fundido, 6 raios, secção em U
Dimensão da Jante Traseira16 x MT2,75, alumínio fundido, 6 raios, secção em U
Pneu Dianteiro110/70-16
Pneu Traseiro130/70-16
TRAVÕES
Tipo de ABS2 canais
DianteiroDisco único de 256 mm com maxila de dois pistões
TraseiroDisco único de 256 mm com maxila de um pistão
INSTRUMENTOS E SISTEMA ELÉTRICO
InstrumentosLCD com velocímetro, indicador do nível do combustível e indicador da temperatura, tipo ponteiro, relógio, dois conta-quilómetros parciais, indicador de consumos de combustível, indicador Honda SMART Key.
FarolLEDs
FarolimLEDs

Galeria de imagens

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x