Mercado abranda crescimento em junho

By on 5 Julho, 2022

Em junho de 2022 o mercado em Portugal de veículos novos de duas rodas, triciclos e quadriciclos teve uma queda de 9,2 por cento face ao mesmo mês do ano anterior, tendo sido matriculadas 3.922 unidades. Apesar disso, o primeiro semestre fechou positivo com um  crescimento de 12,3%.

No acumulado de janeiro a junho, foram matriculados 20.552 motociclos novos em Portugal dos diferentes segmentos. Por categoria foram matriculados 791 ciclomotores, o que se traduziu num acréscimo de 0,4 por cento relativamente a igual período do ano anterior. Nos mesmos seis meses, foram matriculados 10.162 motociclos até aos 125cc de cilindrada, segmento que com um aumento de 16,1% teve o crescimento mais relevante.

Ainda positivo no mesmo período e em termos acumulados, de Janeiro a Junho de 2022, foram matriculados 8.837 motociclos acima dos 125cc, o que representou um crescimento de 7,7% face ao período homologo do ano anterior. Já o mercado de triciclos teve uma queda de 14,1%, ao contrário dos quadriciclos novos que nos seis meses de 2022 cresceram 56.0%.  

Em junho os motociclos de cilindrada até 125 cc voltaram a destacar-se com um total de 2.138 unidades matriculadas, o que representou um aumento de 1,2%. Nos motociclos acima de 125cc, o sexto mês de 2022 foi um dos piores do ano, com um decréscimo de -22,3% (1.516 unidades) face ao mesmo mês de 2021.

Os ciclomotores (até 49,9 cc) também registaram uma variação negativa (143 unidades) de -4,0% face ao mês homólogo de 2021. Por fim, o mercado de triciclos registou um decréscimo em junho de 54,5%, a contrastar com a subida de 44,7% nos quadriciclos.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments