O regresso da Honda VFR em 2023?

By on 31 Dezembro, 2020

Rumores de uma nova moto desportiva da Honda com um motor V4 circulam há algum tempo, com a ideia de ser colocada semi-oficialmente em projeto, tal como um responsável da Honda salientou no início do ano.

A questão é que a moto a que Tetsuhiro Kuwata (Diretor e Gerente do HRC) se referia era uma moto desportiva plena, com sonhos de vencer corridas. Na altura, também salientou a dificuldade de tal decisão – o lançamento de outra moto desportiva – quando a última geração da CBR1000RR-R estava a dar resultados, tanto no BSB quanto no Mundial de Superbike.

Porém, o que não descartou, foi a possibilidade da Honda trazer um novo formato V4 para a estradas com design menos picante. De fato, se o “Big Red” quiser continuar a linhagem da placa de identificação VFR na Europa, vai precisar de se mover rapidamente. A VFR800F atual é uma moto que estamos prestes a perder no final deste ano graças aos regulamentos Euro5, e vai ser preciso mais do que apenas uma atualização ao sistema de escape e ECU para ficar de acordo com os regulamentos do próximo ano.

Na verdade, o motor V4 residente na moto existe desde 2013, embora tenha as suas raízes aos primeiros modelos VTEC, originalmente introduzidos em 2002. Todos os fabricantes projetam e constroem um certo número de atualizações regulatórias dentro de um motor, mas até mesmo para a Honda, arrastar um design com cerca de vinte anos pode significar uma enorme complicação.

Como seria o novo motor da VFR?

Sem confirmação oficial de dentro da empresa sobre o que será a moto, só podemos passar pelo acúmulo de rumores que encontramos (nem todos os quais estarão corretos) e pela riqueza de imagens de patentes desenterradas nos últimos anos. Uma dessas imagens apareceu em 2019, na época ligada à potencial nova superbike V4 da Honda. Com essa ideia agora no gelo, é fácil imaginar a tecnologia descrita naquela patente sendo usada nesta nova moto.

Quanto à capacidade da moto, poderia ser o caso da VFR800 se torne numa VFR900, ou até mesmo 1000. A regra de ouro com modelos atualizados é sempre nunca perder potência, uma filosofia que a Honda manteve na sua linha de modelos 2021. Com regulamentos de emissões cada vez mais rigorosos e esta moto improvável de receber indução reforçada, uma cilindrada superior poderá a ser o único caminho a seguir para a icónica VFR.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x