Reino Unido lança decreto para aumentar os pontos de carregamento

By on 22 Dezembro, 2021

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou que todas as novas construções em Inglaterra deverão ter estações de carregamento elétrico instaladas a partir de 2022.

O discurso fez parte de um movimento para acelerar as ambiciosas metas de emissões do país de proibir as vendas de motores de combustão interna, incluindo motos, a partir de 2030. Num esforço para atingir a meta de 145.000 pontos de cerregamento até 2030, o gabinete do primeiro-ministro decretou requisitos para todos os projetos de habitação, local de trabalho e construção de lazer, para todas essas construções terem vagas de estacionamento com estações de recarga elétrica.

Embora o custo de adicionar as estações de carregamento não implique nenhum incentivo, o movimento está alinhado com o movimento do país de transição para a eletricidade. Apesar da pressão deste movimento de transição para a eletricidade, o governo do Reino Unido recentemente cortou incentivos para clientes que desejem comprar motos e scooters elétricas – o que parece um contrasenso.

Atualmente, o Reino Unido está muito atrás dos seus congéneres europeus em termos de total de pontos de carregamento elétrico instalados. Só para terem uma ideia, França tem atualmente 45.751 estações de recarga, em comparação com as 25.000 do Reino Unido.

A abordagem do Reino Unido para eletrificar sua indústria de mobilidade também fez com que fabricantes de motos no país, como a Triumph, desenvolvessem a sua primeira moto elétrica.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments