Royal Enfield HNTR 350: Clássica moderna para o dia-a-dia

By on 3 Novembro, 2022

Num mundo onde os fabricantes procuram cada vez mais os extremos tecnológicos em todos os segmentos, há marcas que permanecem fiéis aos seus princípios. Um exemplo claro disso, é-nos dado pela Royal Enfield HNTR 350.

Uma base bem conhecida, mecânica simples e uma proposta estética nova, tornam-na muito atraente. Mas… e o nome?  Não se chamava Hunter 350? Sim chamava-se, mas foi renomeada para HNTR 350 para a Europa. De resto, e fora as alterações nos logótipos que carrega nas laterais, a moto é exatamente a mesma.

O mais recente modelo da marca indiana com ADN britânico, chegará ao mercado em dezembro com a intenção de atrair motociclistas à procura de uma moto acessível e simples, mas elegante. De salientar que a empresa de nome britânico deu um passo gigante nos últimos anos com o design e a criação de uma gama completa de motos que agora cresce com a incorporação da nova Royal Enfield HNTR 350.

A marca que já alcançou grande sucesso com modelos como a versátil Himalayan ou a irreverente e jovial Scram 411, entre outros, apresenta agora uma moto com um equilíbrio perfeito entre o passado e a modernidade que, sem dúvida, atrai todos os olhos da cidade.

Em comparação com as suas irmãs, a HNTR 350 é projetada para o público jovem e inconformista que quer fugir das scooters e optar por uma moto com muito mais estilo e projetada para o dia-a-dia. No entanto, é uma escolha perfeita para todos os motociclistas experientes, que procuram a máxima atenção ao detalhe numa moto simples, fiável e elegante. Destaca-se para a integração perfeita de elementos de design clássicos, como o depósito e tampas laterais que se juntam a outros componentes muito atuais, como o moderno motor arrefecido a óleo/ar Euro5.

O CEO da Royal Enfield, B Govindarajan, comentou: “A HNTR 350 é o resultado de vários anos de recolha de ideias e estudos sobre motociclistas em todo o mundo. É uma moto que se sente muito confortável em grandes metrópoles e que faz com que o motociclista mais experiente desfrute, sendo ao mesmo tempo muito acessível para utilizadores menos experientes. A sua distância entre eixos mais curta, a geometria mais compacta e peso mais leve tornam-na ágil e fácil de manobrar em contextos urbanos. Estamos confiantes de que esta nova e reimaginada roadster irá despertar o interesse de todo um novo grupo de entusiastas que procuram o motociclismo na sua forma mais pura.”

A quem se destina

A HNTR 350 é uma moto desenhada para os utilizadores que chegam agora ao mundo das motos, ou para aqueles que passaram por todo o tipo de motos e querem desfrutar do prazer de conduzir uma moto fácil e funcional, com caráter e design. Uma moto que vai além de ser uma forma de transporte e representa a filosofia de vida de uma marca centenária como a Royal Enfield. Além disso, o seu design pessoal e inconfundível e o seu bom preço tornam-na ainda mais atraente.

O motor

O coração da nova Royal Enfield é um cilindro único de 349 cc, com 20,48 cv de potência e um binário de 27 Nm às 4.000 rpm. Apesar da sua cilindrada contida, as suas características intrínsecas com as quais o motor foi desenvolvido, permitem que a HNTR 350 tenha uma resposta quase imediata a qualquer indício do acelerador, mesmo quando o motor está a funcionar a muito baixas rotações.

Quanto ao amortecimento, tanto a forquilha dianteira como o amortecimento duplo traseiro, foram sintonizados para funcionar em perfeitas combinações com o novo quadro. A Royal Enfield HNTR 350 incorpora uma forquilha com baínhas de 41 mm e 130 mm de curso e um amortecedor traseiro duplo com 120 mm de curso, cuja pré-carga é ajustável em seis posições. A estas qualidades é adicionado um sistema de travagem ABS de dois canais que foi incorporado a pensar nas situações mais imprevisíveis em ambientes urbanos. Os discos traseiros dianteiros e traseiros de 300 mm permitem a travagem mesmo nas distâncias mais curtas e mantêm sempre um controlo firme da moto.

Outro aspeto diferenciador entre o HNTR 350 e as suas irmãs é o tipo de pneu escolhido. Pensando na agilidade do conjunto, as rodas de 17″ foram montadas em liga leve, o que permite montar pneus sem câmara. A marca que a Royal Enfield tem nesta ocasião é a CEAT, como fez em muitos outros modelos da sua gama.

Caçadora urbana

O ar clássico está presente na  instrumentação, que combina dados em formato analógico mas também digital, tudo em forma de esfera. Também se pode respirar o aroma ‘old school’ nos seus interruptores, mas sem esquecer as novas necessidades incorpora uma tomada USB para carregar os nossos dispositivos eletrónicos (localizada sob a manete de embraiagem).

Um modelo que, sem dúvida, vai ao encontro das expectativas dos utilizadores mais exigentes do gosto clássico: um motociclo adequado para conduzir no tráfego urbano ou desfrutar de viagens curtas com muito estilo, conforto e segurança.

Estará disponível nos concessionários oficiais da Royal Enfield em Espanha a partir de dezembro em 6 diferentes opções de cores, por um lado, o alcance Dapper que reúne os modelos monocromáticos em cinza, cinzas e branco, a gama bicolor é aglutinada sob o nome Rebel. E podemos encontrar as combinações vermelhas e pretas, azuis e brancas ou pretas e cinzentas. Com um preço desde 4.389 €, que aumenta para € 4.489 na gama Rebel.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments