COMO TORNAR A VOSSA MOTO E A PILOTAGEM MAIS RÁPIDAS

By on 8 Março, 2019

Todos queremos rodar rápido e em segurança e que a nossa moto nos trajectos que realizamos possa transmitir-nos as emoções que dela esperamos, seja no ir ao café, seja no dia a dia para o trabalho ou nos fins de semana de passeio com os amigos. Andar de moto tem tudo a ver com a nossa parte emocional quer pelas sensações de liberdade que nos transmite e quer pela relação que conseguimos ir construindo com a nossa moto tirando o melhor partido de todo o seu potencial.

E como muitas vezes procuramos ir um pouco mais além daquilo que a moto de fábrica proporciona aqui ficam algumas dicas para se conseguir aumentar o rendimento e a eficácia na pilotagem da moto tornando-a mais rápida sem termos que investir demasiado e sem mexer ou alterar o interior do seu motor.

  1. SUBSTITUIÇÃO DO ESCAPE

Esta é sem duvida alguma aquela alteração mais comum, a de substituir o escape por outro de mais rendimento das muitas marcas que existem no mercado. O escapes de origem são normalmente mais pesados e estão pensados para manter a moto dentro dos padrões legais de ruído e emissão de gases. A substituição do escape por uma unidade mais leve e que aumente o rendimento pode tornar a moto mais rápida, sobretudo na resposta. Se para além do escape se investir num “Power Comander” a moto deverá ficar com um melhor rendimento, com mais torque e potência em todos os regimes do motor e um som mais envolvente e certamente mais entusiasmante.

  1. NOVOS PNEUS COM MAIS PERFORMANCE

Pneus com maior aderência permitem-nos rodar mais rápido e curvar mais inclinados com maior segurança. Os pneus de origem têm tendência para ter uma maior duração e a não serem os ideais para rodar no limite. De qualquer forma convém sempre seguir as indicações do fabricante e não ultrapassar as medidas recomendadas perlo mesmo. Podem também consultar outros motociclistas em foruns variados onde se discutem e partilham experiências e conhecimento.

  1. DIMINUIÇÃO DO PESO DA MOTO

Este poderá ser outro dos caminhos a seguir, tornar a moto mais leve pode significar um aumento do seu rendimento. Umas jantes mais leves pode inclusivamente aumentar a agilidade da moto e tornar a sua condução mais dinâmica.

  1. AJUSTES NA SUSPENSÃO

Um ajuste mais correcto na suspensão pode tornar a moto mais rápida e segura em curva. Naquelas motos que de origem não vêm com a possibilidade de ajuste da suspensão, normalmente na dianteira, é possível investir em “cartuchos” que substituem o interior da suspensão passando a permitir todo o tipo de ajustes da mesma, na compressão e na extensão, optimizadas para o vosso peso e para o tipo de condução que pretendem realizar. Também o amortecedor traseiro tem o papel importante sobretudo na aceleração e na leitura da estrada em curva mantendo sempre a aderência máxima em todo tipo de situações. Na maioria dos casos os amortecedores traseiro apenas incluem ajuste de pré-carga de mola pelo que investir num amortecedor com mais regulações permite-nos adequar a resposta da a suspensão traseira ao peso que a moto suporta num momento determinado.

  1. AUMENTAR A EFICÁCIA NA TRAVAGEM

Para irmos mais rápido é necessário também assegurar que a travagem esteja à altura de maior velocidade pelo que investir nos travões faz sempre sentido para garantir uma condução rápida e segura. O normal é investir na colocação de tubos de malha de aço que previnem uma maior dilatação dos mesmos a qual pode retirar pressão do fluido sobre as pinças diminuindo a eficácia da travagem. Substituir as pastilhas por outras com melhor desempenho é também aconselhado. Se ainda assim o nível de travagem não for adequado podemos ainda substituir os discos ou mesmo a bomba e as pinças.

  1. PROCURAR A MELHOR RELAÇÃO NA DISTRIBUIÇÃO

Dependendo do tipo de moto e das alterações que se tenham entretanto realizado e da condução que se pretenda fazer, a relação cremalheira / pinhão de ataque poderá ser melhorada no sentido de obter um maior rendimento da potência do motor e a relação de caixa existente. É questão de se jogar com mais ou menos um dente no pinhão de ataque ou para uma “afinação” mais justa alterando o número de dentes da cremalheira.

  1. MELHORAR A VOSSA TÉCNICA DE PILOTAGEM

Não só a moto pode ser melhorada no seu rendimento mas também o piloto pode e deve investir na sua capacidade e na maior experiência de condução a alta velocidade. E nesse sentido o palco não pode ser a via publica pois os riscos são enormes. Aconselhamos a que se inscrevam num qualquer curso de pilotagem em circuito ou que participem em alguns trackdays que são regularmente organizados em circuitos como o do Estoril e o de Portimão. Em circuito poderão perceber e aprender com quem tenha mais experiência, como abordar uma curva, quais a melhores trajectórias, como e onde travar, como inclinar ao limite vosso e da moto, perceber o comportamento da mesma em situações extremas e ganhar maior confiança na vossa pilotagem sobretudo passando a conhecer melhor os vossos limites.

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!