Shit Happens – É preciso estar sempre preparado !!!

By on 5 Março, 2019

Há dias estivemos envolvidos num acidente insólito que poderia ter tido um desfecho mais dramático e que nos fez pensar no risco acrescido que todos os motociclistas correm pela maior exposição que temos a imprevistos na estrada .

A situação que vivemos há dias, embora totalmente insólita, representa claramente a maior vulnerabilidade que os motociclistas têm e as consequências dramáticas que podem advir numa situação inesperada. Para perceberem o contexto do ocorrido conto-vos…

Durante a apresentação dinâmica da nova Ducati Multistrada em Valência, e num belíssimo percurso previamente traçado de montanha, em estradas nacionais secundárias e de bom piso onde pudemos testar o excelente desempenho da nova 950S, cerca de 25 jornalistas portugueses e espanhóis circulavam em caravana a num ritmo rápido e normal no contexto profissional em que se desenvolve o evento, considerando a enorme experiência de todos os participantes.

À saída de uma curva o jornalista espanhol que circulava na nossa frente dá uma guinada repentina na moto e abre a trajectória… tudo se passa em décimas de segundo e aquilo que o jornalista espanhol consegue evitar, e mesmo alertados pela manobra do mesmo, não nos permitiu fazer o mesmo pois rodávamos demsiado perto, quase roda com roda. Consequência: acertámos em cheio numa serpente com cerca de 2 metros que atravessava a estrada naquele momento, inclusivamente sem percebermos de imediato o que era e o que tinha acontecido.

Apesar do susto, a pouca dimensão do corpo da serpente não nos fez perder o equilíbrio no entanto, a reacção da mesma ao atropelamento deve ter assustado ainda mais o jornalista espanhol que circulava atrás de nós, que decidiu abrir a sua trajectória ainda mais para evitar a serpente e acabou por sair de estrada, caindo pela encosta abaixo de forma aparatosa no meio de enormes pedras apenas se imobilizando a uma boa dezena de metros da mesma.

As consequências poderiam ter sido dramáticas mas o jornalista apenas teve fractura de um braço e de várias costelas ( a cobra desapareceu mas certamente com muitas mais “costelas” partidas também ) .

Conclusão: Mesmo o melhor dos profissionais, experiente na pilotagem de motos, não está livre de sofrer um acidente grave consequência de um imprevisto. Neste caso uma maior distância de segurança poderia ter evitado o mesmo, aliás situação para a qual o próprio responsável da organização do evento repetiu várias vezes que tivéssemos em conta.

Manter uma boa distância de segurança é de facto o melhor conselho e a melhor medida de prevenção que podemos adoptar para minimizar o risco acidentes. Fica por isso aqui a dica para que adoptem essa prática no vosso dia a dia e uma história que comprova as consequências por não seguirmos à risca essa regra tão simples.

Nota: o sinal de trânsito colocado na imagem não existe mas podia muito bem ilustrar a prevenção para o acontecimento e também fazer alusão ao percurso sinuoso que realizámos…

Vejam este pequeno filme de uma ocorrência semelhante sem desfecho tão dramático embora aqui seja a serpente que pretende atropelar o motociclista:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!