BMW S 1000 RR 2023: Pronta a ‘rasgar’ o asfalto!

By on 30 Setembro, 2022

Motor mais poderoso, suspensão e ciclística avançadas, novos sistemas de assistência à travagem e DTC Slide Control, assim como uma aerodinâmica optimizada com novas asas e cauda traseira redesenhada. Estes os argumentos da nova BMW S 1000 RR 2023 que sobe a um novo patamar com 210 cv e 197 kg!

Há alguns dias atrás, falamos sobre uma versão M da naked S 1000 R em preparação na BMW Motorrad, mas também sobre algumas alterações previstas para a desportiva S 1000 RR na gama de 2023. Se a publicação dos documentos de homologação permitiu observar um poder adicional, não deixou prever todas as melhorias trazidas ao modelo. Agora, temos aqui todas as novidades ao pormenor e a título oficial para a nova S 1000 RR .

À primeira vista, podemos ver que a desportiva bávara reforçou a sua aerodinâmica adotando um par de asas na frente que oferecem 10 kg de downforce. Estes são, no entanto, muito diferentes dos elementos do mesmo tipo que equipam a M 1000 RR . A RR também vê sua bolha redesenhada, assim como a parte traseira e a carenagem do banco que oferecem mais requinte ao conjunto. O suporte de matrícula também é mais discreto e mais fácil de remover para uma saída de pista num Track Day.

Motor tetracilíndrico com 210 CV

A superdesportiva alemã apresentada pela primeira vez em 2009 estará agora disponível numa nova edição com motor e ciclística avançadas, aerodinâmica optimizada com novas asas, uma nova extremidade traseira e novos sistemas de assistência.

A nova RR apresenta um motor de 4 cilindros em linha baseado na unidade de potência da actual S 1000 RR. A potência máxima é agora de 210 cv @ 13.750 rpm com um binário máximo de 113 Nm gerado a 11.000 rpm. Apesar de um aumento na potência máxima, a gama de velocidade útil do motor do novo RR é agora significativamente mais ampla e mais completa. A rotação máxima do motor é de 14.600 rpm.

DTC com nova função de Controle de Deslizamento

A nova característica do Controlo Dinâmico de Tracção DTC é a nova função de Controlo de Deslizamento. Esta permite ao seleccionar dois ângulos de deriva predefinidos para o sistema de controlo de tracção ao acelerar para fora das curvas. Tecnicamente, isto é conseguido utilizando um sensor de ângulo de direcção. Até ao respectivo ângulo de inclinação, o sistema de controlo de tracção permite o deslizamento na roda traseira ao acelerar para fora de uma curva. Quando o valor do ângulo de direcção predefinido é atingido, o controlo da tracção intervém, reduz o deslizamento e estabiliza a moto.

A aceleração foi notavelmente aumentada pelo uso de uma roda de coroa com 46 dentes em vez de 45, e uma segunda marcha mais curta. A moto ainda recebe a caixa PRO de série. Em termos de assistência, existem quatro modos de condução (Rain, Road, Dynamic e Race) que funciinam em sintonia com a nova geração de controle de tração DTC com controle de deslizamento. A mesma coisa para o ABS Pro, que também possui o Brake Slide Assist.

Quadro “Flex Frame” mais flexível

No que se refere à ciclística, a S 1000 RR mantém o seu Flex Frame, mas com mais “Flex”. Esta estrutura perimetral de alumínio aumentou a flexibilidade lateral para maior precisão na direção. Também foram feitas alterações na geometria com um ângulo de 0,5° mais largo, o deslocamento das novas coroas triplas reduzido em 3 mm e o trail aumentado em 5,9 mm. A distância entre eixos também é aumentada para 1.457 mm. De acordo com o fabricante, a nova geometria do quadro da nova S1000 RR é acompanhada não só por uma precisão de condução ainda melhor, mas também por uma maior precisão e um feedback mais claro da roda dianteira.

A nova função Brake Slide Assist é uma inovação importante e muito útil para a utilização em pista da S1000 RR. Tal como na nova função DTC Slide Control, este novo sistema também se baseia em sensores de ângulo de direcção e permite ao piloto definir um ângulo de deriva específico para as chamadas derrapagens de travagem enquanto desliza para as curvas a uma velocidade constante.

Asas, secções frontal e traseira redesenhadas

Tal como com a M 1000 RR, as asas na nova RR asseguram agora o melhor contacto possível da roda dianteira com a estrada – especialmente ao acelerar. Geram força aerodinâmica e, portanto, carga adicional sobre as rodas. As vantagens são que a tendência da moto para erguer a frente é menor, sendo a estabilidade em curva aumentada. Outras melhorias para este modelo 2023 incluem a integração padrão da bateria M mais leve e o M GPS Laptrigger anteriormente opcional. A motocicleta também é adornada com uma porta USB na parte traseira.

No design, a nova edição do RR beneficia de uma secção frontal redesenhada, incluindo asas, uma nova secção traseira mais leve e desportiva e os três novos esquemas de cores Blackstorm metallic, Style Passion in Racingred não-metallic e o racing-oriented Lightwhite não-metallic/BMW M.

Como é habitual na BMW, estão no programa vários equipamentos e packs opcionais que vão desde o Race Pack incluindo a corrente Endurance M e o silenciador Sport até ao Pack M integrando todo o equipamento Motosport do catálogo, mas também com um pacote Dynamic que inclui modos de pilotagem e assistência DDC, PRO, punhos aquecidos e controle de cruzeiro.

Resta-nos agora vê-la ao vivo e experimentá-la, até porque a nossa ansiedade é grande.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments