Grupo Mahle concebe motor elétrico revolucionário

By on 18 Agosto, 2022

Um dos piores inimigos dos motores elétricos é o calor. Mas existe um motor capaz de irradicar essa desvantagem.

Os motores elétricos estão a tornar-se os substitutos ideais da termomecânica , pois possuem desempenho semelhante ou superior, com o benefício de poluir menos. No entanto, esses motores costumam ter uma desvantagem importante quando comparados aos térmicos.

O seu desempenho cai consideravelmente quando o seu uso é prolongado, principalmente devido ao desgaste interno. No entanto, esse mal endémico pode estar a chegar ao fim, pois a Mahle criou um motor elétrico que não perde as suas propriedades . Conhecido como SCT (Torque Contínuo Superior) pode funcionar em altos níveis de potência por um período de tempo ilimitado graças ao seu método de refrigeração.

O Grupo Mahle, fornecedor alemão conhecido por ser uma das 20 empresas de componentes mais importantes do mundo, acaba de desenvolver para o mercado um novo tipo revolucionário de motor elétrico que quase não perde o seu desempenho quando submetido a um uso prolongado.

Conhecido como SCT (Torque Contínuo Superior), a sua principal característica é que o seu sistema de refrigeração pode trabalhar na potência máxima por um período de tempo ilimitado. Par além de atingir uma potência nominal constante de 90%, a sua construção é muito leve e compacta, podendo ser usado no dia a dia e ser aplicado em todos os tipos de veículos, desde máquinas pesadas, vans e carros até motos.

A própria Mahle acredita que este motor inovador será um ” salto tecnológico” em relação ao que conhecemos atualmente. Mas, sem dúvida, onde essa lacuna realmente existe é no seu sistema de refrigeração . Isso funciona por meio de um tipo de óleo que é integrado e que não só cuida do próprio resfriamento do todo, mas ao mesmo tempo permite o aproveitamento do calor residual resultante do sistema geral do veículo, garantindo desempenho constante .

Os motores elétricos são conhecidos por declarar uma potência nominal e máxima. Este segundo geralmente é menor quando se trabalha com cargas elevadas, pois o variador sobreaquece, forçando necessariamente a redução da potência. Portanto, se você o mantiver sempre em uma temperatura ideal, o motor poderá trabalhar com desempenho máximo pelo tempo necessário, apesar do esforço que deve fazer. De fato, a Mahle afirma que o seu motor será capaz de manter uma faixa de potência não inferior a 90% de seu máximo.

O SCT é projetado como um motor síncrono (PSM) com ímãs permanentes de neodímio no rotor, tornando possível um projeto compacto com alta densidade de energia. No entanto, para obter maior independência dos preços das commodities e dos desenvolvimentos geopolíticos, a Mahle oferece o SCT sem ímãs e sem metais de terras raras.

Graças ao transformador sem contato exclusivo desenvolvido pela empresa, a variante sem ímã também seria livre de desgaste e funcionaria com eficiência, exigindo apenas um pouco mais de espaço de montagem. Além disso, o seu design compacto e leve permitiria a adoção de baterias maiores para aumentar a autonomia.

A Mahle ainda não divulgou números oficiais de desempenho ou torque . Para conhecê-los, teremos que aguardar pela sua apresentação oficial em setembro, durante a celebração do IAA Transportation em Hannover.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments