Honda Monkey 2018 – Um conceito de sucesso relançado

By on 24 Abril, 2018

A mini-moto simbólica da Honda foi “reinventada” para os dias de hoje, com um estilo fortemente inspirado no modelo original, mas complementado por sistemas modernos como uma forquilha USD na frente, dois amortecedores atrás, painel de instrumentos LCD, travões ABS com IMU e iluminação integral de LEDs. O seu motor de 125 cm³ e refrigeração por ar debita uma potência de 6,9 kW (9,5CV) com consumos de 1,49 l/100 km (67 km/l); o peso em ordem de marcha é de apenas 107 kg.

Honda Monkey 2018

Na senda do sucesso da moderna MSX125, que veio satisfazer o desejo por uma moto versátil e de tamanho reduzido para os centros urbanos, é chegada a altura do renascimento e do regresso da Monkey, um modelo que foi actualizado para a vida nas cidades do século 21.

Honda Monkey 2018

Naturalmente, o estilo clássico da Monkey serviu de inspiração para este novo modelo. A sua silhueta trapezoidal destaca as formas compactas e acrescenta-lhe substância e profundidade. As superfícies simples e curvadas foram desenhadas independentemente umas das outras e caracterizam toda a Monkey.

O depósito reluzente tem capacidade para 5,6 litros de combustível e está pintado na mesma cor do quadro, do braço oscilante e dos amortecedores traseiros e é o ponto forte em termos visuais deste modelo, exibindo com orgulho o logótipo histórico 3D Old Wing da Honda. Os dois guarda-lamas da Monkey em aço cromado e montados em posição alta – juntamente com a protecção de escape característica, os espelhos retrovisores de formato circular e o guiador alto – prestam todos homenagem ao modelo original.

Como seria de esperar, as tecnologias mais modernas também beneficiam esta nova Monkey, apesar do “look” tradicional do modelo: o painel de instrumentos digital LCD de formato circular inclui um velocímetro (que pisca alegremente quando se liga a ignição), um conta-quilómetros totalizador, dois trips parciais para as distâncias percorridas e um indicador de seis segmentos para o nível do combustível; todas as luzes são de LEDs. A chave ondulada (também com o mesmo logótipo Old Wing do depósito) tem um sistema de resposta incluído “Answer Back” que pisca os indicadores de direcção mediante uma pressão num botão e permite localizar facilmente a Monkey no meio de um estacionamento cheio. O sistema ABS de um canal com unidade IMU ajuda a alivar o soltar da traseira em caso de travagem forte.

No que respeita à motorização e mantendo-se fiel às suas origens, a Monkey está equipada com uma unidade monocilíndrica horizontal de 125 cm³ e uma árvore de cames à cabeça (SOHC); a sua construção simples é, no entanto, muito robusta e esta unidade está preparada para oferecer excelentes performances no trânsito das cidades. A refrigeração é feita pela passagem do ar e as medidas do diâmetro e do curso são de, respectivamente, 52,4 x 57,9 mm; a relação de compressão é de 9,3 : 1 e o sistema de alimentação de combustível é o famoso sistema PGM-FI, permitindo ao motor debitar uma potência de 6,9 kW às 7.000 rpm e um binário de 11 N·m às 5.250 rpm. A caixa de velocidades tem 4 mudanças e o motor exibe consumos reduzidíssimos, apenas 1,49 l/100 km (67 km/l).

O quadro monotrave em aço da Monkey foi ajustado para oferecer um equilíbrio adequado entre rigidez e subtileza – perfeito para a grande variedade de condições em que este modelo certamente vai ser mais usado. O braço oscilante tem secção oval e reflecte o “design circular” que abunda em toda a moto.

A forquilha USD compõe a frente com o seu acabamento premium Alumite e é complementada atrás pelos dois amortecedores com 104 mm de curso no eixo da roda. A altura máxima ao solo é de 160 mm. A travagem potente fica a cargo de um disco de 220 mm à frente e outro disco de 190 mm atrás, gerida pelo sistema ABS com IMU. Os pneus largos e de tacos têm dimensões de 120/80-12 65J à frente e 130/80-12 69J atrás e oferecem uma condução suave; as jantes são de 12 polegadas.

O ângulo da coluna da direcção é de 25° e o eixo de arraste (trail) vale 82 mm, para uma distância entre eixos de 1.155 mm e um diâmetro de viragem de apenas 1,9 metros. O peso em ordem de marcha é de apenas 107 kg, com o banco a 775 mm do chão. Este componente elegante é feito em uretano de alta densidade e oferece o máximo conforto.

A Monkey de 2018 vai estar disponível em três esquemas cromáticos :

Amarelo Banana/Branco Ross

Vermelho Pérola Nebula/Branco Ross

Preto Pérola Shining/Branco Ross

 

FICHA TÉCNICA

MOTOR  
Tipo 4 tempos, SOHC, 2 válvulas, refrigerado por ar
Cilindrada 125 cm³
Diâmetro x Curso 52,4 x 57,9 mm
Relação de compressão 9,3 : 1
Potência máxima 6,9 kW·às 7.000 rpm
Binário máximo 11 N·m às 5.250 rpm
Capacidade de óleo 0,9 ~ 1,1 Litros
SISTEMA DE ALIMENTAÇÂO DE COMBUSTÍVEL  
Alimentação Injecção electrónica PGM-FI
Capacidade do depósito de combustível 5,6 litros
Consumos de combustível 67 km/l (1,49 l/100 km) (modo WMTC)
SISTEMA ELÉCTRICO  
Motor de arranque Eléctrico
Bateria YTZ5S
TRANSMISSÃO  
Tipo de embraiagem Embraiagem húmida, discos múltiplos
Tipo de caixa 4 velocidades
QUADRO  
Tipo Quadro monotrave à retaguarda, em aço
CICLÍSTICA  
Dimensões (C x L x A) 1.710 x 755 x 1.029 mm
Distância entre eixos 1.155 mm
Ângulo da coluna da direcção 25°
Eixo de arraste (trail) 82 mm
Altura do banco 776 mm
Altura ao Solo 160 mm
Raio de viragem 1,9 m
Peso em ordem de marcha 107 kg
SUSPENSÃO  
Dianteira Forquilha USA de 100 mm de deslocamento do eixo
Traseira Duplo amortecedor 104 mm de deslocamento do eixo
JANTES  
Dianteira 10 raios liga de aluminio
Traseira 10 raios liga de aluminio
Pneu Dianteiro 120/80-12 65J
Pneu Traseiro 130/80-12 69J
TRAVÕES  
Dianteiro Hidráulico, um disco de 220 mm, com ABS e IMU
Traseiro Hidráulico, um disco de 190 mm
ILUMINAÇÃO  
Farol LEDs
Farolim LEDs

GALERIA de IMAGENS

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!