Indústria: Norton continua e expande mão de obra

By on 27 Maio, 2020

Faz pouco mais de um mês que a Norton Motorcycles foi salva do colapso numa aquisição de vários milhões de libras pela empresa indiana TVS Motors, mas parece que as coisas estão agora a começar a mover-se rapidamente numa direção positiva.

A Norton Motorcycles vai entrar numa onda de contratações depois dos últimos meses, que têm sido um sobe e desce para qualquer pessoa associada à Norton depois da marca ter ficado atolada em problemas financeiros incapacitantes, deslizando para a falência em Fevereiro, no meio de alegações de irregularidades fiscais e uso indevido de fundos de pensões que investiram no ressurgimento da marca.

À medida que as semanas avançavam, tornou-se cada vez mais claro numa série de investigações agora pendentes que o antigo proprietário da Norton, Stuart Garner, e parceiros associados, aparentemente levaram o fabricante à falência.

No entanto, o futuro da Norton parece mais brilhante, cortesia da TVS Motors, que não só se chegou à frente para assumir a empresa endividada, como parece ter planos arrojados para investir e expandir no seu atual modelo de negócio baseado no Reino Unido de produzir motos topo de gama.

Como resultado, no site Norton Motorcycles, pode ver-se que a secção Carreiras está agora repleta de oportunidades para engenheiros e gestores entrarem a bordo para relançar a produção e voltar à normalidade.

Qualquer empresa que contrate neste momento particularmente difícil é bem-vinda, até porque a Norton tinha uma operação relativamente magra de 55 funcionários sob o comando de Garner.

Quanto ao que o futuro de Norton reserva, a primeira prioridade é cumprir as encomendas daqueles que deram entradas em modelos. A partir daqui, a TVS sugeriu que mudaria a sua sede para um novo local e investirá na unidade de produção de Donington Park para satisfazer a procura.

Embora ainda não se saiba o que acontecerá a Garner à medida que várias investigações ocorrem nos bastidores, é reconfortante ver que a Norton em si, como uma marca  prestigiada, está a fazer progresso.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments