A Kawasaki acaba de revelar as imagens oficiais da sua nova Z900 RS

By on 25 Outubro, 2017

Hoje, no Tóquio Motorshow, a Kawasaki acaba de apresentar a sua nova Z900 RS , uma neo-clássica com base na fantástica Z900 e de linhas retro. E é realmente tudo aquilo que até agora temos vindo a especular em torno das notícias que temos obtido e dos teasers pouco reveladores que a Kawasaki tem vindo a colocar.

Uma moto que invoca a fantástica Z1 dos anos 70 e que é uma homenagem à mesma.

O motor é o da sua irmã Z900 que tem feito furor no mercado desde o seu lançamento no corrente ano, moto que conhecemos bem devido inclusivamente ao nosso envolvimento directo como media partners do Troféu ZCUP.PT. A electrónica do motor da Z900 foi alterada para permitir à RS oferecer um binário ainda maior nas baixas e médias rotações, sendo que até às 7.000 rpm motor da RS tem um punch ainda mais agressivo do que a sua irmã Z900.

A nova Z900 RS tem ainda atributos extra acima da sua antecessora pois o controle de tração é agora mais efectivo e alguns dos seus componentes são inclusivamente de maior desempenho caso por exemplo das pinças de travão que passaram a ser flutuantes e as luzes que passaram a ser de LED tanto na frente como atrás.

Mas aquilo que melhor identifica esta nova Z900RS é de facto o seu novo depósito que invoca claramente quer pelo seu formato em pingo quer pela sua decoração a famosa Z1. De acordo com a Kawasaki o quadro foi totalmente redesenhado para poder encaixar o novo depósito de 17 litros na posição ideal. A partir da colocação do depósito é que foram desenhados os outros elementos alusivos à Zi como o banco e o topo do mesmo tendo-se conseguido uma linha plana na sua conjugação que é muito do agrado dos puristas de motos vintage.

O escape é outro elemento de época mas ao contrário da Z1 que apresentava quatro ponteiras a Kawasaki optou por um 4 em 1 , com as curvas de escape e o colector numa só peça, sem mais ligações nem válvulas de escape. O acabamento do escape em aço inox é também de extrema qualidade.

A Z900 RS monta um guiador alto e largo ao estilo anos 70 que contribui para o look desportivo retro da RS. Ceca de 30 mm mais largo que a z900 e 65mm mais alto e outros 35mm mais próximos do condutor. O banco está a uns meros 835mm de altura embora exista uma opção ainda mais baixa em cerca de 35mm e mais confortável . As peseiras estão colocadas mais à frente cerca de 20mm e mais a baixo outros tantos comparativamente com a Z900.

Os manómetros estão também inspirados nos retro da Z1, são por isso redondos com um LCD multifuncional entre os dois e que indica a velocidade engrenada, odómetro, trip meters duplo , nível de combustível, consumo instantâneo e médio, temperatura do líquido de refrigeração e temperatura exterior, relógio e indicador de condução económica.

A Z900 RS inclui ainda controle de tração com dois modos e modo desligado,. No modo um menos intrusivo os cavalinhos ainda são algo permitidos com moderação mas no modo 2 a intervenção é mais drástica.

As belas jantes raiadas têm dimensão para montar uma enorme variedade de pneus desde os mais clássicos mais desportivos para uso em Track Days.

Existe ainda uma versão a ser revelada que é a também falada Café Racer e que pensamos será apenas apresentada em Milão. Os preços ainda estão por serem comunicados.

 

Pormenores

– As suspensões dianteiras são as mesmas da Z900, invertidas de 41mm, mas agora montam suportes para pinças radiais.

– A suspensão traseira ao contrário dos duplos amortecedores da Z1 monta apenas um amortecedor horizontal totalmente regulável.

– Os travões montam agora pinças radiais com discos de 300mm, com ABS e controle de tração com 2 modos e posição off.

– No escape optou-se por um 4 em 1 apesar de se terem estudado uma série de diferentes opções. O som é grave e alto.

– As luzes são agora totalmente de tecnologia LED, na frente e atrás, sendo que o farol de 17cm de diâmetro uma vez aceso a sua aparência é de um farol dos anos 70.

– O desenho da da pequena tampa posterior do banco foi obviamente inspirado no banco da Z1 assim como o próprio farol traseiro. Os LEDs apresentam uma luz sólida não segmentada semelhante às luzes de uma lâmpada tradicional.

– As jantes embora forjadas imitam no seu desenho as jantes de raios e são de belo efeito. No entanto pensamos que as verdadeiras jantes de raios poderão ser uma opção e que eventualmente a versão Café Racer as traga de origem.

 

Dados Técnicos

Motor 948cc arrefecimento líquido, 4 cilindros paralelos, DOHV, 16 válvulas

Potência 110CV às 8.500 rpm

Binário 72,6 ft/lb às 6.500 rpm

Quadro de trelissa em aço

Suspensão dianteira Invertida totalmente ajustável

Suspensão traseira amortecedor horizontal sistema back link a gás ajustável em pré carga e hidraulico

Travões dianteiros disco duplo de 300 mm com pinças flutuantes de de 4 êmbolos.

Travões traseiros dico de 250mm com pinça de um só êmbolo

Pneus Frente 120/70-176 e Trás 180/55-17

Peso 215Kg

Capacidade do depósito 17 litros

Cores Castanho candy com Laranja Candy, Sparjk Blacl Metálico, Matte green metálico com Flat Ebony

 

 

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x