Vem ai uma nova Triumph Rocket III

By on 24 Dezembro, 2018

A Triumph revelou há dias esboços oficiais de uma nova Rocket III, que supostamente será lançada ainda em 2019. O estilo é deliberadamente agressivo e algo brutal, fazendo antever prestações referenciais, e apontando em cheio ao território da Ducati Diavel.

Fala-se de mais de 180 cavalos esperados do motor triplo em linha transversal de 2,5 litros, que poderia depois ser aplicado numa gama de variantes da Rocket III.

Na conferência anual dos concessionários da marca, que teve lugar em Outubro, foi mostrada inclusivamente uma unidade de pré-produção, que foi brevemente passeada no palco para criar expetativa entre os presentes, mas espera-se que a versão final ainda possa vir a ser substancialmente diferente, até para não revelar tudo ao mesmo tempo….

Obviamente, o modelo não esteve pronto a tempo de ser exibido na EICMA de Milão deste ano, apesar de ter havido abundantes novidades do fabricante inglês noutros segmentos, e mesmo na reunião de concessionários não houve confirmação oficial do seu lançamento, no entanto espera-se que a nova Rocket III venha a aparecer ainda em 2019.

Para lá da potência, que excederia a da Divavel por alguns 20 cavalos, houve rumores do binário coisa que nunca faltou neste tipo de motores, ficar também pela ordem dos 230 Nm abaixo das 3.000 rpm – mais de 80% dos números da Diavel a regimes consideravelmente inferiores!

Sendo assim, a Rocket III iria direitinha para o topo do segmento de Cruisers da alta cilindrada, mas nem só de potência bruta viverá o modelo, já que também se fala de enormes garfos reforçados, montando pinças Brembo nos discos flutuantes de cerca de 330mm, tudo num novo tipo de jante de alumínio.

Atrás, um monobraço oscilante mantém o “look” o mais atual possível, enquanto o escape três-para-dois acaba em panelas cortadas em ângulo para um aspeto mais “custom”. O banco tem apoio traseiro para aguentar os arranques mais violentos, embora a zona destinada aos penduras mais corajosos seja minimalista. O farolim é montado na cauda da moto mas a consola da matrícula e comutadores é suportada a partir do monobraço. Estudando de perto o esboço, parece que poderá haver uma posição alternativa de montagem do banco, que seira usada com poisa-pés avançados.

As mais recentes ajudas eletrónicas também não terão sido esquecidas, com controlo de tração, ABS em curva, e vários modos de motor nos planos do fabricante britânico. Os instrumentos incluirão quase obrigatoriamente um dos novos écrans TFT com vários modos de exibir informação e coisas como conectividade Bluetooth, Google Maps e GoPro incluídas nas ligações possíveis. A iluminação será por LEDs, naturalmente, e provavelmente haverá uma ignição por chave remota, cruise control e até ajudas eletrónicas ao arranque. O mais cedo que a versão final chegará aos concessionários será pelo Verão, embora a Triumph ainda não tenha confirmado nada oficialmente.

Rocket III de 2004

A Rocket III anterior, lançada em 2004, acabou por se desdobrar em modelos Cruiser, Roadster e Cruiser, (embora no seu mercado de eleição, os EUA, tenha vendido assim-assim) pelo que é natural que até 2020 a Triumph faça o mesmo com a nova geração de Rocket III.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!