KYMCO SuperNEX – A primeira moto super desportiva e eléctrica da marca

By on 21 Novembro, 2018

No passado Salão da EICMA em Milão a KYMCO surpreendeu tudo e todos com a aposta que a vários níveis está a realizar na mobilidade eléctrica. E se por um lado vimos projectos muito interessantes de mobilidade urbana, inclusivamente de “power stations” onde podemos trocar baterias sem perder tempo, também ao nível de maior sofisticação e visão de futuro apresentaram um protótipo de moto desportiva com prestações de superbike, a Super NEX.

Dirigida a um novo segmento de mercado e alargar a sua actual gama de produtos a KYMCO dá um passo de gigante e apresenta um projecto inovador e revolucionário com o qual pretende seduzir os amantes de motos desportivas mantendo o espírito e a emoção que carregam as motos de hoje em dia com motor de explosão. Tarefa complicada que se propõe a KYMCO mas a Super NEX vem cheia de atributos para convencer os mais conservadores.

Para que a transição seja realizada de forma natural a KYMCO decidiu manter algumas das características das motos actuais na sua super desportiva elétrica nomeadamente uma caixa de 56 velocidades que permite, como nas motos a motor de explosão, escolher a melhor mudança em função da velocidade e rotação do motor e assim tirar o melhor rendimento em qualquer regime.

A KYMCO SuperNEX faz dos 0 aos 100 Kmh em 2.9 s, dos 0 aos 200 Km/h em 7.5s e ainda dos 0 aos 250Km/h em 10.9 s

A nível da electrónica a SuperNEX monta um sistema denominado FEP – Full Engagement Performance , que realiza toda a gestão do rendimento da moto no sentido de optimizar as sua prestações, actuando no controle de tração, como ABS para que as rodas não deslizem em travagens mais fortes, tudo para que o desempenho possa ser o mais adequado e seguro em todas as situações privilegiando o comportamento desportivo da SuperNEX.

A Super NEX inclui ainda quatro modos de motor que podem ser selecionados em função do regime de condução pretendido ou das condições em que rodamos. Assim podemos optar por um modo Calm, ideal para chuva ou em situações de piso escorregadio, outro Positive ou Normal, e depois os mais radicais, o Energic e o Extreme.

Já do ponto de vista emocional a KYMCO dotou o motor elétrico da SuperNEX com uma funcionalidade acústica que pode ser regulada, para mais ou menos intensidade, transmitindo assim mais emoção nas acelerações e nas sensações que se sentem relacionadas com a rotação do motor.

De protótipo, que é,  a passar a estar disponível no mercado  pode passar algum tempo e mesmo nunca se chegar a realizar, mas não restam dúvidas que as motos, tal como os automóveis, irão ter que evoluir e o protótipo KYMCO SuperNEX é uma boa mostra do que nos espera num futuro muito próximo. Para já teremos as Energica EGO a marcar o caminho na competição já a partir do próximo ano de 2019… por mais que nos custe o futuro da mobilidade elétrica está à porta e mais dia menos dia seremos obrigados a adotá-lo a todos os níveis.

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!