Designer italiano traz a icónica Galletto de volta à vida

By on 23 Julho, 2020

UMA SCOOTER ICÓNICA PRODUZIDA PELA MOTO GUZZI A PARTIR DE 1950, A GALLETTO DESTACOU-SE NA ÉPOCA PELAS SUAS GRANDES RODAS DE 17 POLEGADAS QUE CONTRASTAVAM COM A PRODUÇÃO CONTEMPORÂNEA.

A Galletto foi um verdadeiro sucesso, vendendo mais de 77.000 unidades até 1966, ano em que cessou a produção. Desde então, o modelo nunca foi revivido ou sequer teve um sucessor. Mas como este ano se comemora o seu 70º aniversário, um designer industrial nascido a poucos quilómetros da fábrica de Mandello del Lario, teve a ousadia de imaginar um conceito modernizado da Galletto.

Samuele Dell’Oro permanece no seu modelo muito fiel ao design original da Galletto, mantendo as mesmas linhas, rodas grandes e até mesmo a icónica pintura bege do modelo original.

Por outro lado, Dell’Oro fê-la evoluir com algumas evoluções na motorização, imaginando uma scooter, não elétrica, mas híbrida. Uma escolha que faz sentido já que o grupo Piaggio, dono da Moto Guzzi e Vespa, tem na sua gama um motor híbrido de 5,36 cavalos de potência para sua Vespa Elettrica X.

A parte cilística tem como base o quadro da Piaggio Beverly com, não mais rodas de 17″ como no Galletto original, mas aros de 16″ na frente e 14″ atrás.

Se for apenas um conceito fora do fabricante, o uso de plataformas existentes no grupo Piaggio poderia dar ideias à marca e tornar o projeto realidade a um custo menor.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments