Mercado – Vários fabricantes melhoraram as vendas no 3º trimestre, apesar do Covid

By on 4 Novembro, 2020

FIQUE SEGURO, ANDAR DE MOTO E SCOOTER CONVENIENTEMENTE EQUIPADO, É TAMBÉM UMA FORMA DE FICAR PROTEGIDO DO VÍRUS. ESTA MENSAGEM PARECE ESTÁ A PASSAR DE FORMA POSITIVA A NÍVEL GLOBAL, COM AS VENDAS DE VÁRIOS FABRICANTES A DAREM SINAIS DE RECUPERAÇÃO.

Não é segredo que 2020 tem sido um ano difícil para todos, incluindo para a indústria de motos. No entanto, à medida que o ano avança, há razão para um otimismo cauteloso. À medida que os relatórios de vendas do terceiro trimestre se formam, parece que alguns fabricantes ruma em contraciclo à crise trazida pelo Covid 19.

Tome-se o exemplo da Ducati. A sua principal sede em Borgo Panigale acaba de registar os seus melhores resultados do terceiro trimestre em 2020, tendo entregue um total de 14.694 motos em todo o mundo, e as vendas na China, Suíça e Alemanha nos primeiros nove meses de 2020 foram superiores ao mesmo período de 2019.

Na India, as coisas estão a correr bem para a Suzuki, Bajaj, TVS e Hero MotoCorp. A Suzuki Motorcycles India registrou um aumento de quase 15% nas vendas em relação a outubro de 2019, tendo vendido 67.225 unidades no mercado interno, com mais de 9.640 motociclos exportados.

BAJAJ DOMINAR 400

Por seu turno, a Bajaj registou um aumento de 11% nas vendas em relação ao ano anterior, tendo entregue 268.631 motos em outubro de 2020, em comparação com apenas 242.516 unidades em outubro de 2019. A TVS registrou vendas de duas rodas na ordem das 382.121 unidades em outubro de 2020, contra 308.161 unidades em outubro de 2019, outra vitória significativa nas vendas do OEM.

Assim como a Ducati, a Hero MotoCorp alcançou um recorde de vendas de veículos em outubro de 2020. Foi o primeiro mês em que vendeu 806.848 unidades em toda a história da marca. Em outubro de 2019, a Hero somente (apenas!) vendeu 599.248 unidades.

Deve-se salientar, que todos os números de Suzuki, Bajaj, TVS e Hero referem-se às suas linhas completas de veículos de duas rodas, que são compostos por motociclos e scooters.

Em sentido contrário, a Royal Enfield registou uma queda de 7% nas vendas globais em outubro de 2020, em comparação com o mesmo período de 2019. Apenas 66.891 motos das Royal Enfield foram vendidas em todo o mundo com os novos proprietários de 2020, vendendo 71.964 no mesmo período de 2019. Fala-se que um novo modelo, a esperada Meteor 350, poderá mudar essa tendência negativa.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments