NOVIDADES MOTOS ADVENTURE 2019 – OnRoad / OffRoad ( Parte 1 )

By on 3 Janeiro, 2019

O sector das motos Aventura mostra uma vitalidade nunca antes vista e o ano de 2019 vai ser palco de novos desenvolvimentos. Com uma segmentação cada vez mais alargada e com as marcas a apostarem em novos nichos de mercado, podemos perfeitamente admitir que a Aventura em duas rodas tem definidos para este ano de 2019 novos horizontes e novas protagonistas.

E o desafio começa logo de início com a decisão sobre a escolha do modelo pois torna-se necessário mais que nunca conhecer as tipologias e especificidades de cada modelo para que a escolha seja a mais acertada possível e de acordo com o nível de condução ou pilotagem do interessado e o objectivo que o mesmo à partida se propõe realizar com a sua nova moto. Desde as mais vocacionadas para largos trajectos de estrada asfaltada às mais dotadas para percursos OffRoad, o espectro de possibilidades é hoje em dia extenso e o risco de nos deslumbramos com qualquer modelo que na prática não será o recomendado para a utilização que lhe pretendemos dar, aumenta exponencialmente.

Motos Aventura On-Off Novidades 2019

Aquelas com capacidade de enfrentar qualquer terreno, cómodas no asfalto e aptas para rodar fora de estrada em caminhos e estradões de terra. As novidades 2019 estão aí e novos segmentos vão surgir com modelos que pretendem revolucionar o sector e proporcionar mais aventuras e mais emoções. Vamos conhecê-los…

Benelli TRK 502 X ( Ficha técnica )

Depois do sucesso com lançamento no ano de 2017 da versão TRK 502 chega este ano a versão X com claras pretensões de ser uma versão mais polivalente e com maior aptidão OffRoad. Com jante 19” na dianteira, escape elevado na lateral direita com ponteira redesenhada e de belo efeito estético, suspensões de igual curso mas ligeiramente mais brandas para proporcionar maior amortecimento for a de estrada a TRK 502 X aparenta ser uma moto de maior cilindrada e quase rivaliza com os modelos do escalão acima. Com o mesmo motor bicilíndrico de 499,6 cc e 47,6 cv às 8.500 rpm, a debitar um binário max. de 45 Nm às 5.000 rpm e DOHC com 8 válvulas, a TRK 502 X tem uma autonomia de cerca de cerca de 500 Kms graças ao seu depósito de 20 litros e um consumo médio de 3,9L/100Km. O seu PVP de 6.480 eur e a possibilidade de condução com carta A2 tornam-na numa solução acessível para quem pretenda iniciar-se nas viagens aventura e também para uma utilização diária graças à sua polivalência e fácil condução.

BMW F 850 GS e F 750 GS ( Ficha Técnica )

Não sendo propriamente novidade 2019, as versões F 850 GS e a F 750 GS evoluíram em relação aos modelos anteriores 800/700 sobretudo na 850 GS que vem com uma capacidade OffRoad reforçada para 2019 enquanto que a versão 750 GS mantém características mais asfálticas. Uma das evoluções introduzidas em ambas as versões foi a inclusão de eixos de equilíbrio que reduzem a vibração do motor e uma cambota a 270º ( em vez dos anteriores 360º ) que confere um funcionamento ao motor do tipo V-Twin. Na versão 850 GS o aumento de 55cc na sua cilindrada em relação ao modelo anterior melhora os seus consumos, o rendimento e resposta. O motor debita agora 95cv às 8.250 rpm com um binário máximo de 92 Nm às 6.250 rpm.

Pormenores como o depósito que volta a estar no seu lugar original depois de nos últimos modelos se situar debaixo do banco e o escape que passa a estar elevado do lado direito e não do esquerdo. Na BMW F 850 GS os faróis são agora de tecnologia LED e com a opção de luzes diurnas. O painel de informação TFT a cores é também um opcional disponível.

A nova 850 GS inclui ainda em opção muitas das funcionalidades introduzidas nos modelos topo de gama da marca, tal como as luzes de travagem de emergência, possibilidade de chamada eCall em caso de emergência, chave inteligente, caixa Quickshift, opção de suspensões electrónicas etc… Vem de série com dois mapas de motor, Rain e Road, para além daqueles que em opção no pack Pro estão também disponíveis; Dynamic, Enduro e Enduro Pro.

BMW F 850 GS Adventure

Apresentada em Milão durante a EICMA a esperada versão Adventure da BMW F 850 GS para 2019 aumenta a capacidades da sua versão normal sobretudo na autonomia graças a um maior depósito de combustível, agora de 23 litros comparativamente com o de 15 litros da versão normal que segunda a marca permite rodar cerca de 550 Kms sem abastecer.

Com uma estética própria bem desenhada e equilibrada que parece fazer desaparecer a volumetria do seu maior depósito de combustível e Adventure transmite uma imagem de maior desportividade. Com maior proteção aerodinâmica que a sua irmã normal, que de origem vem algo curta nesta matéria, a Adventure inclui também proteções muito úteis de mãos. A versão Adventure da 850 GS vem também mais preparada para uma condução for a de estrada pois inclui suspensões com um curso de 230mm comparativamente aos 204mm da versão normal e o amortecedor traseiro é também regulável em pré-carga e tem 215mm de curso. Com um guiador mais alto que facilita a condução em pé e um assento que passa a estar nos 875mm ( 815mm na versão normal ) a 850 GS Adventure inclui peseiras do tipo Enduro e proteções laterais de motor com barras.

Com o mesmo motor da versão normal que debita 95cv, as opções para a 850 Adventure são também inúmeras, desde as suspensões electrónicas ao painel TFT a cores com sistemas de ligação nomeadamente a de chamada de emergência eCall. A nova BMW F 850 GS está disponível em duas cores; Exclusive e Rallye.

BMW R 1250 GS

Evolução da anterior 1200 GS sobretudo na sua nova motorização boxer de distribuição variável acompanhado por uma maior sofisticação ao nível da electrónica. A nova GS topo de gama vem mais uma vez consolidar o sucesso repetido pelas versões anteriores que ao longo dos anos têm estabelecido a sigla GS como a referência em matéria de motos Aventura.

O novo motor de 1.254cc ( antes era de 1.170cc ) atinge agora os 136CV de potência às 7.750 rpm ( mais 7% que a versão anterior ) e um binário máximo de 143Nm às 6.250 rpm ( 14% mais do que na versão anterior ) passando a ser o motor Boxer mais potente da história da marca bávara. Paralelamente foi desenvolvido um novo sistema de distribuição variável que se apelidou de ShiftCam.

Com esta evolução técnica conseguiu-se melhores consumos, melhor funcionamento e resposta do motor sobretudo desde as mais baixas rotações. A abertura variável das válvulas faz com que a gestão do motor seja sempre a adequada em função das suas necessidades de rendimento. Também foi melhorado o sistema de lubrificação interno do motor assim como introduzidos na admissão injectores duplos por cilindro e um sistema de escape inteiramente redesenhado.

A nova BMW R 1250 vem equipada com suspensões Sachs e travões Brembo, mantendo-se a dimensão da roda dianteira de 19” tal como na versão anterior e uma sistema de suspensão Telelever da BMW com barras de 37mm. Na traseira o sistema é o habitual Paralever com monobraço oscilante que por sua vez inclui a transmissão final que é realizada por cardan.

Uma das novidades introduzidas como opção foi o sistema dinâmico de travagem DBC que evita a acção involuntária do acelerador no caso de travagens bruscas ou repentinas transferindo para o travão traseiro parte da pressão realizada para manter um maior equilíbrio global da moto.

BMW R 1250 GS Adventure 2019

A versão mais aventureira da nova 1250 GS conta com toda a tecnologia desenvolvida para a versão normal, com destaque para o motor de maior cilindrada e potência e também a introdução da tecnologia ShiftCam para além de um novo sistema “Anti-Knock” que detecta a situações de auto-detonação no motor e altera os parâmetros da ignição para evitar falhas na combustão, podendo assim utilizar gasolinas de baixas octanas , realidade normal em países menos desenvolvidos por onde a moto venha a circular. A distribuição passou a ser feita por corrente e o sistema de lubrificação na base dos cilindros foi também melhorado.

A versão standard da 1250 Adventure vem equipada com novas funcionalidades electrónicas nomeadamente o sistema ASC de controlo automático de estabilidade em subidas íngremes. Os modos de condução Pro e o controle de tração DTC . A nível da travagem conta com ABS Pro e sistema DBC de assistência dinâmica à travagem.

A nova BMW R 1250 GS Adventure de 2019 conta ainda com painel de informação de 6.5”, ligação a smartphones e sistema de chamada de emergência eCall para além de estar equipada com Luz Diurna Full LED. Vai estar disponível em 3 cores; a Ice Grey, a Grey Metallic Matte e a cor Adventure HP.

A versão Adventure da 1250 GS é a moto mais Aventureira da marca alemã e a mais dotada para viagens de todo o tipo com capacidades OffRoad acrescidas e superiores ao normal neste segmento. Uma moto exigente porém que não deixa de ser das mais vendidas juntamente com a sua versão normal.

Ducati MultiStrada 1260 Enduro de 2019 ( Ficha Técnica )

Com esta nova versão 1260 Enduro a Ducati deixa claro que está mais do que preparada para disputar a liderança bávara no segmento das maxitrail aventureiras. A nova versão 1260 Enduro vem ainda mais preparada para enfrentar qualquer desafio fora de estrada que a sua versão anterior 1200.

Com um novo motor Testastreta de 1.262cc , o mesmo que equipa as Multistrada asfálticas, que se caracteriza essencialmente pela sua distribuição variável na distribuição e na embraiagem.

Com nova electrónica incorporada a Multistrada 1260 Enduro inclui modos de motor, controle de tração DTC, sistema de assistência em declives VHC, ABS em curva, sistema de controle de cavalinhos DWC, suspensões activas DSS e quickshifter com passagem de caixa automática nas dias direções.

O quadro com acabamento em negro é um clássico multi-tubular em aço e o braço oscilante é em alumínio com amortecedor Sachs com 200mm de curso. As suspensões dianteiras são também Sachs com barras de 48mm e igualmente com 200mm de curso. Os travões recorrem a disco duplo dianteiro de 320mm com pinças Brembo e disco único traseiro de 265mm.

As rodas são raiadas com a dimensão de 19” na dianteira e de 17” na traseira e montam pneus Pirelli Scorpion Rally. O depósito de combustível tem capacidade para 30 litros de combustível que garantem uma autonomia de cerca de 450 Kms.

Honda CB 500 X de 2019 ( Ficha Técnica )

A honda apresentou em Milão uma nova gama de motos com motorização de 500cc onde se destacava a nova CB 500 X versão 2019 onde para além da estética renovada houve a preocupação de dotar a nova aventureira Honda de maior desempenho OffRoad com, entre outras evoluções, a adopção de uma roda dianteira de 19”.

Com inspiração clara na Africa Twin a nova CB 500 X o depósito está agora mais integrado nos painéis laterais e as linhas parecem fluir melhor entre a dianteira e a traseira da nova pequena Trail. Com melhoras aerodinâmicas referidas pela marca na sua apresentação em Milão a nova CB 500 X monta um assento bem mais estreito que o anterior que permite apesar da sua maior altura chegar bem com os pés o chão. Com um novo guiador e uma maior brécagem a CB 500 X vem mais ágil e manobrável.

A nível das suas suspensões e para dotar a CB 500 X de maior capacidade OffRoad foi aumentado o seu curso em 10mm num total de 150mm na dianteira e 135mm na traseira. A suspensão traseira é assegurada por novo mono-amortecedor ajustável em pré-carga.

O motor bicilíndrico mantém a mesma potência de 47CV mas aumentou o seu binário em baixas e médias em cerca de 4% graças a um melhor ajuste da admissão, distribuição e escap. Este último monta uma nova ponteira de dupla saída. A embraiagem é agora deslizante.

A CB 500 X de 2019 incorpora agora um novo painel de informação LCD e além dos faróis também os piscas passarama ser de tecnologia LED. A CB 500 X pode ser conduzida com carta A2 e está disponível nas cores: Grand Prix RED, BLACK Matt com BLACK Metallic e Pearl WHITE.

Kawasaki Versys 1000 e Versys 1000 SE de 2019 ( Ficha Técnica )

Embora de cariz mais OnRoad a nova Versys 1000 é uma referência incontornável para 2019 sendo uma opção bastante competitiva considerando todos os melhoramentos que a mesma sofreu para este ano e a inclusão de uma versão de topo, a SE, com um nível de equipamento superior e melhor electrónica.

Com o mesmo motor de 4 cilindros em linha de 1.043cc e 120CV de potência a versão de 2019 vem agora com um ajuste que garante um maior binário a baixas e médias rotações sem perder as características de um motor de 4 cilindros a alta rotação. No entanto as principais alterações para 2019 estão contempladas na electrónica que a Versys inclui: Acelerador Ride by Wire e cruise control; Embraiagem deslizante assistida; Sistema inteligente de travagem da Kawasaki KIBS; Sistema inteligente anti-bloqueio; Sistema de gestão da moto em curva; Sistema de monitorização através de IMU Bosch que permite ao Sistema KCMF ajustar as diferentes variáveis do motor e do chassis em curva; Controle de Tracção KTRC e 2 Modos de Potência, um “Full Power” e outro “ Low Power” de potência reduzida.

A ciclística também evoluíu com a introdução de novas pinças de travão radiais e discos de 310mm, suspensões de maior curso e jantes mais leves. Conta ainda com vidro pára-brisas ajustável manualmente a partir da posição do condutor e a possibilidade de eleger entre dois assentos, uma versão “Confort” e outra mais baixa para utilizadores de menor estatura. A versão 2019 conta ainda com duplo farol LED na dianteira e um quadro reforçado mais resistente.

A nível de instrumentação a nova Versys 1000 conta com um tacómetro analógico e um painel LCD digital e inclui uma tomada de corrente USB para carregamento de dispositivos electrónicos.

A versão mais equipada da Versys 1000 designada por SE vem com electrónica ainda mais sofisticada e incorpora alguns extras opcionais na versão normal como as proteções de mãos, pintura de alta duração e auto-regenerativa e caixa QuickShift.

A versão SE inclui ainda de série Modos de condução integrados Desportivo, Estrada, Chuva e Manual, KTRC, Potência e KECS, Luzes auxiliares direcionais LED, Painel de informação TFT a cores com ligação via Bluetooth a Smartphones, punhos aquecidos, Pára-brisas de maior dimensão e ajustável manualmente.

A Versys 1000 está disponível na cor Pearl White com Metallic Black e na cor Candy Orange com Metallic Black. A Versão SE esyá disponível nas cores Emerald Green com Pearl Gray e Metallic Black com Pearl White.

KTM 790 Adventure R e S ( Ficha Técnica )

A KTM 790 Adventure é uma das motos Aventura mais espectaculares e aguardadas em 2019 sobretudo pela sua polivalência e pelas suas qualidades OffRoad na sua versão R e a mais polivalente e estradista versão S.

A nova 790 Adventure R, conjuntamente com a Yamaha Ténéré 700, vêm estabelecer um novo segmento de motos aventura pois combinam a leveza de uma moto de Enduro com a potência, autonomia e conforto em viagem de uma Maxitrail . Uma moto totalmente concebida de raiz para Aventuras OffRoad mas que oferece o nível de conforto necessário para podermos rodar confortavelmente em estrada durante muitos Kms garantindo assim uma total autonomia.

Com o seu motor bicilíndrico de 799cc ( o da 790 Duke ) a debitar 95cv de potência máxima às 8.000 rpm e um binário de 88 Nm às 6600 rpm, ajustado para ganhar suavidade e tração fora de estrada. A nova 790 Adventure vem também cheia de “argumentos” electrónicos para além da sua sofisticada ciclística.

O sistema de acelerador electrónico Ride by Wire permite disponibilizar vários modos de motor; Street, OffRoad, Rain e Rally ( este ultimo só na versão R ), todos incluídos de série. Disponível também de série é o controle de tração MTC e o ABS em curva. O painel de informação é um sofisticado TFT a cores de 5” que pode ser configurado manualmente e tem ligação via bluetooth com um smartphone utilizando a aplicação KTM My Ride.

Com um desenho de quadro que transmite dinâmica e agilidade associado a um motor que tem função de reforço estrutural pela sua fixação auto-portante ao chassi realidade que permite reduzir peso e aumentar a agilidade. O depósito de 20 litros está colocado numa posição o mais baixa possível para diminuir o centro de gravidade e centralizar ao máximo as massas, garantindo pela sua capacidade uma autonomia que de acordo com a marca chega aos 450 Kms.

Com rodas de raios de 21” à frente e 18” atrás , em ambas as versões S e R e suspensões WP XPLOR com 240mm de curso à frente e atrás ( 200mm na versão S ) a 790 Adventure R monta travões Brembo com duplo disco na dianteira de 320mm e pinças de 4 pistons e disco traseiro de 260mm com pinça de dois pistons.

A KTM 790 Adventure parece reunir o melhor dos dois mundos e irá certamente estabelecer novos parâmetros quanto à moto Aventura “ideal “.

SUZUKI V-Strom 650 XT e V-Strom 1000 XT

A Suzuki decidiu para 2019 criar uma série especial das suas já veteranas V-Strom 650 e V-Strom 1000 que apelidou de XT e as quais dotou de uma maior capacidade de enfrentar percursos OffRoad mantendo no entanto roda de 19” na dianteira em ambas as versões e neste caso com jantes raiadas.

A Suzuki V-Strom 650 vai já na sua 3ª geração desde o seu lançamento em 2004 tendo, por inspiração na sua irmã maior, sofrido uma evolução mais séria em 2017. Ambas versões foram actualizadas agora para 2019 com esta nova versão XT que inclui ABS de última geração que actua também em curva.

As duas versões XT incorporam 3 níveis de controle de tração, sendo uma delas em modo desligado. As duas versões incluem também um sistema de controle de aceleração a baixa velocidade “ Low RPM Assist” que compensa eventualmente a pouca aceleração num determinado regime para que a progressão seja a mais suave possível. Ambas montam também um sistema extra de arranque fácil que basta pressionar uma só vez o botão do motor de arranque para que a moto se coloque em funcionamento sem ter que manter a pressão extra no botão.

Na V-Strom 1000 xt a altura do pára-brisas é regulável e a quilha é de série . Ambas montam um típico ” bico de pato” dianteiro de inspiração na DR BIG dos anos 80. O motor é um bicilíndrico em V a 90º em ambas as versões de DOHC com 8 válvulas, 4 por cilindro de 1.037cc e 645cc respectivamente. As potências variam entre os 100CV para a versão 1000 e os 70 CV para a versão 650. Ambas montam caixa de 6 velocidades e injecção electrónica.

O Quadro de dupla trave em alumínio é comum aos dois modelos assim como o braço oscilante também no mesmo material. Em ambas versões houve um estreitamento da parte central junto ao início do assento para facilitar a colocação dos pés no chão. As alturas dos respectivos assentos varia entre os 850mm e os 830mm na 1000 e na 650 respectivamente.

Na V-Strom 1000 xt encontramos um sistema denominado Motion Track Brake System que funciona controlado por uma unidade de inércia e que mede constantemente a posição da moto nos seus vários eixos. A informação é depois analisada em função da velocidade de ambas as rodas fazendo actuar o ABS da forma mais segura para cada situação.

As suspensões dianteiras são telescópicas convencionais de 43mm na V-Strom 650 xt e invertidas na V-Strom 1000. Na suspensão traseira monta um mono-amortecedor não regulável. Os travões dianteiros montam discos duplos de 310mm e traseiro de 260mm em ambas. A distância entre eixos da versão 1000 é de 1.560 mm e da 650 são 1.555 mm. O peso difere apenas em 8 Kg com 216Kg e 228Kg respectivamente. O depósito de combustível é comum e tem a capacidade de 20 litros.

Yamaha Ténéré 700 ( Ficha Técnica )

A Yamaha Ténéré 700 é uma moto compacta, com um quadro e uma ciclística totalmente desenhada para esta moto e com o objectivo de a dotar de uma enorme capacidade offroad embora sem esquecer o factor comodidade que se espera e exige numa moto feita para enfrentarmos longas viagens de aventura.

O seu estilo é claramente o de uma moto de Rally, com um frontal que não deixa dúvidas a esse respeito e que integra 4 faróis LED e um écran suficientemente alto para proteger o painel de informação e todo o equipamento que se decida montar para navegação e orientação. O motor da Ténéré, o mesmo que já conhecemos de outros modelos da marca, a MT-o7 ou a Tracer 700, um bicilíndrico paralelo de 689cc que debita no caso da Ténéré 72,4 cv.

A Téneré 700 monta suspensões invertidas com baínhas de 43mm, resistente à torsão e aos impactos do offroad e com um curso de moto de enduro de 210mm. Atrás monta mono amortecedor com braço oscilante em alumínio e um curso de 200mm. A travagem está assegurada por duplo disco de 282mm na dianteira e um disco único de 245mm na traseira, ambos assistidos por ABS que é desligável.

As jantes são de raios, de 21” à frente e de 18” atrás e montam pneus de piso misto Pirelli Scorpion Rally STR. O depósito de combustível tem capacidade para 16 litros o que confere uma autonomia de cerca de 350 Kms à Ténéré 700.

A Ténéré 700 está disponível em 3 cores: Ceramic Ice ( azul ), Competition White ( branca ) e Power Black ( preta ). O PVP é para já desconhecido mas será anunciado em brave.

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!