MotoGP, Enea Bastianini e a troca de chefe de equipa: “Vai ser difícil no início”

By on 8 Novembro, 2022
MotoGP, Enea Bastianini e a troca de chefe de equipa: “Vai ser difícil no início” thumbnail

Enea Bastianini está a dar início à sua aventura na equipa de fábrica da Ducati, com uma troca ao nível do chefe de equipa. Com a saída de Alberto Giribuola para a KTM, será Marco Rigamonti a trabalhar com o piloto italiano. Bastianini reconhece que a relação com Giribuola era boa, mas espera desenvolver uma boa relação com Rigamonti.

“Com toda a minha equipa, a relação é muito boa. Mas com o Alby, é muito forte. No próximo ano, na equipa de fábrica, o espírito também vai ser muito bom, mas o Alby não vem comigo. O Dario [Massarin, engenheiro de dados] vem e acho que podemos fazer um bom trabalho, especialmente com o meu novo chefe de equipa, o Riga. Estou entusiasmado para o próximo ano”, disse, na altura do Grande Prémio do Japão.

“O Marco é uma pessoa muito boa e um bom engenheiro. Acho que podemos fazer um grande trabalho juntos desde o início. O teste de Valência vai ser crucial para trazer logo alguma confiança para mim e para ele. Não temos grande relação nesta altura, porque estivemos em duas boxes diferentes. Não o vi muitas vezes, no inverno vamos ter algumas reuniões antes da nova época. Com o Alby, a relação é muito boa, e com o Riga no início vai ser difícil. Acho que o trabalho dentro da equipa de fábrica vai ser diferente, em comparação com a Gresini, mas vamos dar 100% para estarmos totalmente concentrados”, referiu.

You must be logged in to post a comment Login