ENERGICA EVA vestida ao estilo ArtRetro – Uma preparação DeBolex

By on 14 Fevereiro, 2019

Deveras impressionante esta preparação retro da eléctrica Energica EVA realizada pelas mãos dos magos da DeBolex que já anteriormente tinhamos conhecido com a sua também deslumbrante MT-10 McLaren Orange.

Gareth Maxwell Roberts é o director do filme que irá passar no Lisbon Motorcycle Film Festival com o título “Oil in the Blood” e foi precisamente este senhor que iniciou este projecto desafiando a DeBolex para o concretizar.

Gareth contratou os especialistas Calum Price-Tidd e Des Francis, artistas magníficos reconhecidos pelos seus magníficos trabalhos artesanais anteriores, para desenvolver esta belíssima preparação retro sobre base Energica EVA, modelo da marca que fornece as motos para o Mundial de MotoE.

Sobre uma base muito interessante em matéria de desempenho dinâmico, a Energica EVA tem cerca de 145 CV de potência mas com um impressionante binário de 200Nm e uma autonomia já considerável de 200 Km, o trabalho de customização acabou por incidir sobretudo na estética final retro que se pretendia obter.

Durante dois meses Calum Price e Des Francis trabalharam sobre o desenvolvimento do projecto Energica EVA. A partir da moto despida dos seus componentess externos, ambos trabalharam de inicio na produção da carenagem totalmente fabricada em alumínio e de forma tradicional e artesanal.

Um dos problemas com que se defrontaram era o da localização das baterias que foram soberbamente escondidas ao longo das linhas idealizadas para as novas carenagens retro da Energica EVA. Outra realidade que foi sabiamente conseguida foi a da integração do sistema de arrefecimento das baterias no design da moto. O controle de potência passou a estar colocado atrás do novo “depósito” e a unidade de carregamento foi colocada debaixo da baquet.

Os acabamentos são sempre um must da DeBolex que faz questão de tratar dos mais pequenos pormenores com uma enorme atenção. O assento está obviamente forrado a alcantara e alguns elementos como peseiras e depósitos de líquido de travões foram substituídos por outros componentes da marca Rizoma.

O amortecedor traseiro é agora da marca Maxton RT10 e as jantes foram também substituídas por outras da Dymag modelo UP7X onde se montaram pneus Pirelli Diablo Supercorsa. Os travões foram também melhorados com pinças e discos da Brembo e manetes da Magura.

A pintura é belíssima em tons de cinza e cinza azulado com prata e branco, uma combinação clássica que resulta de forma magnífica reforçando o estilo “Art Retro”.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!