Ensaio: BMW R1200GS Rallye de 2017 – Uma verdadeira Todo o Terreno

By on 25 Março, 2017

 

 Primeiro Impacto

Este ano a BMW decidiu ir mais além e em vez de ter apenas um modelo, permitindo depois que cada cliente o pudesse personalizar de acordo com os seus critérios e as opções disponíveis,  preferiu logo à partida ter duas possibilidades, uma mais dentro do que a GS tem vindo a ser, uma Adventure Tourer, polivalente e mais estradista, a versão Exclusive, e outra mais orientada ao “Todo o Terreno”, a versão Rallye que, apesar dos seus quase 250 Kg, a designação “Rallye” acaba por fazer justiça e descrever com precisão as suas capacidades dinâmicas fora de estrada, aliás como viemos a comprovar neste ensaio.

BMW_rallye01

Sem sombra de dúvida que do ponto de vista estético a GS Rallye sai fora do look tradicional e mais conservador a que estamos habituados a ver nas BMW GS e recorda-nos de imediato a fantástica Enduro HP2 boxer que a BMW lançou há uns anos atrás e da qual foram produzidas apenas 1000 unidades.

BMW_rally06

Quem for adepto do todo terreno é imediatamente surpreendido pela vocação estética TT que a GS Rallye apresenta logo à primeira vista. Pneus de tacos, banco corrido de enduro monolugar, pintura e grafismo mais ao estilo TT, peseiras de enduro, guiador largo e posição chegada à frente, vidro baixo e look TT agressivo e não habitual numa GS.

BMW_rally07

A estética da moto está muito bem conseguida e a adopção do azul “Lupin” metálico em vários elementos, nomeadamente no próprio quadro, dá-lhe o aspecto desportivo que sempre marcou as BMW de competição.

A GS Rallye enquadra-se totalmente e mais do que nunca no espírito aventureiro que marcou uma época de vitórias no Paris Dakar que nos anos 80, pilotadas por Gaston Rahier, fizeram história.

A GS Rallye incorpora uma série de componentes especialmente desenhados e desenvolvidos para melhorar a sua performance fora de estrada, banco, suspensões, transmissão, motor, que foi submetido a uma intervenção por parte dos seus engenheiros para estar de acordo com a norma Euro4, mas também a nível da electrónica como veremos mais adiante. A estética já a referimos está fantástica, muito bem conseguida, com elementos perfeitamente adaptados ao TT, guarda lamas da frente alto, banco estreito ao nível das pernas para facilitar a condução em pé, um perfil na frente estreito e fechado para evitar embrulhar-se em ramos de arbustos em percursos mais estreitos, enfim, na minha perspectiva e mesmo não sendo uma verdadeira moto de Enduro, digamos que é uma GS endurista por excelência e apta mais do que nunca a fazer jus ao statement de que uma GS nos leva a qualquer lugar e se pode fazer quase tudo.

BMW_Rallye02

Test Drive

É com algum entusiasmo e expectativa que fomos testar esta nova GS Rallye pois a análise sucinta que já tinhas realizado às suas características e sobre as quais já tivemos oportunidade de nos pronunciar anteriormente aqui no Motosport, deixaram-nos com uma enorme curiosidade sobre o seu desempenho e funcionalidade.

TT e Enduro com uma mota com quase 250 Kg à partida é logo um desafio. Não a quisemos testar ao limite pois para além da nossa integridade física não queríamos de forma alguma correr o risco de danificar a maravilhosa Rallye.

IMG_1147

A versão que a BMW Portugal nos disponibilizou já tinha uma série opções incluídas e uma dos que nos chamou a atenção logo de seguida foi o Keyless System ou seja não é necessária chave, ou por outra a chave fica no nosso bolso e a ignição é acionada por proximidade, como habitualmente já vemos em alguns carros. Para arrancar a GS basta então premir um botão colocado no local onde normalmente se situa a fechadura da ignição e esse mesmo botão serve também para desligar a moto e, deixando o mesmo pressionado durante cerca de 3 segundos, com a direcção encosta à esquerda, aciona o tranca direcção. Muito prática sem dúvida esta funcionalidade.

BMW_rallye04

A GS Rallye, entre outras opções, montava também uma ponteira Akrapovic, que assim que arrancámos o motor Boxer deixou bem clara a sua capacidade vocal e personalidade. Um roncar deveras inspirador. Afinal estamos mesmo numa moto de enduro, pensei eu.

Olhando para o mostrador digital tentei, de uma forma intuitiva e sem instruções prévias, perceber as opções existentes. Modos de motor coloquei no normal Rain para já e ABS Road pois estava de chuva e toda ajuda de início fica justificada e é bem vinda.

Perfeitamente encaixado na GS, numa posição bastante confortável, com os pés bem assentes no chão, braços ligeiramente fletidos, não muito altos e pés numa posição natural nas peseiras, largas e em metal com dentes que reforçam a aderência das nossas botas à mesma, um elemento opcional mais vocacionado para o Enduro.

Com Quickshift de origem, chamado de “Gear Assist Pro” as passagens de caixa nesta GS são fáceis e precisas, mas a terem que ser feitas com alguma determinação.

A GS Rallye montava pneus de tacos da Continental, modelo Twinduro, 170 atrás e 120 à frente que revelaram uma aderência bastante aceitável em asfalto seco também, embora em piso molhado tenham deixado algo a desejar.

Vidro regulável manualmente e algo curto para percursos mais longos, já que oferece pouca proteção. Outra opção que montava a Rallye eram os punhos aquecidos, realidade que se revelou muito útil considerando os 8 graus que faziam na manhã de “primavera” quando fui levantar a mota.

 

BMW_rallye08

 

O Motor

 O fantástico motor boxer de dois cilindros não sofreu práticamente nenhuma evolução a não ser ao nível do catalizador para fazer face ás novas limitações impostas pelo Euro 4, e os seus 125Cv oferecem um imenso torque a baixa rotação, que combinado com um sistema de controle de tração efectivo, aportam todas as credenciais necessárias para transpôr de forma simples e segura qualquer obstáculo que encontremos nas estradas ou nas pistas de todo terreno. Caixa de seis velocidades, embraiagem deslizante e quickshift, garantem uma utilização ótima de todo o seu potencial.

 

Adaptação e condução

Na versão normal da Rallye apenas temos opção de selecionar os modos Rain e Road. No entanto existe em opção uma versão “Ridind Modes Pro”, já incluída na versão que testámos, que permite também a possibilidade dos modos Enduro e Enduro Pro, Dynamic e Dynamic Plus Pro.

Como opção existe ainda a possibilidade de incluir suspensão electrónica semi-activa chamada de Dynamic ESA que permite a adaptação automática da suspensão, independentemente do peso que lhe seja colocado e em função do modo que selecionarmos.

Se selecionarmos por exemplo o modo “Enduro” imediatamente o controle de tração, a aceleração, a suspensão e o ABS ficam em modo Off Road. A GS Rallye Sport inclui ainda o sistema de Quick Shift “ Gear Assist Pro”, que em condução em pé facilita muitíssimo a passagem de caixa, sem termos que acionar a embraiagem.

 

BMW_rally10

No modo Enduro Pro a suspensão garante agora um curso superior e um funcionamento muito efectivo, em terrenos com muitas irregularidades, absorvendo raízes e pedras com enorme facilidade, fazendo parecer que a BMW GS Rallye é uma moto muito mais ágil do que os seus 250Kg à partida podem aparentar.

A GS Rallye e sobretudo a sua versão Sport, colocam-se num patamar diferente do habitual e irão certamente agradar aos amantes do TT e dos grandes espaços e pistas fora de estrada.

BMW-R-1200-GS-Rallye-13

Qualidade

Quando achamos que é impossível ir mais além num produto já tão sofisticado como a GS de 2016 eis que os engenheiros da BMW nos voltam a surpreender, agora com uma evolução fantástica e uma opção verdadeiramente TT e um comportamento for a de estrada que seria impensável para uma moto da dimensão e peso da GS.

Graças à electrónica e às novas suspensões semi-activas, que permitem fazer uma gestão da pilotagem em todo o terreno absolutamente irreprensível, é-nos agora permitido levar a GS por caminhos anteriormente impensáveis.

A qualidade BMW está patente em todos os seus elementos reforçada por uma garantia de 2 anos. A cor única da GS Rallye resulta fantástica e totalmente de acordo com o seu cariz endurista sendo que a combinação entre os tons metálicos, o azul “Lupin” e os apontamentos em vermelho acentuam o seu look desportivo.

BMW-R-1200-GS-Rallye-20

 

Equipamento e Opções

 A BMW R1200GS Rallye tem uma série de opções em catálogo para a poderem personalizar de acordo com o gosto de cada um e os objectivos da sua utilização.

Screen Shot 2017-03-25 at 17.33.48

BMW-R-1200-GS-Rallye-10

Screen Shot 2017-03-25 at 17.39.24

Modelos e cores 

BMW_GS_Rallye_Lupin

BMW R1200 GS Rallye – Cor única Azul “Lupin”

Concorrência

 No segmento das Big Adventure Tourers Enduro :

KTM 1290 Super Adventure R 2017Screen Shot 2017-03-25 at 17.50.32

Ducati Multistrada EnduroScreen Shot 2017-03-25 at 17.50.54

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!