ENSAIO MINI SCRAMBLER DA FK MOTORS – UMA MOTO PARA LEVAR DE FÉRIAS

By on 25 Julho, 2019

Como estamos em tempo de férias decidimos ir à procura de uma moto que pudesse simbolizar esta época do ano, que fosse descontraída e alegre, e que pudesse ser boa companheira neste tempo de lazer e descompressão.

A Mini Scrambler da FK Motors, marca recentemente introduzida no nosso mercado pela Salgados Moto, pareceu-nos reunir precisamente essas características, a de uma moto divertida, fácil de conduzir, versátil e capaz de enfrentar todo tipo de estradas e caminhos, seja no campo, seja na praia e poder ir ainda ao café, comprar o jornal, ou comprar o pão fresco no padeiro da esquina.

A Mini Scrambler da FK Motors faz-nos lembrar as mini trails dos anos 70 ou as Suzuki Van Van de roda larga que também nessa altura as apelidavam de “sand bikes” pois a sua roda traseira de grandes dimensões permitia-lhes rodar com facilidade sobre a areia solta das praias. A Mini Scrambler da FK reune um pouco de todos esses conceitos e no qual soube também introduzir a actual tendência de motos neo-clássicas, neste caso o conceito “Scrambler”.

No entanto o conceito “Scrambler” manifesta-se de forma contida em apenas alguns dos seus elementos e características, por exemplo no acabamento do assento em castanho, forrado em pele com pespontos em losângulo, ou eventualmente no piso misto dos seus pneus, já que em tudo o resto parece-nos uma moto de design moderno e agressivo, mais em linha com uma moderna Streetfighter do que uma neo-clássica Scrambler.

Mas verdade seja dita que a sua estética é impactante e a mistura de estilos acaba por criar uma imagem própria equilibrada e atractiva. Que o digam os muitos curiosos que durante estes dias se acercavam a perguntar que moto era aquela, permanecendo muitas vezes ao lado da mesma a tirar-lhe “as medidas “.

A pequena Scrambler estará mais dirigida a um target de mercado dos utilizadores mais jovens, quer pela sua dimensão quer pelo seu estilo e características. Já tinhamos ensaiado antes a sua irmã mais alta, a Streetfighter, ambas com motor de 125cc, no entanto achámos que havia diferenças de comportamento entre as duas motorizações.

A potência do pequeno monocilíndrico de 124,9cc a 4 tempos e de acordo com o fabricante mantém-se nos 10,6 CV às 7.500 rpm e o seu binário máximo é de 9,6Nm às 5500 rpm. O motor atinge com facilidade a rotação máxima devido a uma caixa curta o que obriga a utilização da mesma frequentemente. A primeira velocidade é realmente curta e muitas vezes damos por nós a arrancar em 2ª para tornar o arranque mais suave e progressivo. A caixa na Mini Scrambler é dura e pouco precisa a obrigar afinco e precisão à hora de mudar de velocidade. Digamos que este é o ponto fraco da Mini Scrambler compensado pela boa ciclística que a mesma apresenta.

A rodar e esquecendo a caixa a Mini Scrambler mostra-se estável e muito precisa em curva apesar da pequena dimensão das suas rodas de apenas 12” e ao piso misto dos seus pneus. Confortável e com uma posição agradável, até mesmo no meu caso que tenho 1,80, a Mini Scrambler é uma moto muito divertida de conduzir, fácil de manobrar, ágil e precisa a colocar em curva.

As suspensões dianteiras são do tipo invertidas e têm um bom desempenho, revelando um bom compromisso na sua afinação, mas a acusar os seus limites quando rodamos com pendura, sobretudo o mono-amortecedor traseiro. A travagem é eficiente para uma moto destas características e monta dois discos, um na frente de 220mm e outro traseiro de 190mm.

Os faróis são de tecnologia LED e incluem luz de circulação diurna. Sobre o farol dianteiro de desenho moderno está colocado um pequeno defletor de vento que protege um também pequeno painel digital de informação. O painel digital contém toda a informação necessária, inclusivamente de nível de combustível e de mudança engrenada mas a sua leitura é dificultada pela pouca intensidade luminosa que tem de dia dificultando enormemente a sua leitura.

Outro pormenor que destaca a a Mini Scrambler da FK Motors é o facto de a ignição ser do tipo “Keyless” ou seja a chave da ignição funciona por proximidade e mantém-se no nosso bolso. A própria chave electrónica tem ainda um pequeno botão que ao premir permite separar uma chave física para abrir o tampão da gasolina e o assento.

Apenas um excesso de vibração a alta rotação que se nota num formigueiro transmitido nas peseiras e na imagem refletida pelos retrovisores penalizam o rodar com a Mini Scrambler em estrada aberta ou auto-estrada pois a mesma chega com alguma facilidade aos 100 Km/h mas sente-se algum esforço do motor pela sua vibração nesse regime.

A Mini Scrambler é sem dúvida alguma uma moto para toda a família, embora com a limitação de obrigar a carta A2, a facilidade que proporciona pela sua pequena dimensão e fácil condução fará a delícia dos mais novos durante o período de férias… difícil será mantê-los afastados da mesma, pois a tentação é grande.

De resto poderá ser sempre uma segunda moto, aquela com que de forma mais descontraída utilizamos para realizar pequenos trajectos, ou para fugir ao trânsito cada vez mais intenso das cidades com a garantia de que o rodado mais largo permite enfrentar com maior segurança todo tipo de “armadilhas” urbanas e num momento determinado podermos fazer uma escapadela por um estradão de terra ou areia… Boas Férias para todos !!!

 

Ficha Técnica

Motor
Cilindrada 124,9 cc
Potência 10,6 cv / 7,9 kw
Potência/RPM 7,9/7500RPM
Taxa de compressão 9,0:1
Motor Monocilindrico 4T
Binário max. 9,6/5500RPM
Sistema de refrigeração Ar
Transmissão
Transmissão 5 velocidades
Embraiagem Multidisco em banho de óleo
Ciclística
Pneu dianteiro 120/70/12
Pneu traseiro 130/70/12
Suspensão dianteira Forquilha telescópica invertida
Suspensão traseira Mono-amortecedor
Travão dianteiro Disco 220mm
Travão traseiro Disco 190mm
Dimensões
Comprimento (mm) 1785
Largura (mm) 760
Altura (mm) 1030
Distância entre eixos (mm) 1230
Capacidade útil do depósito 8L
Peso a seco (kg) 116
Preço
Mini Scrambler Branco € 2.600,22
Mini Scrambler Azul € 2.600,22
Consumos
Consumo combinado (fabricante) ≤ 2,3

 

 

Concorrência

Benelli TNT 125   125cc / 11,1 CV / 124 Kg / 1.995 eur

 

Honda MSX 125   125cc / 10 CV / 102 Kg / 3.399 eur

Galeria de Imagens

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!