ENSAIO TRIUMPH STREET TRIPLE RS 2020 – No Topo das Desportivas Naked de média cilindrada

By on 8 Abril, 2020

A Triumph Street Triple RS é o modelo, para além da exclusiva e limitada Daytona 765 recentemente lançada e cujas unidades disponíveis foram praticamente todas vendidas no mesmo dia, mais próximo daqueles que disputam o Campeonato do Mundo de MOTO2.  A equipa que desenvolveu o motor da Street Triple é a mesma que tem vindo ao longo dos últimos anos a desenvolver o tricilíndrico que montam as Moto2 de alta competição. É por isso natural que a Street Triple de 2020 possa a estar a beneficiar de toda a experiência e know how que os técnicos da Triumph têm vindo a adquirir na alta competição e dos inputs dos seus pilotos e equipas.

A Street Triple continua a estar disponível nas 3 versões para 2020 a S, a R e a RS, esta última a versão que a Triumph Portugal nos cedeu para ensaio e que novamente revelou o apurar da magnífica combinação de factores no seu desempenho que já conhecíamos das suas versões anteriores, com um extra de “punch” nos médios regimes que torna a sua condução ainda mais agradável.

Estética e Posição de Condução

Em termos estéticos a versão de 2020 da Triumph Street Triple sofreu algumas evoluções. Na frente o conjunto de faróis duplos tradicionais dos modelos naked desportivos da marca inglesa e a respectiva cúpula está mais agressivo e inclui agora, para além de tecnologia LED, também sistema de iluminação diurna.  Onde se nota maior evolução é na traseira da moto de linhas mais desportivas e estética mais trabalhada. Nas laterais vemos também umas tampas junto ao radiador de um novo formato e também as proteções do próprio radiador são diferentes.

A posição de condução é bastante confortável e não demasiado radical tendo em conta o carácter desportivo da Sreet Triple. O triângulo peseiras, assento e guiador garante-nos uma posição semi erguida com os braços estendidos de forma natural sobre os punhos, que estão numa posição suficientemente alta para não sentirmos o peso do corpo sobre os mesmos e as peseiras também numa posição não demasiado alta mas ainda assim a permitir-nos curvar suficientemente inclinados sem nunca tocarmos com as mesmas no solo. O assento perfilado e forrado com um novo material mais nobre, é bastante confortável e conta com o apoio do perfil traseiro ainda assim com algum espaço para nos movermos.

Motor com mais binário nos regimes médios e compatível Euro 5

Uma das questões que todos os fabricantes têm de considerar este ano é o da evolução dos seus modelos para os novos limites de emissões impostos pelo Euro 5. Este tema tem gerado especial preocupação apesar dos limites estabelecidos pela nova norma já serem do conhecimento dos vários fabricantes há anos a paralisação do sector em toda à sua extensão, desde a produção à distribuição, devido ao contexto criado pelo Covid-19, faz com que o escoamento de stocks dos anteriores modelos ainda compatíveis com o Euro 4 esteja a ser retardado ( ver desenvolvimento deste tema AQUI ).  No entanto o conjunto motor, escape e duplo catalizador da Street Triple 765 de 2020 é já compatível com o Euro 5, vantagem obvia em relação a alguns modelos da concorrência mais directa que ainda terão que fazer evoluir face ao Euro 5.

Os técnicos da Triumph este ano fizeram evoluir o motor da versão RS no sentido de garantir que o mesmo mantinha o mesmo desempenho demonstrado até agora nos altos regimes, ideal para uma utilização em pista, mas dotá-lo também de maior binário nos médios regimes tornando o motor mais redondo e com uma resposta mais rápida nas subidas de regime.

O motor beneficiou relativamente à versão anterior de 2017 de uma nova cambota, embraiagem melhorada, nova admissão e válvulas de escape e de um elemento catalítico duplo no sentido de manter o fluxo de gases escape com a menor resistência possível, garantindo assim o mesmo rendimento e potência e um incremento de binário de 2 pontos nos médios regimes.

É claro que toda esta evolução que tem vindo a sofrer o tricilíndrico 765 da Triumph está a beneficiar directamente da experiência e informação que os engenheiros da marca obtêm da alta competição e que é aplicada nas versões homologadas de estrada. A potência máxima de de 121 hp é obtida às 11.750 rpm com um binário máximo de 79 Nm às 9350 rpm, ou seja a menos 1650 rpm do que na versão anterior.

Esta evolução é notória na resposta do motor tornando a condução mais suave e controlada, sem que tenhamos que usar demasiado a caixa, que por sinal monta sistema Quickshift de origem, nos dois sentidos, e que funciona de forma perfeita e precisa. A embraiagem é do tipo deslizante sendo o seu acionamento assistido proporcionando leveza e maior conforto. O escape inclui dois catalisadores para garantir a compatibilidade Euro 5 sem penalizar potência e tem acabamento em carbono no extremo da ponteira. O som que emite é muito característico do 3 cilindros da Triumph, um som envolvente e entusiasmante que convida a dar gás…

Comportamento das Suspensões e Travões

O comportamento desportivo do motor da Street Triple RS tem de ser acompanhado por um chassi e suspensões que garantam um desempenho máximo ao limite. As suspensões Showa invertidas na dianteira com 41mm, do tipo “Big Piston”, permitem ajustes de hidráulico em compressão e extensão e em pré-carga de mola enquanto que na traseira o amortecedor Ohlins STX40 com reservatório “piggy-back” tem um comportamento irrepreensível, ambas as suspensões proporcionam uma leitura sempre correcta da estrada e absorvem a maioria das imperfeições do piso. Obviamente que em mau piso, o pouco curso das mesmas, com 115mm na dianteira e 131mm na roda traseira, os limites aparecem e pagam-se com o físico, no entanto o facto de estarmos numa posição mais direita garante-nos não só mais visibilidade como maior antecipação às indesejáveis imperfeições na estrada.

A travagem é poderosa e está assegurada pelo mesmo conjunto que já montava a versão anterior. Discos flutuante de 310mm com pinças radiais monobloco Brembo M50 de 4 pistons, enquanto que na traseira monta disco de 220mm com pinça Brembo de um único piston com ABS desligável. O desempenho dos travões está à altura do comportamento desportivo da Street Triple e com apenas dois dedos conseguimos gerir perfeitamente desde as travagens mais suaves às mais vigorosas, aplicando um pouco mais de pressão sobre a manete do travão.

Os pneus Pirelli Supercorsa SP são excelentes e garantem aderência máxima em piso seco. O comportamento em curva é de uma enorme estabilidade, garantindo trajectórias precisas, e a Street Triple demonstra uma enorme agilidade graças também ao seu baixo peso de apenas 166 Kg a seco.

Ajudas Electrónicas e Equipamento

A Triumph Street Triple RS conta com 5 modos de condução, Road, Sport, Track, Rider ( ajustável de acordo com critério do piloto ) e finalmente o modo Rain que é o único em que a potência do motor sofre alteração, baixando para os 98.6 hp.  A cada modo de condução ( a não ser o Rider que é programável ) corresponde um setup pré-definido de gestão do aceleração, intervenção do ABS e do Controle de Tração. A gestão de seleção dos vários modos e das várias funcionalidades é facilmente realizada através do já conhecido joystick de 5 funções, que requer alguma habituação para aqueles que não estejam familiarizados com o mesmo.

O painel TFT a cores pode ser inclinado para melhorar a visibilidade e foi melhorado, incorporando novos grafismos e 4 modos de écran à escolha.  Inclui ainda conectividade via bluetooth e possibilidade através da instalação do módulo específico de conectividade da Triumph que permite controlar a câmara GoPro, navegação por setas e gestão de chamadas, mensagens e música.

PVP e Cores disponíveis da Triumph Street Triple RS

O PVP da Street Triple RS é de 12.550 eur e as cores disponíveis são duas ; Matte Jet Black  com riscas fluo ( versão testada ) e Silver Ice com riscas vermelhas

Conclusão Final

A Triumph Street Triple 765 RS é uma moto muito divertida de conduzir,  de uma enorme agilidade e precisão, com uma ciclística de topo com componentes de altíssima qualidade , Ohlins, Showa, Brembo e Pirelli, com um desempenho inebriante do seu motor que conta agora com um maior binário nos médios regimes e uma caixa super precisa com caixa que integra Quickshift de origem bidirecional. Enfim uma arma letal em qualquer Track Day e que nos deixou precisamente ansiosos para numa próxima oportunidade de a podermos testar ao limite num qualquer circuito nacional.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

MOTOR

Tipo Refrigeração líquida, 12 válvulas, DOHC, tricilíndrico em linha
Cilindrada 765 cc
Diâmetro 77.99 mm
Curso 53.4 mm
Compressão 12.54:1
Potência máx. 123PS / 121.36 BHP (90.5kW) @11750rpm
Binário máx. [email protected] 9350rpm
Sistema Injecção electrónica com SAI e acelerador electrónico
Escape sistema 3×1, saída lateral, ponteira em aço inoxidável
Transm. Final Por corrente
Embraiagem Multidisco em banho de óleo, assistida
Caixa 6 velocidades com Triumph Shift Assist

CICLÍSTICA

Quadro Dupla trave em alumínio, sub quadro em alumínio fundido
Braço oscilante Em liga de alumínio fundido do tipo seagull wing
Pneu dianteiro Em liga de alumínio fundido, cinco raios, 17 x 3.5″
Roda traseira Em liga de alumínio fundido, cinco raios, 17 x 3.5″
Pneu dianteiro 120/70 ZR17
Pneu traseiro 180/55 ZR17
Susp. dianteira Forquilha invertida Showa BFP (big piston forks) de 41 mm de diâmetro, regulável em compressão, extensão e pré carga.
Susp. traseira Ohlins STX40 totalmente regulável com piggyback
Travões diant. Dois discos de 310mm de diâmetro, pinças radiais Brembo M50 monobloco de quatro pistões
Travões Tras. Disco simples de 220mm de diâmetro, ABS desconectável
Painel de instrumentos e funções TFT de 5″ com opção de 4 estilos e contraste.

DIMENSÕES

Largura do guiador 775 mm
Altura (sem espelhos) 1085 mm
Altura do assento 825 mm
Distância entre eixos 1405 mm
Inclinação 23.9 º
Avanço 100 mm
Peso en seco 166 kg
Capacidade do depósito 17.4 L

CONCORRÊNCIA

DUCATI 821 MONSTER   821cc / 107 hp / 180 Kg / 11.025 eur

KTM 890 Duke    890 cc /  119 hp /  166 Kg /  12.499 eur * ( por confirmar )

YAMAHA MT-09 SP  847 cc / 113.5 hp /  191Kg / 10.495

Galeria Triumph Street Triple RS 2020

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!