Triumph explica segredos da nova Speed Twin

By on 31 Dezembro, 2018

Quando a Triumph começou a desenvolver a sua nova Speed ​​Twin, o objetivo era criar uma moto que combinasse o estilo de um clássico moderno com a performance e comportamento de uma roadster moderna. Para conseguir isso, a Triumph decidiu aproveitar o que queria da Street Twin, Bonneville e Thruxton e colocar tudo numa dieta de redução de peso. O resultado é a nova Speed ​​Twin, que pesa apenas 196 kg seco.  Qual foi então o objetivo de performance da Triumph Speed ​​Twin? Para o desempenho procurado, a única escolha era o bicilíndrico mais potente da marca.

“Quando começámos, sabíamos que queríamos usar o motor da Thruxton R“, disse há dias Stuart Wood, engenheiro chefe da Triumph, numa entrevista. “Então pegamos no motor, que é a versão de alta potência do bicilíndrico de 1200cc com a cabeça de alta compressão e modificámo-lo para reduzir o peso. Este motor já é um modelo de “baixa inércia”, mas nós avivámo-lo ainda mais com um novo pacote de embraiagem e eixo balanceiro, bem como carteres laterais e tampas de cabeça em magnésio. Isso significa que o motor sobe de regime mais rápido e economiza 2,5 kg, mantendo ainda os longos intervalos de manutenção”.

O outro objetivo importante da Triumph era refinar a posição de condução e o chassis, para dar uma aparência agressiva à moto, mas sem a posição mais extrema das café racer Thruxton, o que significava um quadro totalmente novo.

“Também economizamos peso noutros lugares“, acrescenta Wood. “Há um novo berço de motor de alumínio no quadro, rodas de liga leve fundidas e uma nova bateria que economiza 900g sem qualquer diminuição na potência inicial. Todas essas mudanças economizam 10kg numa Thruxton, o que significa que ele acelera e muda de direção com muita facilidade. A Speed ​​Twin será uma verdadeira líder do segmento em curva.”

Mas a Triumph não queria exagerar ao usar muitos dos componentes de suspensão e travagem da Thruxton R, pois isso teria inflacionado o preço final da moto.

“Tivemos muitas discussões sobre o nível de especificação e desempenho que queríamos para esta moto”, diz por sua vez Steve Sargent, diretor de produto da marca Britânica. “Sentimos que tínhamos duas lacunas na gama no início deste ano. Uma era a 1200 Scrambler e a outra era a Speed ​​Twin. Era realmente importante que a Speed ​​Twin pudesse fornecer progressão para os proprietários da Street Twin, mas ainda manter preços acessíveis “.

 

 

A pergunta óbvia que resta é: vamos ver algumas dessas melhorias na próxima geração das Thruxton? Quem sabe o que o futuro reserva?“, diz Wood. Interpretem isso como acharem bem…

Conheça a Ficha Técnica da Speed Twin AQUI

conheça toda a gama Triumph AQUI

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!