As motos elétricas que podem ser compradas em 2021

By on 2 Fevereiro, 2021

O mercado de motos elétricas passou por um forte impulso em 2020, mas nem tudo o que foi anunciado pode ser comprado imediatamente. Vamos então conhecer alguns dos modelos que se tornarão realidade em 2021.

O ano de 2020 tem sido muito frutífero com o lançamento de um grande número de futuras motos e scooters elétricas que chegarão ao mercado nos próximos anos. As regulamentações de emissões dentro das cidades e a pandemia, têm agido em conjunto para que muitas pessoas descobrissem outras formas de locomoção que substituíssem o transporte coletivo, e a resposta a isso foi encontrada nas duas rodas. No entanto, nem tudo o anunciado estará disponível de imediato, e apenas algumas das propostas verão a luz este ano para chegar aos pontos de distribuição na Europa.

Na lista que apresentamos não estão presentes nem os concepts, nem os protótipos que não garantem disponibilidade durante o presente ano. Apenas motos elétricas que podem ser compradas este ano estão incluídas, e portanto ficam de fora modelos tão espetaculares quanto a proposta da Savic Motorcycles, da Kymco Revonex, que já estão nas fases finais de desenvolvimento mas que dificilmente vão chegar ao mercado este ano.

CSC Monterey, uma eléctrica decalcada da Honda EV-CUB Concept

Esta elétrica é a maneira mais fácil de possuir a Honda SuperCub elétrico este ano, que a fábrica japonesa não oferece por enquanto. A CSC Motorcycles adicionou no final do ano ao seu catálogo um modelo cujo design é praticamente uma cópia deste modelo icónico. Por potência e desempenho deve ser classificada como um ciclomotor elétrico. Este mesmo veículo elétrico é vendido na China pelo seu fabricante, Zongshen, sob o nome Cineco e-Classic.

A CSC Monterey possui um motor elétrico sem escova que gera uma potência nominal de 1,5 kW, que pode atingir até 2,4 kW de potência, conseguindo assim um binário na roda traseira de 120 Nm. É alimentado por uma bateria que funciona a 60 V e 26 Ah, ou seja, com capacidade de 1,56 kWh. De acordo com o seu fabricante, nas melhores circunstâncias será capaz de percorrer um total de pouco mais de 100 quilómetros com uma única carga, enquanto nas circunstâncias menos favoráveis o mínimo que podemos viajar será de 32 quilómetros.

A Honda SuperCub EV apresentada como protótipo em 2018 pode estar prestes a surgir na sua forma final

O seu preço nos Estados Unidos é de 1.995 dólares, cerca de 1.600 euros no câmbio para euros, e embora por enquanto sua distribuição não tenha sido anunciada na Europa, espera-se que alguma empresa proceda a homologação do modelo e comece a comercializá-lo no Velho Continente.

Niu MQi GT, scooter utilitária com um preço arrasador

O nome Niu surgiu pela primeira vez quando a empresa chinesa introduziu as suas scooters elétricas em 2015. A empresa adotou uma abordagem diferente para o seu desenvolvimento e anunciou a intenção de trabalhar num ecossistema patenteado de controles, software e sistemas, em vez de depender de fornecedores externos, bem como de outras empresas.

Atualmente, é a marca de motos elétricas mais vendida do mundo, principalmente graças ao seu domínio no mercado chinês. Recentemente acaba de apresentar um novo modelo cuja chegada à Europa está confirmada desde o primeiro momento. É uma scooter que está localizada abaixo da gama da NQi GT, com especificações técnicas um pouco reduzidas em relação a esta. A nova NIU MQi GT é uma scooter elétrica que com um motor de 3,1 kW alimentado por uma bateria removível de 2.976 Wh consegue ter uma autonomia entre 70 e 80 quilómetros com cada carga.

A NIU está representada em Portugal (continente e ilhas) pela NP-MOB, sendo a MQi GT proposta para o nosso mercado a um preço de 3.399€, estando em vigor uma campanha que com a oferta de um vale de desconto de 400€, permite adquiri-la por “apenas” 2.999€!

Kymco F9, uma scooter desportiva, radical e urbana

Antes da Kymco lançar no mercado a Revonex, a sua primeira moto elétrica, a empresa de Taiwan apresentou numa conferência de imprensa virtual a Kymco F9, uma scooter elétrica de aspeto jovem e radical, capaz de obter grande destaque este ano no campo das motos elétricas. Dentro da ampla gama de scooters disponíveis na sua gama, esta é uma das mais desportivas, sendo certamente uma elétrica funcional e muito divertida.

A bateria desempenha um papel fundamental dentro da arquitetura desta scooter elétrica, até porque a sua localização está integrada no quadro, dentro da sua própria estrutura. Opera a 96 V e 40 Ah, ou seja, tem capacidade de 3,85 kWh, o suficiente para atingir um alcance de até 120 quilómetros. O motor elétrico atinge uma potência de 9,4 kW, e um binário de 30 Nm, o que pressupõe que a sua velocidade máxima seja de 110 km/h. A sua capacidade de aceleração de 0 a 50 km/h em apenas três segundos, coloca-a à altura de uma moto a gasolina de 125 cm3. Por enquanto, ainda não se encontra em comercialização em Portugal, no entanto, com o forte posicionamento da marca no nosso mercado, não temos qualquer dúvida que a F9 pode ter um futuro promissor…

Linha Energica com ‘pack’ desportivo RS

Em vez de oferecer novos modelos de motos elétricas para 2021, a fabricante italiana Energica decidiu oferecer o novo pacote desportivo Reparto Sportivo (RS) que estará disponível em toda a nova linha de motos elétricas que apresentou até 2021, permitindo que os seus clientes desfrutem ainda mais dos três modelos que compõem o seu catálogo. Com o pack RS a resposta do acelerador é aumentada, de modo que o motor elétrico de 107 kW (145 cv) que impulsiona as suas motos elétricas receberá uma vitalidade extra. Graças à nova configuração, aumenta sua aceleração, de 0 a 100 km/h em 2,6 segundos, oferecendo uma melhor resposta ao acelerador.

A Energica está representada em Portugal pela ZEVtech, sendo o seu modelo mais recente a Energica EVA Ribelle. É totalmente compatível com a rede de estações carregamento pública além de poder ser carregada em casa. É a única Streetfighter eléctrica equipada com carregamento rápido, permite carregar dos 0 aos 80 % em apenas 40 minutos. A EVA Ribelle tem uma potência de 145 Cv, binário de 215 Nm e com a bateria de 21.5 kWh tem uma autonomia de 400 km (cidade), 230 km (percurso combinado) ou 180 km (percurso extra-urbano).

Cake Connect, um aplicativo de conectividade

A Kalk & (e) é uma moto de cross elétrica do fabricante de ciclomotores CAKE da Suécia. A empresa é derivada da paixão por desportos e gravidade e é dedicada à categoria Motos off-road elétricas leves (LEOs.). A Kalk & é uma versão legal de rua da popular moto Kalk. O nome Kalk é derivado de kalksten, a rocha calcária da ilha sueca de Gotland, onde estão localizados os campos de teste da CAKE. A adição do & (e) significa a próxima fase na evolução da moto Kalk. A Kalk & possui um motor elétrico de 10.000 watts com torque de 252 Nm. A velocidade máxima depende da configuração da engrenagem e é de +100 km / h. A velocidade pode ser limitada a 45 km / h para uso como ciclomotor.

A mais recente novidade da Kalk é o Cake Connect, um aplicativo de conectividade que dá acesso a duas funções fundamentais. Por um lado, permite configurar os parâmetros da moto elétrica para adaptá-la aos gostos de cada utilizador, permitindo ainda monitorizar de forma remota o seu software num simples telefone portátil. Além disso, graças ao GPS, também funciona como um sistema de rastreamento e antirroubo.

Os ciclomotores Kalk são vendidos diretamente a partir da fábrica em Estocolmo, na Suécia, estão disponíveis em qualquer cor e a encomenda podem ser feita online. O maior contra é o preço… que pode chegar aos 11.000€!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x