Becker Flathead V8: Quando a originalidade não conhece limites

By on 5 Maio, 2022

Se o valor e interesse de uma moto de coleção sobe muito quando tudo é original, também é verdade que o mesmo pode acontecer quando a construção é original e única. É esse o caso desta cruiser personalizada com um motor Ford Flathead V8 de 1937, uma criação de Bill Becker de Boscobel, do Wisconsin, Estados Unidos.

Becker é um tipo de homem afável, de fala suave, que trabalha com as mãos na sua profissão, na construção de quase tudo o que se queira nomear. As motos são uma área chave do seu interesse, motos Indian, especialmente. Confesso admirador das motos originais da Indian, Bill sempre quis ter uma, mas o custo das mesma colocava-as sempre fora do seu alcance. “Foi por isso que decidi construir eu próprio algo de diferente”, explicou.

E o que este americano inventou é de facto único. Pegou num velhinho motor Ford V8 de 1937 com 87 cv às 3500 rpm – capaz de proporcionar um arranque progressivo e suave – e tratou do adaptar ao quadro de uma cruiser que tinha na garagem.

O sistema de escape utiliza os colectores originais que alimentam um único tubo recto de cada lado, terminando numa cauda de tubarão cromada. Apesar da ausência de silenciadores, o som é surpreendentemente suave, submisso, e inobstrutivo. Surpreendentemente, Becker criou e construiu esta moto sem quaisquer desenhos, nem sequer um esquema! Ele diz que basicamente começou com o motor e as suas dimensões, e construiu a partir daí. Isto inclui o quadro tubular de uma polegada de diâmetro em tubo de aço macio. Este, foi dobrado à mão usando uma dobra manual de tubos e toda a força neessária!

Para acomodar o sistema de admissão, o tubo superior da estrutura divide-se em dois tubos por cima do motor, que ele soldou a enormes chapas planas em cada extremidade. Essa montagem é ancorada ao bloco do motor, pelo que o motor é um membro integrante do chassis. Atrás da transmissão, o quadro conduz a uma extremidade traseira rígida. A forquilha dianteira dianteiro, as rodas de liga leve e os travões de disco triplo foram transplantadas de uma Honda Gold Wing.

A moto tem uma imponente distância entre eixos de 1901 mm, excelente centralização de massa, um baixo centro de gravidade, e uma altura do assento excepcionalmente baixa de 584 mm. Para a transmissão, Becker adaptou um pacote de embraiagem operado hidraulicamente e um conversor de torque de uma transmissão Chrysler A470 – utilizada em carros K e minivans – para uma transmissão final rw Honda Gold Wing. Com uma relação de transmissão final de 2,83:1 em marcha alta, a velocidade máxima calculada é de cerca de 185 km/h. Becker diz que o motor roda apenas a 1800 rpm à velocidade de cruzeiro em auto-estrada.

A Becker V8, com um peso total de 450 kg e a sua longa distância entre eixos, sente-se em casa numa estrada aberta e com curvas longas. Até o depósito de combustível original de uma Yamaha XS1100 foi esticado 152 mm, podendo assim Becker criar um grande túnel na parte inferior do depósito para o colector de admissão do motor Ford V8. A alimentação ficou a cargo de um carburador S&S Super G que foi montado debaixo do depósito e virado para a frente. Também por baixo do depósito estão o filtro de ar e o alternador, montado directamente sobre a parte frontal do motor. Apesar do seu comprimento e largura, o depósito suporta apenas 3,5 galões, dando ao V8 um alcance de apenas cerca de apenas 140 km antes de entrar na reserva. O sistema de ignição também é algo de original.

Para um motociclista, o primeiro pensamento sobre uma moto V8 é geralmente de desempenho extremo; no caso desta cruiser V8 de Bill Becker, é de extrema originalidade!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments