Franceses isentos da obrigatoriedade de Inspeções Periódicas

By on 29 Julho, 2022

A decisão de impor uma inspeção técnica obrigatória para motos a 1 de janeiro de 2023 está definitivamente sem efeito, segundo a organização francesa de motociclistas FFMC.

Fonte: FEMA

A espera foi longa, mas o assunto parece definitivamente enterrado, porque a introdução das Inspeções Técnicas para motos foi revogada. O decreto de agosto de 2021, que impunha em França uma inspeção técnica obrigatória para veículos de duas rodas motorizados a partir de 1 de janeiro de 2023 já não irá ocorrer, visto ter sido anulado por um novo decreto-lei.

A FFMC (Federação Francesa de Motociclistas) e a FFM (Federação Francesa de Motociclismo) trabalham para esta vitória há mais de dez anos.

A diretiva Europeia de 2014, oferece a possibilidade de derrogação da inspeção técnica para veículos motorizados de duas rodas, desde que sejam adotadas medidas que promovam a segurança rodoviária dos veículos motorizados de duas rodas. Assm, seis alternativas foram enviadas à Comissão Europeia, algumas das quais já estão a vigorar:

  • Bónus de conversão (até 6.000€ sem condições de rendimento) na compra de um veículo elétrico de duas rodas (incluindo o retrofit de motos térmicas) ou um veículo muito pouco poluente.
  • Instalação de radares de controle de emissão sonora e penalidades para escapes não aprovados e/ou adulterados.
  • Melhor comunicação sobre a segurança dos veículos de duas rodas, principalmente em termos de equipamentos.
  • Incluir as questões relacionadas a duas e três rodas nos Planos de Ação Departamentais de Segurança Viária.
  • Integração da questão da segurança dos utilizadores de veículos de duas rodas motorizados ao passarem o alvará B e acrescentando um programa de manutenção, eco-condução e ruído ao passarem os alvarás A1 e A2.
  • Reforço da proteção dos motociclistas graças à sinalização de pontos cegos em veículos pesados.

Assim, tomadas estas seis medidas como alternativas ao decreto de 2021, e respeitando a diretiva Comunitária, o governo francês acabou por isentar os motociclistas franceses da obrigatoriedade das IPO – noticiou a FEMA (Federação Europeia das Associações de Motociclistas).

Um bom exemplo de como este problema pode ser resolvido sem prejuizo dos motociclistas.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments