Honda CRF 1100L África Twin 2021 com as cores originais do Dakar

By on 1 Outubro, 2020

A ÁFRICA TWIN DE 2021 ESTÁ AGORA DISPONÍVEL COM O APELATIVO E CLÁSSICO ESQUEMA TRICOLOR DA ORIGINAL XRV650 DE 1988. A IDEIA DA HONDA FOI APLICAR NA CRF 1000L CORES EVOCATIVAS DAS VITÓRIAS DO MAIOR CONSTRUTOR MUNDIAL NO MÍTICO RALI PARIS-DAKAR.

A CRF1100L Africa Twin 2021 está agora disponível no clássico esquema tricolor Branco Pérola Glare visto na XRV650 Africa Twin original lançada em 1988, do tempo das quatro vitórias consecutivas da Honda (entre 1986 e 1989) no Rali Paris-Dakar com a NXR750 – o modelo que serviu de inspiração à Africa Twin.

O acabamento tricolor só está atualmente disponível na fantástica versão “Adventure Sports” da Africa Twin. Com mais de 70% dos clientes a escolherem este esquema cromático antes da opção Preto Metalizado Mate Ballistic, este acabamento evocativo está agora disponível juntamente com a cor da CRF, o Vermelho Grand Prix, para além da cor Preto Metalizado Mate Ballistic da própria Africa Twin.

Em 2019, o motor de 1100 cm³ da Africa Twin fez da CRF1100L Africa Twin a primeira moto Honda receber a homologação Euro 5. Mas as novidades da Honda não se ficam por aqui. Uma vez que também as CB650R e a CBR650R recebem a homologação EURO5 vamos detalhar este assunto já num próximo artigo da Moto+.

As melhorias introduzidas na África Twin 2021

Agressiva e compacta. Estas são as duas palavras que resumem a ciclística tipo rally da Africa Twin de 2021. E existe um motivo – melhorar a condução fora-de-estrada. O para-brisas fixo é curto para deixar ver bem a estrada à frente e, apesar de a altura do banco ser de 850-870 mm, o guiador está 22,5 mm mais alto em relação à anterior versão de 1.000 cm³, oferecendo uma posição de condução direita, confortável e de elevado controlo, seja sentado ou em pé.

Em comparação com a CRF1000L, a seção traseira é mais esguia e o próprio banco é 40 mm mais estreito, para que o condutor chegue melhor com os pés ao chão; o seu formato também foi cuidadosamente esculpido para facilitar os movimentos para a frente e para trás do condutor. Como opção da gama de acessórios genuínos, podemos encontrar também um banco mais baixo (825-845 mm) e outro mais alto (875-895 mm).

O farol duplo de LEDs está em posição mais elevada e possui um feixe de luz penetrante; também está incluído um conjunto de luzes diurnas de condução (DRL) com função automática de ajuste à intensidade da luz ambiente que melhora a segurança, independentemente das condições. As proteções dos punhos são de série.

O ecrã TFT é sensível ao toque e tem 6,5 polegadas; esta unidade MID (Multi Information Display – Ecrã Multi-Informações) a cores mantém o piloto informado e em controlo de todos os sistemas da Africa Twin e cada um dos modos de condução­ é selecionado na parte superior esquerda do ecrã. O ecrã MID também pode ser personalizado para mostrar vários níveis de informação em relação ao modo de condução escolhido e é fácil de usar, mesmo com luvas.

Este componente também possui protocolo Apple CarPlay® e permite ligar um iPhone® Apple através do ecrã sensível ao toque. Esta unidade também permite aceder às aplicações de navegação e exibir as suas informações e, por meio de um sistema de auscultadores e microfone Bluetooth instalado no capacete, podem ser feitas ou recebidas chamadas telefónicas. O próprio iPhone® pode ser ligado a uma porta de carga USB à direita do ecrã MID. A conectividade Bluetooth sem fios com função mãos-livres também é uma opção para um dispositivo Apple® ou Android e todas as entradas de controlo são feitas no comutador do punho esquerdo.

Os piscas dianteiros e traseiros de direção têm uma função de sinalização de travagens de emergência. Se o condutor travar de repente a uma velocidade superior a 50 km/h, as luzes de emergência piscam para avisar os outros utilizadores da estrada que a Africa Twin está a travar de emergência. Os piscas também têm função de cancelamento automático; em vez de um temporizador simples, o funcionamento é por comparação das diferenças de velocidade entre a roda dianteira e a roda traseira: é efetuado um cálculo do momento de cancelamento dos piscas em relação à situação de condução. A função de cancelamento automático pode ser desligada no painel de instrumentos MID.

A atualização de 2020 recebeu também um sistema de controlo da velocidade de cruzeiro instalado de série e que veio facilitar as viagens de longa distância e/ou em vias rápidas.

Para 2021, a CRF1100L Africa Twin estará disponível nos seguintes esquemas cromáticos:

Branco Pérola Glare Tricolor **NOVO para 2021**

Vermelho Grand Prix

Preto Ballistic Mate

2021 HONDA AFRICA TWIN

MOTOR

  • Cilindrada de 1.084 cm³, 75 kW de pico de potência e 105 N·m de pico binário
  • As atualizações de 2020 incluíram uma nova cabeça do motor, um novo comando e elevação das válvulas e componentes renovados tais como a rampa de aceleração e o escape
  • As relações da caixa manual e o material dos carretos também foram otimizados, poupando peso
  • O silenciador de escape apresenta uma Válvula de Controlo do Escape (ECV – Exhaust Control Valve) para melhoria da sonoridade a baixa rotação e aumento das performances a alta rpm

GESTÃO ELETRÓNICA DO MOTOR E CICLÍSTICA

  • Controlo de tração HSTC gerido pela IMU, com níveis de intervenção otimizados para utilização fora-de-estrada
  • Função anti-cavalinho com 3 níveis e gestão IMU
  • O modo OFF-ROAD junta-se aos modos de condução TOUR, URBAN e GRAVEL
  • Dois modos USER que permitem a personalização total dos modos de condução
2021 HONDA AFRICA TWIN

TRANSMISSÃO DE DUPLA EMBRAIAGEM

  • Mudanças super-rápidas, “fáceis e diretas” em modo manual (MT) ou nos modos D e S automáticos
  • Modo S (com 3 níveis), permite maior rotação do motor e reduções mais cedo que o modo D, para um estilo de condução agressivo
  • Interruptor G para melhor tração da roda traseira na condução fora-de-estrada
  • Função de deteção da inclinação, adapta o padrão das mudanças à inclinação do pavimento
  • Unidade IMU oferece uma função de deteção de curvas, para melhoria dos pontos de mudança

PARTE-CICLÍSTICA

  • Unidade de Medição de Inércia de seis eixos colocada no centro da moto
  • Quadro revisto e de baixo peso, com sub-quadro traseiro em alumínio de montagem por parafusos e braço oscilante e também de baixo peso, oriundo da CRF450R, para melhor tração e sensibilidade da roda traseira
  • O ABS em curva oferece uma sensibilidade de alta segurança e possui definição para a condução fora-de-estrada
  • Relações de amortecimento e constantes de mola otimizadas para as suspensões Showa à frente e atrás

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments