Kawasaki e Yamaha trabalham na moto a hidrogénio

By on 3 Janeiro, 2022

A Kawasaki Heavy Industries, Subaru Corporation, Toyota Motor Corporation, Mazda Motor Corporation e Yamaha Motor Company, decidiram trabalhar juntas para alcançar a neutralidade de carbono. “Para isso, aumentaremos as nossas possibilidades de utilização de opções de combustível em motores de combustão interna”, lê-se no comunicado oficial.

Um dos caminhos a serem explorados é a utilização de motores a hidrogénio em veículos com duas ou mais rodas. A Kawasaki garantiu que têm-se “concentrado no hidrogénio como a próxima geração de energia. A Kawasaki Heavy Industries está a desenvolver motores movidos a hidrogénio para terra, mar e ar, que serão usados ​​em aviões, navios e veículos de duas rodas.” A Kawasaki é uma empresa gigantesca, focada nos negócios aeroespacial, naval e ferroviário. Para a marca verde, a divisão que eles chamam de “entretenimento” (motos) é relativamente pequena.

A moto a hidrogénio

A Yamaha também está focada “no desenvolvimento da tecnologia do motor a hidrogénio como uma possível utilização em duas rodas. Para acelerar essa tecnologia vamos apresentar novos produtos e fortalecer a estrutura de desenvolvimento interno ”, explicou a marca dos diapasões.

A empresa Japan Hydrogen Energy Co pertence à Kawasaki e é especializada na produção de hidrogénio líquido . A sua missão é que a obtenção deste combustível seja cada vez mais rentável do ponto de vista económico, e também segura no seu armazenamento e distribuição (um grande desafio).

A Kawasaki e a Yamaha estudam a possibilidade de colaborar no desenvolvimento de um possível motor a hidrogénio para veículos de duas rodas. A Honda e Suzuki pudem também aderir ao projeto, sempre com o objetivo de alcançar essa “neutralidade de carbono” no futuro em motos.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments