Kawasaki Z400RS, uma naked neo-retro no estirador?

By on 24 Maio, 2022

Os rumores chegam do Japão. Depois da desportiva ZX-4R, a Kawasaki poderá surpreender-nos com uma naked de quatro cilindros retro para uma licença A2 inspirada na Zephyr 400. E como não há duas sem três…

De acordo com os nosso colegas da publicação japonesa Young Machine, há informações precisas de que a marca de Akashi está a preparar um novo modelo de neo-retro de 400cc… a Z400RS que irá surgir com um compacto motor de 4 cilindros!

No passado, as marcas japonesas já ofereceram motores de quatro cilindros de pequena cilindrada, por isso não é uma tendência nova. Esses modelos destacam-se por utilizar motores que, apesar do pequeno tamanho, não tinham nada a invejar a quem pilotava as motos de alta cilindrada. Graças à pequena capacidade por cilindro, eram capazes de girar em rotações estratosféricas. A Kawasaki, que sempre foi a marca mais travessa entre as quatro japonesas, parece querer tazer essa tendência de volta ao centro das atenções. A Kawasaki ZX-25R, por enquanto, é vendida apenas no país do Sol Nascente e em alguns outros mercados asiáticos, mas talvez uma 400 possa ser mais adequada para fãs europeus e nossa licença A2 .

Da ZX-4R para a Z400RS…

O mesmo motor pode ser usado para diferentes modelos, por isso não é absurdo concluir que a marca verde, além da desportiva ZX-4R, poderia oferecer um naked de 400 cc com motor de quatro cilindros em linha. Essa moto de aparência retro, também pode ser chamada de Kawasaki Z400RS, usando a nomenclatura que a empresa emprega para as suas motos retro. Pelo menos é isso que os colegas japoneses da Young Macine acreditam.

Na sua linha retro a Kawasaki tem as 900 e 650 na gama Z-RS , pelo que o terceiro elemento poderia ser a 400, não com um motor de dois cilindros em linha como a 650 mas alimentada por um motor de quatro cilindros em linha. Atualmente, existe uma forte teoria de que a ZX-4R é baseada no motor de quatro cilindros em linha da ZX-25R. Dito isto, os custos de desenvolvimento são razoáveis e não disparariam na produção da Z400RS. Além disso, não seria a primeira vez que a empresa japonesa colocaria no mercado um tetracilindro de 400cc, como já o fez com a Z400FX e com a Zephyr 400 que ainda deixa muitas saudades!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments