Moto Guzzi 1000 SP Enzo: A importância de se chamar Enzo

By on 2 Dezembro, 2022

Massimo Rinchiuso, alma da Oficina Fuchs de Ravenna, Itália, executou esta bela café racer a partir de uma Moto Guzzi 1000 SP de 1979 que um cliente trouxe para restaurar.

As mudanças foram profundas e afetaram principalmente o quadro: os berços inferiores do quadro foram eliminados, o motor foi reposicionado e o ângulo da coluna de direção foi fechado para tornar a moto mais ágil. O braço oscilante foi refeito e um par de amortecedores muito mais moderno foi instalado, dois Öhlins ajustáveis. Na frente a forquilha foi modificada internamente com alguns componentes retirados de uma Yamaha R6.

E depois há os aros de alumínio feitos especialmente pela Oficina 09, assim como os vários componentes da ciclística que foram especialmente construídos: o depósito longo, a carenagem com farol duplo e a traseira ‘old style’.

No motor, o volante e cambota foram aligeirados, uma nova árvore de cames foi adotada e uma ignição Silent Hektik substituiu a original. A transformação completou-se com uma embraiagem hidráulica, dois carburadores Dellorto PHM 40 e dois escapes com ponteiras SC Project.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments