Nova Honda Forza 350: Melhorar o bom para muito bom!

By on 19 Outubro, 2020

A HONDA ATUALIZOU PARA 2021 A SUA SCOOTER MÉDIA EM TODOS OS ASPECTOS: MOTOR, PARTE-CICLÍSTICA E EQUIPAMENTOS. VAMOS ENTÃO SABER O QUE TRAZ DE NOVO!

A introdução do Euro 5 geralmente requer o aumento da cilindrada de muitos motores para manterem as suas performances. A Honda fez um trabalho profundo no seu motor “enhanced Smart Power+ para aumentar a performance e o prazer de usar esta scooter destinada a reinar na cidade e estradas circundantes. Embora o nome comercial seja Honda Forza 350, a cilindrada passou de 278cc para 330cc, aumentando ainda as suas medidas de diâmetro e curso. As válvulas de admissão também cresceram, enquanto a cambota foi aligeirada em 10%, mantendo a força e rigidez necessárias para transmitir a maior entrega de energia.

Os atritos internos foram reduzidos por meio de um tensor da correia de distribuição hidráulica e uma nova bomba. As válvulas de admissão e escape, juntamente com um silenciador redesenhado, melhoram a eficiência da Honda Forza 350. A potência sobe de 18,5 kW (24.8 CV) para 21,5 kW (28,8 CV) às 7.000rpm, com binário máximo de 31,5 Nm às 5.750 rpm. O consumo, anunciado pela Honda de 30 quilómetros por litro de combustível, eleva a faixa teórica para 345 quilómetros. O motor melhora a aceleração em 0,7 segundos em 200 metros e aumenta a velocidade máxima em 137 quilómetros por hora, acima dos 120 km/h permitidos pela lei em auto-estrada.

As melhorias na parte ciclística basearam-se numa centralização de massas para acentuar o manuseio e conforto. A sua curta distância entre eixos de 1510 mm e a geometria de direção agressiva, posicionam a Forza 350 numa boa proposta para vingar na selva urbana. O radiador está agora à frente do depósito de combustível para maior eficiência de arrefecimento e a bateria ficou situada entre o depósito e o espaço de carga, concentrando a massa ao centro.

A roda dianteira 120/70-15 (traseira 140/70-14) proporciona a estabilidade necessária em estradas rápidas sem perder a agilidade entre o tráfego. O ABS de dois canais opera no travão dianteiro (265 mm) e na traseira (240 mm) para garantir um controle perfeito nos pisos de menor aderência. Com um assento de 780 mm de altura ao solo e um peso de 184 quilos, a Honda Forza 350 é acessível a todos os tipos de tamanhos e não intimida os “menos grandes”. Os amortecedores traseiros ajustáveis facilitam a adaptação ao uso em duo.

Além das atualizações de design para reforçar o seu visual e melhorar o desempenho aerodinâmico, existem melhorias nos equipamentos. Um deles é focado na redução de peso, com a troca das alças de alumínio do passageiro para alças plásticas. Economiza 1407 gramas. O pára-brisas elétrico ajustável recebe uma forma revista e oferece agora um curso extra de 40 mm para um ajuste total de 180 mm. Para grande conforto em alta velocidade, uma entrada de ar dianteira maior gerencia a pressão negativa na frente do condutor, reduzindo o efeito natural do vento que empurra as costas do condutor. Foi ainda adicionado um soquete de carregamento USB (substitui o carregador anterior de 12V) no espaço sob o banco onde cabem 2 capacetes integrais, uma capacidade que pode ser opcionalmente estendida com o porta-malas opcional de 45 litros. Isso pode ser aberto por proximidade pela Smart Key, que também ativa a ignição sem sair do bolso. Ambos podem ser bloqueados com a Chave Inteligente.

É ainda possível ter acesso à versão que inclui o Sistema de Controle de Voz do Smartphone Honda, que permite ao condutor comunicar com o seu smartphone e permite o gerenciamento de voz de chamadas telefónicas e música. Para isso é necessário ter um conjunto de auriculares no capacete e um smartphone, todos conectados via Bluetooth. Quanto à segurança, há também atualizações: as luzes da Forza 350 têm um recurso de sinal de paragem de emergência autónomo. Uma vez que o modulador ABS detecta uma travagem súbita, os pisca-piscas piscam em alta velocidade para avisar outros veículos da circunstância.

Muitas mudanças num modelo que teve e tem uma aceitação muito boa no mercado.

MOTOR 
Tipo4 tempos, 4 válvulas, refrigerado por líquido
Cilindrada  330 cm³
Diâmetro e curso77 mm x 70,7 mm
Relação de compressão10,5 : 1
Potência máxima21,5 kW às 7.500 rpm
Binário máximo31,5 N·m às 5.250 rpm
Capacidade de óleo1,7 litros
SISTEMA DE COMBUSTÍVEL 
AlimentaçãoPGM-FI
Capacidade do depósito de combustível11,7 litros
Consumo de combustível3,33 l/100 km (30 km/l)
SISTEMA ELÉTRICO 
ArranqueElétrico
Capacidade da bateria12 V-8,6 AH
Potência do alternador340 W
TRANSMISSÃO 
Tipo de embraiagemEmbraiagem automática centrífuga; tipo seco
Tipo de caixaCVT
Relação de transmissão finalCorreia em V
QUADRO 
TipoBerço; em aço
CICLÍSTICA 
Dimensões (C x L x A)2.140 mm x 755 mm x 1.470 mm
Distância entre eixos1.510 mm
Ângulo da coluna da direção26,5°
Eixo de arraste (trail)89 mm
Altura do banco780 mm
Altura ao Solo135 mm
Peso em ordem de marcha184 kg
Raio de viragem2,4 m
SUSPENSÃO 
DianteiraTelescópica, 33 mm
TraseiraDois amortecedores
JANTES 
Dimensão da Jante Dianteira15 polegadas
Dimensão da Jante Traseira14 polegadas
Pneu Dianteiro120/70R15
Pneu Traseiro140/70R14
TRAVÕES 
Tipo de ABS2 canais
DianteiroUm disco de 256 mm
TraseiroUm disco de 240 mm
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x