Piaggio Beverly 300/400 2021: Belas, poderosas e já com preços

By on 17 Março, 2021

A scooter que rescreveu a história da mobilidade urbana foi totalmente renovada. Apresenta um novo ‘estilo de moto’, combinado com novos motores Piaggio hpe Euro 5 de 300 e 400cc e novas tecnologias como o sistema sem chave, luzes LED completas e modernos sistemas de conexão. O preço anunciado para Portugal é de 6.318€ e 7.128€, respetivamente.

Lançada em 2001 a Beverly revolucionou nesse ano o mercado das scooters médias, introduzindo no mercado a Piaggio um veículo com desempenho brilhante e extremamente seguro não só devido às suas rodas de grande diâmetro, mas também devido ao seu apelativo exterior. Hoje, vinte anos após a primeira geração, a scooter italiana foi completamente renovada com um aspecto ainda mais moderno e contemporâneo, mantendo intactas as suas características distintivas, mistura perfeita de uma scooter desportiva de roda alta roda e uma luxuosa GT. 

PIAGGIO BEVERLY 300 hpe

A nova Piaggio Beverly é, portanto, a scooter ideal para cada utilização, desde a deslocação urbana – onde a agilidade e a manobrabilidade emergem – até à deslocação extra-urbana de médio e longo alcance, mesmo com passageiro.

Apresenta dois novos potentes motores Euro 5 da família hpe – High Performance Engine -, 300 e 400 cc, capazes de fornecer 19 e 26 kW respectivamente. Também evoluiu em termos de tecnologia, introduzindo o sistema sem chave, que permite o arranque do veículo, mantendo o controlo remoto no bolso.

Novo visual inspirado na moto

O porta-estandarte da gama de rodas altas da Piaggio recebe uma remodelação completa com uma proporção diferente de volumes. A frente, que apresenta um escudo redesenhado, é mais imponente e protectora, enquanto que na vista lateral, as formas suaves e sinuosas que sempre caracterizaram a Beverly, dão lugar a linhas musculadas e esticadas que correm para uma retaguarda mais aerodinâmica e virada para cima. 

No centro do escudo está o novo elemento vertical, caracterizado por uma fenda em “V” com uma grelha tridimensional de favo de mel. É uma interpretação moderna da característica “gravata” Piaggio, outro detalhe que lhe confere um aspecto mais desportivo.

No centro do guiador, que também foi redesenhado, encontra-se o novo farol dianteiro LED, que aumenta significativamente a visibilidade, em benefício da segurança activa. O guiador também sofreu melhorias substanciais em termos de funcionalidade: a “ponte de controlo” tem um painel de instrumentos LCD de 5,5″ totalmente digital no centro, com novos comandos do guiador em ambos os lados. Completamente redesenhados em termos de ergonomia, adoptando uma lógica inspirada na motocicleta, permitem uma gestão mais confortável e intuitiva das funções do veículo e apresentam um acabamento preto brilhante.

No centro da plataforma, o túnel central característico da Beverly está perfeitamente ligado à parte inferior do banco com linhas fortes, tornando a imagem do veículo dinâmica e compacta ao mesmo tempo. Continuando em direcção à traseira, a cauda termina com um perfil extractor original – uma referência óbvia ao mundo automóvel – que emerge no centro do aglomerado de luzes traseiras LED. Esta última é animada por duas fendas ousadas, também com grelha tridimensional de favo de mel. O novo suporte da placa de matrícula derivada da motocicleta, posicionado na roda, contribui para tornar a traseira da nova Beverly extremamente fina e limpa, oferecendo uma clara sensação de leveza e dinamismo.

As rodas são também novas, com um novo design desportivo com sete raios divididos, e o assento é ricamente acabado com estofos duplos e costura dupla: caracterizado pelo assento em dois níveis separados para condutor e passageiro, sempre uma característica distintiva deste modelo, foi ainda melhorado em ergonomia, garantindo um apoio fácil ao solo e um nível muito elevado de conforto.

O compartimento inferior do assento, equipado com uma luz de cortesia, mantém uma excelente capacidade de carga, sendo capaz de manter dois capacetes abertos do tipo jet.  Um resultado obtido graças ao posicionamento do depósito de combustível no meio do rodapé, outra peculiaridade da Beverly desde o seu nascimento que traz outras vantagens como a possibilidade de reabastecimento sem sair da sela e excelentes qualidades de manuseamento, devido a uma melhor centralização das massas.

A capacidade de carga é completada pela conveniente bagageira, que integra as pegas do passageiro, o porta-luvas integrado na carenagem, dentro do qual existe uma tomada USB para carregar dispositivos móveis, e o gancho de saco oculto funcional. A versão 400 hpe distingue-se também pela carenagem padrão, que enfatiza a sua atitude em relação ao turismo extra-urbano.

Equipamento de topo

O equipamento tecnológico da nova Piaggio Beverly é inigualável: a nova instrumentação com visor LCD, com velocímetro digital e escala do contador de rotações claramente visível no centro, mostra o odómetro total e parcial, temperatura do ar, relógio digital, indicadores de nível de combustível e temperatura do líquido de refrigeração, ícone de perigo de gelo, ícone de repouso lateral, ícone de “serviço”, bem como uma vasta gama de informações de viagem, que podem ser seleccionadas utilizando o botão MODE no bloco de controlo do lado direito: velocidade máxima, velocidade média, consumo instantâneo, consumo médio, alcance e estado de carga da bateria. O conjunto de luzes mantém sob controlo todas as funções tais como “check injection”, reserva de combustível, pressão de óleo, activação de ABS e imobilizador.

A nova Beverly também possui o sistema sem chave, que lhe permite accionar a ignição sem ter de inserir a chave tradicional, facilitando todas as operações como o arranque, a abertura do banco e da porta de combustível e a inserção da fechadura da direcção, o que pode ser feito confortavelmente mantendo o controlo remoto no seu bolso. No contra-escudo, o interruptor de ignição clássico com fechadura é substituído por um botão prático: para pôr o veículo em marcha, basta carregar nele (activando a autorização de arranque, indicada pela iluminação do logótipo Piaggio claramente visível na armação do instrumento) e rodá-lo para a posição ON. O motor é ligado como habitualmente, utilizando o botão localizado no bloco de controlo do lado direito.

Por último mas não menos importante, o sistema de conectividade PIAGGIO MIA, que vem como padrão na versão 400 hpe, permite-lhe ligar o seu smartphone via Bluetooth ao sistema electrónico a bordo da Piaggio Beverly, oferecendo funções exclusivas para uma experiência de equitação ainda mais satisfatória e agradável.

A PIAGGIO MIA e a nova Piaggio App foram concebidas especificamente para ligar dispositivos móveis iOS ou Android à nova Piaggio Beverly, explorando o potencial oferecido pela nova instrumentação digital. Este conteúdo representa uma novidade absoluta no segmento das scooters médias de alta roda, sublinhando ainda mais o equipamento tecnológico que a nova Beverly pode gabar-se.

Motores: a família hpe completa

A nova Piaggio Beverly está equipada com dois novos motores Euro 5 da família hpe – High Performance Engine -, nas versões de 300 e 400 cc. Ambas as unidades, monocilíndricas de 4 tempos, 4 válvulas, refrigeradas a líquido, motores injectados electronicamente, são o resultado da experiência do centro de investigação e desenvolvimento do Grupo Piaggio, cujo trabalho tem tido como objectivo alcançar um maior desempenho e uma melhor dirigibilidade, reduzindo ao mesmo tempo o consumo de combustível e o ruído.

Motor 300 hpe

Após a sua estreia na Vespa GTS e na Piaggio MP3, o motor 300 hpe chegou agora à Piaggio Beverly, dando-lhe um importante passo em frente em termos de desempenho e dirigibilidade. A potência máxima atinge 19 kW (25,8 CV) a 8000 rpm, o que se traduz num aumento de 23% em relação à versão anterior com a mesma cilindrada, enquanto o binário máximo de 26 Nm a 6250 rpm reflete um aumento de 16%.

PIAGGIO BEVERLY 300

Desde a sua estreia, a 300 hpe adoptou uma cabeça de cilindro com componentes internos totalmente redesenhados: condutas revistas em geometria e diâmetro, aumentadas, bem como as válvulas de admissão e escape, cujo diâmetro foi aumentado em 3 mm. A adopção de um pistão cuja arquitectura foi revista, em particular na forma do topo, resultou assim numa câmara de combustão altamente eficiente.

O perfil da árvore de cames adopta leis de elevação de válvulas mais rigorosas mas ao mesmo tempo capazes de reduzir o ruído gerado pela distribuição: especificamente, um tempo de elevação de válvulas mais longo assegura um melhor enchimento da câmara de combustão, o que se traduz numa maior eficiência. As molas das válvulas também foram ajustadas em conformidade em termos de carga e tamanho.

Um injector multijacto de alta pressão também contribui para uma melhor combustão. Uma linha de admissão mais generosa, com um comprimento de conduta optimizado, melhora o binário a baixas rotações e assegura uma condução excepcionalmente suave a todas as velocidades. A vela de ignição iridium assegura uma vida útil mais longa nas mesmas condições de utilização.

O motor é controlado por uma unidade de controlo Magneti Marelli MIUG4 de última geração: equipado com uma maior capacidade de cálculo, contribui para melhorar a eficiência global do motor e também permite o seu arranque praticamente instantâneo, após apenas duas rotações da cambota.

Motor 400 hpe

PIAGGIO BEVERLY 400

Credenciado com uma potência máxima de 26 kW (35,4 cv) a 7500 rpm e um binário máximo de 37,7 Nm a 5500 rpm, o motor 400 hpe também faz a sua estreia na Beverly e baseia-se na unidade anterior de 350 cc, que substitui. A diferença substancial, contudo, não é apenas um aumento da cilindrada: embora partindo de um motor que já era extremamente eficiente, os engenheiros da Piaggio concentraram-se em muitos aspectos com o objectivo de melhorar ainda mais o desempenho mecânico e termodinâmico e reduzir as vibrações e o ruído.

A adopção de uma biela mais longa e optimizada em termos de peso, bem como de um pistão que também foi iluminado e moldado em liga de alumínio – uma solução pouco comum, normalmente dedicada a aplicações de alto nível em motociclos – ajudou a reduzir as forças alternadas de inércia, resultando em menores vibrações transmitidas ao veículo. Tudo isto se traduz num maior conforto geral e especialmente em velocidade de cruzeiro, um aspecto que sublinha a aptidão da Beverly 400 hpe para o turismo extra-urbano.

A 400 hpe, que mantém as características excepcionais de leveza e compacidade das 350 (peso e dimensões globais permanecem substancialmente as mesmas), apresenta também um sistema inovador patenteado Piaggio chamado PCV – Positive Crankcase Ventilation: constituído por duas lâminas integradas no cárter, destina-se a reduzir as perdas de bombeamento, favorecendo assim um aumento de potência.

O motor 400 hpe é imediatamente reconhecível do exterior graças a um novo escape dedicado com um tubo de escape duplo e corajoso, uma solução claramente inspirada nas motos.

Ainda mais refinada

A estrutura de duplo berço em aço tubular de alta resistência e chapa prensada é agora combinada à frente com um novo garfo Showa com escoras de 35 mm de diâmetro, enquanto na traseira há um novo par de amortecedores de dupla acção Showa e mola helicoidal com pré-carga ajustável em 5 posições especialmente desenvolvidas para este modelo, que asseguram uma absorção óptima das imperfeições da superfície da estrada, assegurando ao mesmo tempo uma configuração neutra e precisa do veículo.

Graças a esta estrutura de suporte do tipo moto e às grandes rodas com jantes de liga leve (16″ à frente e 14″ atrás), a nova Beverly assegura conforto de condução e aderência à estrada do tipo moto, mantendo ao mesmo tempo grande agilidade e maneabilidade. A versão equipada com o motor de 400 hpe também adopta pneus mais largos (120/70 em vez de 110/70 à frente e 150/70 em vez de 140/70 atrás), o que garante uma melhor estabilidade a altas velocidades.

A segurança activa é assegurada pelo controlo de tracção ASR e pelo potente sistema de travagem, equipado de série com um sistema de travagem antibloqueio ABS de 2 canais. Na frente, um grande disco semi-flutuante de 300mm – o maior da sua classe – com um compasso flutuante de duplo pistão e um cilindro mestre de 12,7mm proporciona uma travagem potente e controlável. Um disco de 240 mm é montado na parte de trás.

Características, preços e cores

Duas almas distintas coexistem na nova Piaggio Beverly: a mais elegante e refinada, por um lado, representada pela Beverly, e a mais grandiosa e desportiva, por outro, manifestada na Beverly S.

A Piaggio Beverly oferece uma gama de cores elegantes e brilhantes, tais como o Branco Lua e as duas novas cores metálicas novíssimas: Azul Oxigénio e Cinzento Nuvem. Estas cores são combinadas com acabamentos em tons metálicos claros, quentes e envolventes, uma sela castanha escura com costura dupla tone-on-tone e jantes de roda cinzentas claras.

A Piaggio Beverly S destaca-se acima de tudo pelo seu acabamento desportivo cinzento mate grafite. Existem três variantes de cores dedicadas: Comet Silver e Storm Black, Matt, e a original e futurista Sunset Orange brilhante. A versão S está equipada com uma nova sela preta em dois materiais com costura dupla contrastante e rodas cinzentas escuras.

DISPONIBILIDADE

  • Abril de 2021

PREÇOS

  • 6.318€ (Piaggio Beverly 300)
  • 7.128€ (Piaggio Beverly 400)

DESTAQUES DAS NOVAS PIAGGIO BEVERLY

  • Novo desenho desportivo
  • Novos motores de 300 hpe e 400 hpe
  • Novas suspensões dianteiras e traseiras
  • Luzes LED completas
  • Instrumentação digital LCD multi-funções
  • Sistema sem chave
  • Sistema avançado de conectividade Piaggio MIA, padrão na versão 400 hpe
  • Novas jantes de roda
  • Novo assento
  • Novos controlos de guiador

GALERIA DE IMAGENS

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments