Seis novos modelos Kawasaki em 2021… Mas quais?

By on 1 Outubro, 2020

NUM TEASER QUE ANUNCIA O DIA 23 DE NOVEMBRO, A KAWASAKI APRESENTA UMA SÉRIE DE SEIS MODELOS NOVOS PARA 2021. SEM REVELAR NOMES, PERFIL OU CARACTERÍSTICAS, FICA A IDEIA DE UMA SÉRIE DE ATUALIZAÇÕES EXTENSÍVEL A GRANDE PARTE DA GAMA – INCLUINDO A DESPORTIVA ZX-10R.

Embora ainda desconsolados (pelo menos, temporariamente) devido ao cancelamento do EICMA de Milão por causa da pandemia, que nos impede de ver ou sequer tocar nos modelos do  próximo ano, a verdade é que já estamos na designada ‘época alta’ de novos modelos – Setembro/Outubro – e para compensar isto, cada fabricante opta agora por apresentações virtuais, criando o seu próprio cenário e o dia oficial de lançamento.  

Esse dia para a Kawasaki é 23 de Novembro (fixem a data na vossa agenda), o dia em que a marca de Akashi vai tirar o véu sobre um total de seis modelos novos que por agora estão ainda encobertos no teaser acima. A questão a saber é esta:

– Quais são esses 6 novos modelos? Serão significativos no mercado?

Acompanhados por um vídeo que não dá muito a conhecê-los, para além do fato de serem motos que vão enfrentar a estrada aberta, sair para um circuito de corridas e depois enfrentar caminhos de terra batida, o mais que se pode concluir é que essas seis novidades são de distintos segmentos… e pouco mais que isso. Podemos, no entanto, fazer algumas suposições…

Supostamente, haverá uma atualização nas linhas da Kawasaki ZX-10R e Kawasaki ZX-10RR, ainda possa não ser uma geração totalmente nova. E isto até faz sentido, se tivermos em conta o desempenho brilhante de Jonathan Rea e a KRT no Campeonato do Mundo de Superbike, que a par de atualizações recentes da Yamaha e da Honda – além da estreante BMW M 1000 RR – podem ter feito os técnicos de Akashi colocar algum picante mais na ZX-10RR.

Por outro lado, já havia rumores de que uma ‘RR’ mais aprimorada estava em andamento no ano passado, quando Rea se deparou com a competitiva Ducati do intrépido Álvaro Bautista. Além disso, acredita-se que a condição de Rea de reassinar por três anos pode trazer algo atrás…

E temos ainda a bombástica Kawasaki H2 que está em desacordo com os próximos regulamentos de emissões. Especialmente agora que Kawasaki tem uma parceria no desenvolvimento da Bimota Tesi H2, o motor supercharged poderá muito bem prosseguir a sua vida na hyper-naked Z H2. O que resta saber é se isso, tomaria a forma de uma variante SE mais focada no sport-turismo ou numa plataforma totalmente nova.

E por último, talvez o ponto de interrogação mais interessante assente sobre o que a Kawasaki tem preparado para os amantes do off-road. Embora possamos esperar que um dos novos modelos seja uma KLX 250 atualizada, será que nos planos da marca japonesa não estará uma nova ADV de médio a grande porte? Até porque, por mais versátil que a Kawasaki Versys seja, ela não é certamente a melhor escolha para um piso fora de estrada mais agressivo.

Como tal, também podemos esperar por uma nova Kawasaki KLR 650 ou KLX 700, colocando-se então frente a frente com a Yamaha Tenere 700, um modelo que capturou tantos gostos desde o seu lançamento que a Kawasaki certamente não terá ignorado.

Falando das Versys, ela própria poderá muito bem passar por algo como um lifting facial ou uma revisão completa, para ajudá-la a enfrentar a chegada à produção da Honda CBX. De qualquer forma, todas estas incertezas devem passar a certeza, ou não, no próximo dia 23 de Novembro.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x