Yamaha MT-10: Facelift e Euro 5 para 2022?

By on 29 Outubro, 2021

A Yamaha MT-10 é uma moto naked que tem por base a tecnologia da desportiva R1. A versão atual cumpre apenas os requisitos do Euro 4 e, portanto, tem uma existência provisória no mercado. Mas há rumores de novidades no horizonte.

Parece agora chegada a hora dos japoneses fazerem uma renovação na sua MT mais poderosa. Conforme demonstram novos documentos de homologação depositados na UE, esta hyper-naked pode sugir atualizada para 2022 a diversos níveis.

Como comprovam os documentos, a MT-10 continuará a ser oferecida na versão básica e na versão SP. As mudanças já estão documentadas nas abreviações de tipo. Se o modelo antigo ainda estava sob os nomes de código internos RN45B e RN45A, as abreviações RN78A e RN78B surgem agora. Mas, o que isto significa?

Os documentos também revelam alguns dados técnicos importantes. O motor permanece com a tecnologia de ‘cross plane’ no quatro cilindros em linha de 998cc, recebendo ainda um sistema de escape completamente novo. Ainda não é possível determinar se há mais alterações no motor.

Mas é óbvio que o quatro cilindros da Yamaha será elevado ao nível Euro 5 e, assim, ganhará em desempenho. O pico de potência sobe de 118 para 122 kW, ou seja, de 160 para 166 cv. O binário máximo aumenta em um Nm para 112 Nm. A velocidade máxima aumenta de 245 para 250 km/h.

Também há ajustes mínimos nos dados da ciclística. A distância entre eixos aumenta em cinco mm para 1.405 milímetros, o comprimento total também aumenta 5 mm e a altura da MT-10 aumenta 5,5 centímetros.  Em termos de peso, os documentos mostram um aumento de dois quilos, de 212 para 214 quilos.

Pouco se sabe do que acontecerá em termos visuais, no entanto, desconfia-se que a MT-10  vai trocar a sua carenagem frontal semelhante a um inseto por um farol de LED na forma dos modelos menores da MT.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments