Ensaio BMW F 850 GS Adventure – a Versão GlobeTrotter

By on 20 Maio, 2019

O segmento das Adventure continua a crescer e as de média cilindrada parecem começar a superar as grandes e pesadas Maxi Trail como opção mais racional para quem quer realizar viagens de muitos Kms e poder enfrentar qualquer tipo de caminho. Tirando partido do enorme reconhecimento da sigla “GS” e de toda imagem da mesma relacionada com viagens aventura a BMW tem vindo a alargar o “espectro” GS para outras cilindradas e com motores alternativos ao seu tradicional “Boxer”.

A nova BMW F 850 GS é um modelo que vem precisamente explorar essa realidade de mercado e trazer a mítica da sigla GS para um outro patamar onde concorre directamente com alguns modelos de outras marcas que se estabeleceram como referência neste segmento de mercado como são por exemplo as Honda Africa Twin e as Triumph Tiger 800, onde a maior capacidade de enfrentar percursos offroad está mais acessível, sobretudo devido a uma maior manobrabilidade e menor peso, mantendo-se a capacidade de realizar muitos Kms de estrada com conforto assegurado.

Se considerarmos que as Adventure podem ser classificadas hoje em dia como as novas motos Touring, pelo conforto e autonomia que oferecem, então esta nova versão “Adventure” da F 850 GS vem precisamente dirigida ao segmento de mercado daqueles que procuram uma moto para realizar grandes viagens com a garantia de autonomia acrescida, com capacidade para realizar percursos for a de estrada e que em simultâneo possa garantir o nível de conforto necessário para que o cansaço não seja um factor de impedimento para seguir caminho.

A versão Adventure da F 850 GS, com o seu depósito de 23 litros, o seu motor de dois cilindros em linha de 853cc, arrefecimento líquido e DOHC, que debita 95 CV às 8.250 rpm e com um binário máximo de 92 Nm às 6.250 rpm, monta embraiagem deslizante com redução de esforço de acionamento, caixa de 6 velocidades e ignição a 270/450º e eixos de equilíbrio que reduzem substancialmente a vibração do motor. Tudo para tornar a condução mais suave e o menos cansativa possível. O quadro em berço da BMW F 850 GS utiliza o motor como elemento de reforço estrutural e a colocação do depósito contribui para baixar o centro de gravidade da moto e a sua capacidade garantir uma autonomia de cerca de 550 Kms. A BMW disponibiliza como opção a possibilidade de instalação de Quick Shift Pro para passagem de caixa, Up e Down, sem necessidade de embraiagem. ( sistema incluído na versão ensaiada )

A nível da electrónica a BMW F 850 GS vem com dois modos standard de condução, “Road” e “Rain” e a sua interacção directa com o sistema ABS e o sistema ASC de controle automático de estabilidade permitem garantir um alto nível de segurança. Como opção podem ser ainda instalados o chamados “Pro Riding Modes “ que incluem modos adicionais, Dynamic, Enduro e Enduro Pro assim como a função de controle de tração dinâmico DTC e o ABS em curva. Para quem pretenda realizar uma condução offroad mais séria, sobretudo para aqueles com experiência de enduro, os Pro Riding Modes são de facto recomendados.

Esteticamente e de perfil a BMW F 850 GS Adventure está mais equilibrada, na nossa opinião, que aversão normal, graças aos novos painéis laterais que conseguem integrar a enorme dimensão do depósito de forma harmoniosa. A proteção frontal é também superior à da versão normal embora na nossa opinião uma vez mais continua a ser escassa para uma moto com a qual se pretende rodar por mais de 500 Kms sem abastecer. A proteção das mãos é correcta e permite o acionamento das manetes com espaço suficiente para os dedos que se mantêm nos punhos, pormenor muito importante que muitas vezes não é considerado. Nada pior que embraiar uma moto com dois dedos e sentir que estamos a entalar os outros dois pois não existe espaço no guiador for a do curso da manete. A F 850 GS vem de origem com peseiras de enduro, manetes ajustáveis na distância ao guiador, barras de proteção do motor e barras para montagem de malas, laterais e top case ( não inclui as malas ).

As suspensões dianteiras são do tipo invertidas com 43mm, totalmente ajustáveis, com 230mm de curso e proteções de plástico contra impactos. Na traseira temos um braço oscilante tradicional de alumínio com mono amortecedor ajustável em pré-carga e extensão e com 215mm de curso. Como opção existe ainda a possibilidade de montar suspensões electrónicas, BMW Motorrad Dynamic ESA, que garantem uma experiência dinâmica superior na condução e no conforto da moto. O suspensão electrónica funciona conjuntamente com os outros sistemas electrónicos instalados na moto, ABS e Controle de Tração assim como sofre ajustes directos em função dos modos de condução selecionados, Rain e Road, ou os modos Pro no caso da opção estar instalada.

A nível da travagem a BMW F 850 GS Adventure monta dois discos de 305mm com pinças de 4 pistons na dianteira e um único disco na traseira de 265mm com pinça de um único piston. A travagem é ainda ajudada pelo sistema de ABS da BMW que pode ser desligado para condução OffRoad. A roda dianteira é de 21” com pneu 90/90-21” ( talvez merecesse um pneu de maior dimensão na dianteira ) e a traseira de 17” com pneu 150/70-17”.

O farol dianteiro é de tecnologia LED, idêntico ao da versão standard da 850 GS, existindo uma opção “day light” que aumenta a visibilidade em circulação diurna. O painel de informação montado na versão ensaiada era um TFT a cores de 6,5” com função “Connectivity” que permite controlar todo tipo de funcionalidades como as de navegação via GPS ( também instalado ) e as habitualmente possíveis num smartphone ( música, chamadas , navegação… ) A versão testada vinha também com sistema de ignição do tipo “Keyless” que permite também bloquear a direção apenas com o acionamento prolongado do botão central.

Tal como a sua versão standard já testada ( ver ensaio AQUI ), a BMW F 850 GS é uma excelente moto para viajar, especialmente dirigida aos que têm perfil “GlobeTrotter” e que gostam percorrer grandes distâncias onde os factores autonomia e conforto se tornam algo mais relevantes. Obviamente que o excesso de peso provocado pela maior dimensão do depósito é sentido na condução sobretudo a baixa velocidade, normalmente em cidade, assim como a maior altura do assento ao chão acaba também por ser mais penalizadora para uma utilização no dia a dia da versão Adventure. A ergonomia estreita ao nível dos joelhos do conjunto assento/depósito permite uma boa condução de pé e a possibilidade de ajuste da altura dos pedais de mudanças e travão é também bem vinda para quando utilizamos botas aventura, habitualmente de maior dimensão que um calçado urbano. O assento pode ser ajustável em altura para permitir chegar melhor com os dois pés ao chão. As peseiras do tipo enduro também oferecem um ótimo apoio aos pés para condução offroad.

Acabamentos e qualidade de construção excelentes, como é habitual na marca bávara, a BMW F 850 GS Adventure está disponível em 3 opções cromáticas, Cinza Ice, Cinza Style Exclusive e a versão Style Rally, aquela que ensaiámos, a cor mais emblemática da BMW e aquela que, na nossa opinião, melhor resulta neste modelo. O seu PVP Base é de 13.371 euros

EQUIPAMENTO DE SÉRIE

  • ABS BMW Motorrad
  • ASC (Controlo Automático de Estabilidade)
  • Modos de Condução Rain/Road
  • Computador de bordo Pro
  • Faróis LED
  • Luz de travão dinâmica
  • Embraiagem deslizante
  • Vidro defletor Touring regulável
  • Tomada de corrente de 12 V
  • Manetes de travão e de embraiagem reguláveis
  • Pedal de travão e seletor de mudanças regulável
  • Placa de proteção de plástico
  • Proteções para as mãos
  • Banco Comfort
  • Pousa-pés Enduro
  • Grelha de bagagem em aço inoxidável para Top-case de alumínio

Características Técnicas ( Ver Ficha AQUI )

Motor Tipo

Motor bicilíndrico em linha, a quatro tempos de refrigeração líquida, com quatro válvulas por cilindro, duas árvores de cames à cabeça e lubrificação por cárter seco

Diâmetro x curso 84 mm x 77 mm

Cilindrada 853 cc

Potência máx. 95 cv (70 kW) às 8250 rpm

Possibilidade de redução da potência: 48 cv (35 kW) às 6500 rpm

Possibilidade de utilizar gasolina normal sem chumbo com 91 octanas (RON): 90 cv (66 kW) às 8000 rpm

Binário máx. 92 Nm às 6250 rpm

SA RON91 Gasolina normal sem chumbo: 86 Nm às 6250 rpm

Taxa de compressão 12.7 : 1

Carburação/gestão do motor Injeção eletrónica

Controlo da emissão de gases Conversor catalítico de 3 vias, compatível com a norma de emissões EU-4

Embraiagem Multidisco em banho de óleo (embraiagem deslizante), acionamento mecânico

Caixa de velocidades Seis velocidades com veio de sincronização, integrada no cárter

Transmissão secundária Corrente com O-rings e com amortecimento no cubo da roda traseira

Velocidade máxima 197 km/h

Conversor catalítico de 3 vias, compatível com a norma de emissões EU-4 4,1 l

Emissão de CO2 de acordo com o WMTC 98 g/km

Combustível Gasolina sem chumbo, mínimo 95 octanas (RON)

Alternador Alternador de indução magnética de 416 W (potência nominal)

Bateria 12 V/10 Ah, sem manutenção

 

Ciclística 

Quadro Dupla trave construído em aço

Suspensão dianteira Forquilha invertida com Ø de 43 mm

Suspensão traseira Braço oscilante em alumínio, amortecedor traseiro central com WAD, afinação hidráulica da mola, afinação da expansão

Curso dianteiro/traseiro 230 mm/215 mm (AE suspensão rebaixada 210 mm/195 mm)

Distância entre eixos 1593 mm

Avanço 124,6 mm

Ângulo da coluna de direção 62°

Jantes Jantes de raios cruzados

Jante dianteira 2,15 x 21″

Jante traseira 4,25 x 17″

Pneu dianteiro 90/90 21

Pneu traseiro 150/70 R17

Travão dianteiro Dois discos flutuantes, Ø de 305 mm, pinças flutuantes de êmbolo duplo

Travão traseiro Disco simples, Ø de 265 mm, pinça flutuante de êmbolo simples

ABS ABS BMW Motorrad (pode ser desativado)

 

Dimensões Capacidades

Altura do banco, peso sem carga 875 mm (SA suspensão rebaixada: 815 mm, SA banco duplo baixo: 835 mm, SA banco duplo: 860 mm, SZ banco Rallye: 890 mm)

Arco interior da perna do condutor, peso sem carga 1950 mm (SA suspensão rebaixada: 1830 mm, SA banco duplo baixo: 1870 mm, SA banco duplo 1910mm, SZ banco Rallye: 1980 mm)

Capacidade do depósito 23 l

Reserva aprox. 3,5 l

Comprimento 2300 mm

Altura (sem espelhos) 1437 mm

Largura (entre espelhos) 939 mm

Peso sem carga, depósito cheio, com meios de funcionamento (1) 244 kg

Peso total admitido 455 kg

Carga máxima (com equipamento de série) 211 kg

 

Concorrência

Honda Africa Twin Adventure Sports  998cc / 95 CV / 243 Kg / 15.200 eur

KTM 790 Adventure R    799cc / 94 CV / 189 Kg / 14.493 eur

Triumph Tiger 800 XCA    800cc / 95 CV / 208 Kg / 14.850 eur

 

Galeria de Imagens

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!