Britânicos em apuros no transporte de motos para a União Europeia

By on 15 Dezembro, 2021

Os motociclistas do Reino Unido que transportam as suas motos para a União Europeia de camião ou van, muitas vezes enfrentam problemas e são confrontados com multas e taxas elevadas nos países da UE.

Fonte: FEMA

Esta é uma consequência imprevista do Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia. As organizações de motociclistas britânicas e europeias FEMA e NMC e o grupo de proprietários de veículos históricos FIVA, pedem à Comissão Europeia que ajude a resolver este problema.

Muitos proprietários britânicos de motos e veículos históricos gostam de viajar para a União Europeia para ir a eventos como passeios e encontros de motociclistas, exposições, por forma a compartilhar sua paixão com outras pessoas, ou mesmo para umas férias ou viagem de lazer. Acontece que, para fins práticos, muitas vezes os veículos são frequentemente transportados em vans, reboques ou transportadores.

“Temos conhecimento de situações em que os proprietários de motociclos e veículos históricos do Reino Unido pensaram, após averiguações, que agiram bem, mas foram confrontados com problemas e multas e taxas extremamente elevadas nos países da UE por onde atravessaram ou nas fronteiras dos países da UE”, refere a notícia publicada no site da FEMA. Por outro lado, problemas semelhantes ocorrem ao entrarem no Reino Unido vindo da UE, porque os estados membros da UE têm opiniões diferentes sobre os documentos necessários e como lidar com este tipo de transporte.

A FIVA, NMC e FEMA escreveram ao Comissário Europeu para o Mercado Interno, o Sr. Thierry Breton, pedindo-lhe para ajudar a resolver este problema. “Oferecemos várias soluções possíveis e pedimos ao Senhor Comissário uma oportunidade para aprofundar o debate sobre o assunto”, esclarecem.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments