Cake e Polestar apresentam inovador sistema de recarregamento

By on 10 Setembro, 2021

A Polestar e Cake, duas empresas da Suécia, uniram-se uma vez mais para apresentar um inovador sistema de recarregamento. Um reboque para motos munido de um cabo de carregamento umbilical, permite que o ciclomotor Cake Makka possa ser rebocado pelo automóvel elétrico Polestar 2 e em simultâneo recarregar as suas baterias durante o transporte.

Já na cidade, o carro é estacionado na periferia, cabendo ao ciclomotor fazer os percursos urbanos. A ideia é interessante em termos de alternativas de mobilidade, e representa um importante passo na colaboração entre duas das empresas suecas: a Cake e a Polestar. 

O pacote de mobilidade elétrica da Cake oferece uma solução para mobilidade urbana baseado no seu ciclomotor urbano elétrico Makka , apresentado recentemente.

A Cake estreou-se em 2018 no mercado de motos elétricas surpreendendo com um modelo off-road como a Kalk, que posteriormente completou as suas variantes com um modelo homologado para uso em estrada. A sua gama tem crescido nos últimos anos, incluindo motos curiosas como a Ösa, que é praticamente uma bancada de trabalho que movimenta ferramentas elétricas. Dela, pelo menos em termos de estilo e funcionalidades, derivou a primeira moto da marca, a Makka , que é oferecida em duas variantes que oferecem velocidades e autonomias diferentes.

Os novos ciclomotores Makka são para uso predominantemente urbano

Depois de se desligar da Volvo e se tornar uma empresa independente focada na mobilidade elétrica, a também sueca Polestar adicionou recentemente novos motores ao Polestar 2, um sedã elétrico premium que é acompanhado por outro sedã, o Polestar 1 , neste caso híbrido plug-in e que um terceiro com base no Precept que vem a caminho. 

Tendo em conta a sua origem da Suécia e os objetivos comuns que comungam em termos de mobilidade elétrica, as duas empresas juntarem-se para oferecer os seus produtos não é para nós surpresa. Isto já tinha acontecido uma vez, antes da chegada do Polestar 2. O fabricante do Grupo Volvo quis então mostrar que era capaz de superar o Tesla Model 3 em capacidade de reboque publicando algumas fotos da Polestar 2 com um par de ciclomotores elétricos CAKE Kalk OR. E voltou a acontecer mais tarde com a apresentação da Re: Move , uma scooter elétrica de três rodas. 

Agora, a Cake anuncia uma nova colaboração com a Polestar para fornecer o que chama de “o primeiro pacote de mobilidade elétrica”. Neste caso o ciclomotor Makka beneficia da grande capacidade das baterias do Polestar 2, para cumprir longas distâncias em percursos urbanos.  

O resultado é um reboque para motos que com uma barra que forma um suporte em forma de ‘U’ invertido, montado na parte traseira do Polestar 2, permite que o ciclomotor seja recarregado durante o transporte alimentando-se diretamente da bateria do Polestar 2. 

A ideia da Cake e Polestar é assim oferecerem um pack de mobilidade para quem tem de enfrentar o congestionamentos de trânsito em algumas cidades, principalmente europeias, com restrições de tráfego cada vez mais exigentes e grandes dificuldades para encontrar estacionamento. 

Com este pacote de mobilidade é possível estacionar o Polestar 2 fora da cidade, aproveitar para o recarregar, e fazer as rotas urbanas diárias com o ciclomotor Makka. “Queremos tornar o futuro da mobilidade flexível, acessível e livre de emissões, à medida que buscamos criar cidades para as pessoas, não para carros poluentes”, disse o fundador e CEO da CAKE Stefan Ytterborn.

Por enquanto, a Cake e Polestar não anunciaram os preços de oferta do pacote completo de mobilidade , que incluirá o reboque, o sistema de conexão elétrica com cabo de carregamento umbilical e a moto, cujo preço de venda para já na sua versão mais acessível são 3.500 euros. Dá que pensar!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments