Gilera prepara o regresso na China… E a Europa?

By on 26 Maio, 2022

Embora a Aprilia tenha descontinuado os seus modelos de 900cc, talvez isso não signifique o fim dessas motos. O antigo V-Twin que foi revisto para a categoria A2 em 2017, poderá ressuscitar na China com o nome Cyclone, ou até mesmo regressar ao Velho Continente… com o nome de Gilera.

Foi em março que surgiram os primeiros rumores de uma patente para uma versão atualizada do V-twin italiano de 896 cc, mas com a peculiaridade de ter a palavra Gilera gravada nos cárteres. Além disso, alguns protótipos foram vistos na China, confirmando que o nome lendário, de propriedade do Grupo Piaggio, poderia de facto voltar ao mercado.

O novo projeto estará neste momento nas mãos da Zongshen, a gigante chinesa com a qual o grupo Piaggio mantém uma estreita relação comercial , uma vez que atualmente fabrica vários modelos Aprilia para o mercado asiático. A confirmar-se isto, a futura Gilera 900 será a moto de maior cilindrada que a Zongshen produziu até hoje.

As primeiras notícias desta operação vieram à tona no ano passado, quando a Zongshen revelou num certame o protótipo RA9, com um quadro da Aprilia Shiver e uma estética arrasadora de uma moderna cruiser. Essa máquina chamava-se Cyclone, marca premium da Zongshen , e um motor Gilera foi exibido ao lado sem maiores explicações.

Sucede que no início de 2022, responsáveis italianos visitaram a fábrica chinesa, confirmando que seria produzido um V-twin de 900cc. O mercado chinês está a evoluir rapidamente, e há cada vez mais procura por motos de grande cilindrada. A China é um país onde 20 milhões de motos foram vendidas no ano passado, quase 20 vezes mais do que na Europa. Será isso suficiente para trazer a Gilera de novo à ribalta no Velho Continente?

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments