Holanda quer proibir uso de luzes em roupas e capacetes

By on 25 Fevereiro, 2021

O governo holandês quer proibir luzes adicionais nas roupas e capacetes dos motociclistas, já que as luzes “podem confundir”. É a eterna questão de ‘ver e ser visto’.

A ideia por trás de luzes adicionais em roupas e capacetes de motociclistas serve à visibilidade. Mas, segundo o governo holandês, isso não tem apenas vantagens. “Cada vez mais motociclistas estão a colocar luzes nas suas roupas ou capacetes”, diz Cora van Nieuwenhuizen, ministra das Infraestruturas na Holanda. “Isso pode ser confuso para outros utentes da estrada e levar a situações de risco. Portanto, os motociclistas não devem usar mais do que as luzes prescritas“.

“A proibição total não é uma boa ideia”

É claro que há também vozes dissidentes nos Países Baixos, tais como Arjan Everink, responsável do departamento de trânsito da associação holandesa de motociclos (KNMV): “Um motociclista deve fazer (quase) tudo para aumentar sua visibilidade no trânsito. De acordo com a nossa pesquisa, sabemos que os motociclistas não são vistos regularmente por outros utentes da estrada, ou são vistos tarde demais. O resultado é uma situação perigosa. Luzes adicionais no equipamento e/ou capacete garantem melhor visibilidade do motociclista no trânsito. No entanto, a forma e a área dessas luminárias devem ser levadas em conta. A proibição total proposta não é uma boa ideia e não reduzirá o número de acidentes.”

A proibição de iluminação adicional nos Países Baixos não é surpresa. Já em 2016, o governo holandês anunciou que proibiria luzes adicionais para motociclistas. Resta saber se as avaliações das associações de motociclistas ainda podem levar a anular a proibição. E resta saber se essa proibição também será tomada por outros países. Felizmente… a moda das luzes ainda não chegou até nós!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x