Honda CBR1000RR-R Fireblade SP vs. Fireblade BSB: O poder incrível da Lâmina de Fogo!

By on 29 Julho, 2021

A equipa da Honda Racing UK que participa no campeonato de BSB do Reino Unido, comparou no circuito de Oulton Park uma CBR1000RR-R Fireblade  SP com a sua moto de corrida… e o resultado foi incrível. A moto saída do stand fez um tempo que lhe daria um lugar na 11ª linha da grelha de partida!

O ethos de desenvolvimento ‘Born to Race’ da Honda CBR1000RR-R Fireblade SP, resultou numa SuperSport com um foco inabalável na pilotagem em circuito, e níveis sem precedentes de performance e controle. Apoiando-se fortemente na tecnologia do motor e ciclística da RC213V-S ‘máquina de MotoGP legal para as ruas’, e com a aerodinâmica extraída da RC213V de MotoGP, a Fireblade foi desenhada para a velocidade. Mas, o que que tudo isso significa em pista? 

Com a ajuda da Honda Racing UK British Superbike Team, estava a hora de responder a essa pergunta. Qual é o real poder da versão de produção da Fireblade mais recente?

Colocadas lado a lado, é claro que a CBR1000RR-R Fireblade SP e sua irmã britânica Superbike têm muito em comum. Na verdade, pelos regulamentos da competição, a moto de corrida do British Superbike, deve ser desenvolvida a partir da máquina de produção homologada. Por isso mesmo, ambas compartilham muitos componentes principais como o quadro e motor, mas é claro que existem diferenças para a máquina de corrida projetada exclusivamente para competições BSB, como uma ECU ‘spec’, mudanças permitidas na marcha, um peso mínimo de 168 kg, e ainda mais rotações.

Então, com a Superbike nº 2 britânica da Honda Racing UK BSB, Glenn Irwin, e uma CBR1000RR-R Fireblade SP saída diretamente do stand, exceto o conjunto de slicks de controle da série Pirelli Diablo Racing (composto SC0), deu-se início ao duelo em Oulton Park.

Todas as voltas foram realizadas por Glenn Irwin, que andou com uma e outra moto no mesmo dia e nas mesmas condições no Circuito Internacional de 4,33 Km de Oulton Park.

Na última volta de um total de seis voltas, Glenn estabeleceu um tempo de 1m39,054s com a CBR1000RR-R Fireblade SP, ficando a apenas 2,872 segundos do tempo que alcançou com a sua Fireblade do British Superbike.

Surpreendentemente, o tempo de Glenn na CBR1000RR-R Fireblade SP ‘normal’ – ainda equipada com espelhos, kit de ferramentas e todos os acessórios vindos diretamente do showroom – teria permitido qualificar-se na 11ª linha para a corrida de Superstock do BSB em Oulton Park Circuit na abertura da temporada de 2021 , realizado apenas um mês após este comparativo.

Glenn Irwin, Honda Racing UK British Superbike # 2

“Pela minha experiência hoje, fiquei impressionado ao ver o que uma moto saída do stand pode fazer em pista e o quão rápido se pode rodar com a Fireblade SP. As duas motos são muito, muito semelhantes. não me surpreende, pois adoro esta moto, mas é incrível. Outro aspeto que me surpreendeu é que tive muito pouco tempo para a configurar para este circuito, tendo poucas voltas para ajustar os comandos e torná-los mais confortáveis ​​para a minha condução. Ou seja, tenho a certeza que se tivesse tido mais tempo para me acostumar com as condições, teria conseguido ser ainda mais rápido. “

Havier Beltran, gerente da equipe Honda Racing UK

” De acordo com as regras da série BSB, temos que manter muitas das peças padrão para nossa moto de corrida no British Superbike. Alcançar o tempo de volta que Glenn fez com uma moto normal com pneus slick, é absolutamente alucinante. “

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments