Honda CBR250RR: Desportiva revelada na Indonésia e Japão

By on 23 Setembro, 2022

As novas Honda CBR250RR e SP apresentadas na Indonésia, com 42 cv e equipamento desportivo, chegaram depois disso ao Japão e até houve direito a uma versão ‘Marquez Réplica’. Vamos vê-la para a licença A2 na Europa?

A Honda Indonésia apresentou a nova CBR250RR nas redes sociais, e não é por mero acaso que a marca japonesa aposta muito forte neste mercado. A Indonésia é uma das nações da Ásia com maior número de motos no mundo, estimando-se que em 2020 havia cerca de 112 milhões de veículos de duas rodas em circulação.

O mais recente modelo da Honda CBR250RR foi apresentado no Japão em setembro de 2022, mas antes disso já havia sido exibido na Indonésia, o que destaca a importância do gigantesco mercado daquele país. O novo motor DOHC 4 válvulas bicilíndrico em linha tem 3 cv a mais de potência do que o modelo que está a substituir, e vem de fábrica com embraiagem deslizante, sendo possível encomendar a CBR250RR com caixa de mudanças rápidas (quick shift).

Outras mudanças notáveis ​​incluem a adoção de uma nova carenagem e o uso de uma forquilha invertida SFF-BP com a assinatura do especialista japonês Showa. Há também a possibilidade do condutor poder escolher entre três modos de motor. Além da Honda CBR250RR, pelo menos na Indonésia, será oferecida uma versão SP que produz 42 cv contra 38,7 cv do modelo normal. O ganho de potência foi alcançado depois de trabalhar na cabeça do cilindro e aumentar a taxa de compressão. No caso da SP, a troca rápida de mudanças não é um extra, mas faz parte do equipamento original.

Dias depois o modelo foi apresentado no Japão com uma cor branca imaculada mas houve uma surpresa: a Honda lançou uma versão especial que até usava o número 93 com o grafismo usado por Marc Márquez ! Aproveitando o Grande Prémio do Japão, o maior fabricante do mundo mostrou a CBR250RR “ Márquez Réplica ”.

A homologação japonesa e europeia são muito parecidas , não sendo de excluir que este modelo que é vendido no Japão possa chegar ao Velho Continente. Veremos.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments