Honda CBR650R melhorada na ciclística, suspensão e com Euro 5

By on 5 Outubro, 2020

A DESPORTIVA VERSÁTIL DE MÉDIA CILINDRADA DA HONDA RECEBE PARA 2021 UMA NOVA FORQUILHA DE FUNÇÕES SEPARADAS E UM MOTOR TETRACILÍNDRICO DE ALTA ROTAÇÃO COM HOMOLOGAÇÃO EURO5. OUTRAS ATUALIZAÇÕES INCLUEM O PAINEL LDC, O FAROL COM REFLETORES REVISTOS E UMA FICHA USB TIPO C DEBAIXO DO BANCO.

Para a edição 2021, esta Honda foi trabalhada em diversas áreas, melhorando o manuseamento, o estilo e o uso diário da moto. Os fãs do modelo anterior lançado em 2019, ficarão felizes em ver que o estilo Fireblade continua a ser muito o foco. Outra boa notícia é que a Honda CBR650R 2021 deverá estar nos concessionários antes do Natal, a tempo de ser uma bela prenda no sapatinho!

Na evolução de 2019, a CBR650F transformou-se na CBR650R. A passagem de “F” para “R”, indicando uma capacidade desportiva ainda mais potente, foi pensada para ser explorada, usada e apreciada na estrada.

Durante o processo de transformação da CBR650R, esta tornou-se deliberadamente numa espécie rara: uma moto desportiva de quatro cilindros que oferece prazer, satisfação e adrenalina semelhantes às de uma RR, mas com funcionalidade suficiente – e custos de manutenção mais comedidos – que a tornam uma opção viável para o transporte do dia-a-dia, em adição ao prazer de viajar nos fins de semana.

Esta mudança de direção foi muito bem recebida. No seu ano de estreia, em 2019, a CBR650R foi a segunda moto desportiva mais vendida na Europa; agora, para 2021, a CBR650R continua a sua curva de desenvolvimento com melhorias de pormenor a pensar no utilizador e uma grande atualização na suspensão dianteira.

As principais alterações

Os painéis de carenagem superior e inferior foram ligeiramente ajustados, algo que a Honda afirma “misturar musculatura com linhas finas e ângulos”. A versão de 2021 também possui um novo guarda-lamas de aço e um diferente suporte de matrícula.

A principal alteração na CBR650R é a mudança de garfos da Válvula de Dobra Dupla Showa para itens de Pistão Grande de Função Separada (SFF BP). O modelo anterior já se saia muito bem no que respeita a percorrer um troço de montanha sinuoso, com um equilíbrio perfeito entre curvas e conforto quotidiano. É de esperar que essas sensações estejam agora ainda mais apuradas.

O motor DOHC de 16 válvulas e 649 cm³ foi afinado para oferecer as performances da forma mais pura e agradável possível, com as acelerações tipicamente rápidas ao longo de toda a faixa de rotação e a alta rotação forte que tornaram famosos os motores de quatro cilindros em linha da Honda. O pico de potência é de 70 kW (93 CV) e chega às 12.000 rpm, com o pico de binário de 63 Nm a aparecer às 8.500 rpm. Há um kit de conversão de instalação fácil para 35 kW disponível para detentores de carta A2.

Para a atualização para a homologação EURO5 foi necessário atualizar a ECU, os ressaltos das cames, o comando da admissão, o tubo de escape, o catalisador e o silenciador, para além da adição de um sensor de impulsos na cambota.

Um dos problemas na CB650R anterior era a iluminação em diferentes condições, algo que foi corrigido, alterando o ângulo do farol para aliviar esse problema. Sob o assento de 810mm do Honda agora reside uma tomada USB Type-C para permitir o carregamento de telefones celulares e outros equipamentos durante a mudança.

Ficha técnica

Tipo de motor: quatro cilindros 4T DOHC refrigerado a líquido

Cilindrada: 649cc

Diâmetro x curso: 67,0 x 46,0 mm

Taxa de compressão: 11.6:1

Potência máxima: 70kW (93,8 CV) às 12.000 rpm

Binário máximo: 63 Nm às 8.500rpm

Alimentação: Injeção eletrónica de combustível PGM-FI

Capacidade do depósito: 15.4L

Arranque: elétrico

Embraiagem: multidisco em banho de óleo

Tipo de transmissão: 6 velocidades

Final: por corrente selada

Quadro: tipo diamante em aço

Dimensões (CxLxA): 2120 x 750 x 1.150 mm

Distância entre eixos: 1450 mm

Ângulo da coluna de direção: 25,5°

Eixo de arraste (trail): 101 mm

Altura do assento: 810 mm

Peso com líquidos: 208 kg

Suspensão Frente: Forquilha Showa USD de Pistão Grande (SFF-BP) de 41mm

Suspensão traseira: Amortecedor monoshock com 7 estágios ajustáveis pré-carga, 43,5 mm de curso

Rodas: Jantes alumínio fundido de seção oca de 6 raios

Medidas de pneus: 120/70ZR17 e 180/55ZR17

Travagem: ABS de 2 canais; duplo disco hidráulico 310 mm ; disco hidráulico 240 mm

Painel de instrumentos: velocímetro digital, tacómetro gráfico de barras digital, medidor de quilómetros duplo, medidor de combustível gráfico de barra digital, posição da engrenagem e indicador de mudança, relógio digital

Tipo de iluminação: Led à frente e atrás

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x