Honda CMX 1100 Rebel, a bobber maior!

By on 24 Novembro, 2020

O MODELO DA HONDA COM MAIS VOCAÇÃO PARA PERSONALIZAÇÃO, A CMX500 REBEL, GANHA AGORA UMA IRMÃ MAIOR E MAIS OUSADA. A CMX 1100 REBEL MANTÉM A MESMA FILOSOFIA DE MODELO “BOBBER” NAKED CLÁSSICO, MAS COM UM TOQUE MODERNO E EQUIPAMENTO MAIS COMPLETO.

A CMX500 Rebel, lançada em 2017, um modelo também de dois cilindros mas com 500 cm³ e compatível com carta A2, é uma moto preparada para ser personalizada pelo seu proprietário, numa fusão da tradição “bobber” com ideias pioneiras e inovadoras. Elegante, de condução divertida e tratamento muito fácil, este modelo rapidamente encontrou lugar no coração dos condutores europeus e, em 2019, revelou ser o terceiro modelo custom que mais vendeu no velho continente.

Para 2021, a CMX500 Rebel recebe a sua nova irmã maior e mais afoita: a CMX Rebel 1100. Trata-se de um modelo com dupla personalidade, concebido para oferecer uma condução descontraída, mas também para dar uma experiência de condução entusiasmante, em especial nas estradas sinuosas.

Quem vem de motos de menor cilindrada decerto vai apreciar as suas dimensões contidas e o peso muito fácil de gerir (a altura do banco é de apenas 700 mm). Os mais experientes poderão encontrar imediatamente uma recompensa muito acessível em todo o potencial oferecido pela ciclística, com o quadro em tubos rígidos de aço, suspensões de elevada qualidade e sistema de travagem de alta potência.

MOTOR ORIUNDO DA ÁFRICA TWIN

 Todos vão apreciar o caráter e o desempenho do motor bicilíndrico paralelo de 1.084 cm³ (originalmente usado na CRF1100L Africa Twin), agora reajustado para ser excelente a baixa rotação e oferecer elevada potência e personalidade na gama média, sempre com uma sonoridade caraterística e melhorada.

3 MODOS DE CONDUÇÃO + USER

O sistema TBW de acelerador eletrónico gere o carácter e as performances do motor e também o nível do sistema HSTC de controlo de tração. Há 3 modos por defeito que o condutor pode selecionar para fazer face a uma grande variedade de situações de condução. A seleção dos modos é gerida pelo interruptor esquerdo do guiador; um indicador no painel de instrumentos mostra quando o sistema HSTC está ativado.

O modo STANDARD é um ponto intermédio entre a entrega de potência do motor, o efeito de travão-motor e a intervenção do sistema anti-cavalinho/HSTC, mas libertando muito mais potência do motor da Rebel à medida que a rotação sobe. O modo RAIN baixa a potência do motor e também o efeito de travão-motor, complementado pelos sistemas anti-cavalinho/HSTC, oferecendo uma condução suave e descontraída, com segurança acrescida em superfícies molhadas e/ou escorregadias. O modo SPORT oferece uma entrega de potência e um efeito de travão-motor mais agressivos, com baixa intervenção dos sistemas anti-cavalinho e HSTC oferecendo as máximas performances de utilização. Por ultimo, o modo USER permite ao condutor personalizar as suas definições preferidas.

Depois de escolhidas, as definições do modo USER são memorizadas automaticamente, pelo que o condutor já não tem de as voltar a escolher cada vez que ligar a ignição. No guiador, o conjunto de interruptor do lado esquerdo gere os modos de condução e a caixa DCT opcional.

ESTILO E EQUIPAMENTO

A CMX1100 Rebel é escura e oferece um visual simples, nu, cru e “não processado”, criado pelo mesmo estúdio de R&D da Honda nos EUA que criou o estilo da CMX500 Rebel. A moto é comprida, baixa e estreita, encimada por um depósito recortado bicolor, sem flange e de 13,6 litros de capacidade de combustível; a sua presença minimalista tem uma profundidade real, com proporções que se complementam naturalmente com a presença do condutor.

Os dois guarda-lamas, dianteiro e traseiro, são em aço de 1 mm de espessura e estão montados em suportes de alumínio fundido. E para onde quer que olhe, as linhas de design reforçam todo o visual Rebel único. O farol em posição rebaixada e de 175 mm de diâmetro tem uma forma clássica, com quatro lâmpadas LED de lentes internas espessas, oferecendo uma luz frontal caraterística e bem definida.

Os piscas de 55 mm são circulares e pequenos e também têm uma aparência clássica; o farolim traseiro oval é de LEDs e tem uma lente clara, conferindo uma nota contemporânea à traseira e combinando-se com outros detalhes Rebel.O banco é contornado e oferece um excelente suporte ao condutor nas acelerações fortes; a sua densidade é suave e oferece maior conforto. A Rebel pode ser conduzida a solo ou transportar um passageiro, pois o banco traseiro retira-se de forma rápida e fácil. Por baixo encontramos um compartimento de armazenamento de 3 litros e uma ficha USB-C.

O painel de instrumentos LCD negativo de 120 mm apresenta as informações mais importantes de forma intuitiva. O canhão de ignição está localizado à esquerda do quadro e também abre o banco sem ser necessário remover a chave da ignição.

MEDIDAS E PESO

A distância entre eixos é de 1.520 mm. A forquilha tem um ângulo de 30°, um valor adequado a uma moto cruiser, com 2° de descentragem em relação à própria inclinação de 28° da coluna; o eixo de arraste (trail) é de 110 mm. Esta combinação tem o look certo e oferece uma estabilidade a direito muito segura e uma maneabilidade fácil e de precisão. O peso em ordem de marcha é de 223 kg para a versão standard da Rebel 1100 e de 233 kg para a versão DCT.

A altura do banco é de 700 mm, um valor muito bom e o triângulo formado pelo guiador, banco e poisa-pés de montagem central asseguram um posição de condução muito confortável e “em controlo”. Toda a geometria da Rebel permite obter ângulos de inclinação muito generosos, 35 ° para cada lado (conforme medições da Honda), o que significa que a Rebel 1100 consegue acompanhar as melhores nas estradas mais sinuosas.

AMORTECIMENTO E TRAVAGEM

A forquilha dianteira é do tipo cartucho e tem jarras de 2 peças pretas (fabricadas em alumínio extrudido e fundido) e bainhas de 43 mm com acabamento de óxido de titânio em marinho escuro. Os amortecedores traseiros duplos possuem hastes de 12,5 mm e reservatório pressurizado “piggyback”. As suspensões dianteira e traseira são ajustáveis em termos de pré-carga da mola.

Na frente, a travagem está a cargo de uma pinça dianteira monobloco de montagem radial com quadro êmbolos e um disco flutuante de 330 mm; atrás, a pinça tem um só êmbolo e o disco é de 256 mm; ambos os sistemas são geridos por ABS. As jantes de alumínio fundido apresentam 5 raios desportivos em Y e pneus grossos, nas medidas 180/65B16 atrás e 130/70B18 à frente.

Acessórios

Sendo uma moto concebida para ser personalizada, a CMX Rebel 1100 possui uma extensa gama de acessórios genuínos Honda pronta para ser aplicada neste modelo. Estes acessórios estão divididos em duas categorias para estilos e preferências diferentes: A gama “Street” e a gama “Tour”.

Gama STREET

Banco acolchoado – Bancos de substituição em preto/castanho standard/avançados 

Porta-bagagens traseiro (para instalação no lugar do banco do passageiro)

Proteção do depósito

Carenagem para o farol

Guarda-lamas frontal mais curto

Autocolantes para as jantes

Gama TOUR

Banco acolchoado – Bancos de substituição em preto/castanho standard/avançados 

Encosto para o passageiro

Porta-bagagens traseiro

Alforges em tecido

Para-brisas

FICHA TÉCNICA

MOTOR
TipoMotor bicilíndrico paralelo, 8 válvulas, 4 tempos, cambota a 270°, Unicam, arrefecimento por líquido Homologação EURO5
Cilindrada1.084 cm³
Diâmetro x Curso92 mm x 81,5 mm
Relação de compressão10,1 : 1
Potência máxima64 kW às 7.000 rpm
Binário máximo98 N·m às 4.750 rpm
Capacidade de óleo4,8/4,3 (5,2/4,7 DCT)
SISTEMA DE COMBUSTÍVEL
AlimentaçãoInjeção eletrónica de combustível PGM-FI
Capacidade do depósito de combustível13,6 litros
Consumos4.9L/100km – MT
5.3L/100km – DCT
Emissões CO2114g/km – MT
123g/km – DCT
SISTEMA ELÉTRICO
ArranqueElétrico
Capacidade da bateria12 V/11,2 AH
Potência do alternador0,419kW
TRANSMISSÃO
Tipo de embraiagemMT: Embraiagem húmida, discos múltiplosDCT: 2 embraiagens hidráulicas húmidas, discos múltiplos
Tipo de caixaMT: Caixa manual de 6 velocidadesDCT: Caixa de dupla embraiagem com 6 velocidades
Relação de transmissão finalPor corrente
QUADRO
TipoDiamante
CICLÍSTICA
Dimensões (C x L x A)2240mm x 853mm x 1115mm – MT
2240mm x 834mm x 1115mm – DCT
Distância entre eixos1.520 mm
Ângulo do avanço/Ângulo da forquilha28°/30°
Eixo de arraste (trail)110 mm
Altura do banco700mm
Altura ao Solo120mm
Peso em ordem de marchaMT: 223 kg/DCT 233 kg
SUSPENSÃO
DianteiraForquilha de 43 mm tipo cartucho com regulação da pré-carga
TraseiraDois amortecedores traseiros piggyback com regulação da pré-carga
JANTES
DianteiraAlumínio fundido, raios múltiplos
TraseiraAlumínio fundido, raios múltiplos
Dimensão da jante dianteiraMT3.50
Dimensão da jante traseiraMT5.00
Pneu dianteiro130/70B18 M/C
Pneu traseiro180/65B16 M/C
TRAVÕES
Tipo de ABSABS de 2 canais
DianteiraPinça radial monobloco de quatro êmbolos e um disco flutuante de 330 mm
TraseiraPinça de um êmbolo e um disco de 256 mm
INSTRUMENTOS E SISTEMA ELÉTRICO
InstrumentosPainel de instrumentos LCD de ecrã negativo descentrado de 120 mm e ficha USB-C
Sistema de segurançaImobilizador HISS
FarolLEDs
FarolimLEDs
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x