Krämer HKR Evo2 S 2023: Lâmina afiada de pista

By on 24 Novembro, 2022

Para aqueles  que querem se divertir exclusivamente em pista e com uma máquina  convenientemente preparada para esse efeito, a Krämer propõe a nova peso-pluma HKR Evo2 S com o monocilíndrico KTM LC4 de 690cc e um preço deveras tentador!

Hoje o que não faltam são propostas para nos divertimos, motos de vários fabricantes  não homologadas para estrada e construídas em pequenas séries. Neste nicho de mercado incluem-se a Yamaha R6, a KTM RC 8C, assim como a Aprilia RSV4 Xtrenta, com produção limitada a somente 100 unidades, exclusiva para pista e com um preço astronómico de 50.000 euros mais impostos!

A estes fabricantes, juntam-se outros pequenos fabricantes, como o famoso preparador Kramer, que impulsionou ao desenvolvimento na Áustria da RC 8C – cujas revervas das 200 unidades do modelo de 2023 se esgotaram em 2 minutos e 38 segundos!

Conhecido pelo fabrico de peças leves e afiadas para os motores KTM como o GP2 ou o Evo 2 RR, o know-how do fabricante alemão Krämer permite ter a absoluta certeza de obterem-se grandes sensações em circuito. Mas, se as suas conquistas geralmente não são dadas muito a conhecer, a nova HKR Evo2 S muda um pouco a situação, sendo proposta com um preço de 15.995 dólares (15.404€) nos EUA, onde já está disponível para encomenda.

Do lado das características técnicas, existe um bloco KTM 690cc LC4 de 80 cavalos de potência que foi modificado para na Kramer para conseguir 1000 rotações suplemetares e ter uma fonte de alimentação mais uniforme. Um resultado alcançado graças a uma nova cabeça, pistão mais ligeiro e uma biela de alta resistência, alimentado por um sistema de admissão de alto fluxo projetado e construído pela Krämer Motorcycles.

A estrutura do quadro é feita de aço cromo-molibdénio, um material superior que supera o alumínio e tem muito menos probabilidade de rachar ou quebrar sob as tensões da pista. Como nas KTM, prevalece o design de treliça do quadro para melhorar a rigidez, mas também mais flexível para melhorar a sensação do piloto. A parte traseira é feita de plástico XPE e abriga o depósito de 12 litros.

 A carenagem é em fibra de vidro, reforçada em alguns pontos com kevlar de carbono, enquanto a caixa de ar é posicionada no local habitual do depósito para um centro de gravidade otimizado. As suspensões são da WP (ex. White Power), uma forquilha de 43 mm e monoamortecedor central regulável, enquanto a Brembo trata da travagem com um disco de 320 mm, aparentemente suficiente para parar esta fera com um peso limitado a somente 129 kg!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments