Langen Motorcycles: Two Stoke 250 entra em produção com novos projetos em carteira

By on 11 Abril, 2022

O pequeno e exclusivo fabricante britânico dará início à produção da cafe racer Two Stroke 250 a partir de maio, e fala também de novos projetos: uma futura quatro tempos e uma moto elétrica.

Fotos: Langen Motorcycles

Maiores, mais tecnológicas e sempre mais potentes. A evolução das motos modernas tende sempre a ir nesse sentido, contúdo, alguns projetos destacam-se por seguirem um caminho totalmente diferente. É esse o caso da Langen Motorcycles, que nos apresentou a sua Two Stroke no verão de 2020. Criada em 2019 pelo ex- gerente de design da CCM, Chris Ratcliffe, esta marca britânica fez a aposta um tanto louca de embarcar na produção de uma cafe racer com motor de 250 cc a 2 tempos. Sim… um motor idêntico às GP 250 do tempo de Max Biaggi e da Aprilia no Mundial de Velocidade.

De acordo com a filosofia aplicada na CCM ao se optar por um peso reduzido ao máximo, o motor ‘dois tempos’ satisfaz-se aqui com 114 kg! Peso extremamente baixo que promete brilhar, desde que acoplado a uma injeção V-Twin de 249,5 cc a 2 tempos, entregando nada menos que 76 cavalos de potência e 46 Nm de torque. O conjunto promete, assim, uma velocidade máxima superior a 225 km/h e beneficia de uma ciclística topo de gama com suspensões Öhlins, pinças radiais HEL, jantes raiadas, bem como acabamentos topo de gama, incluindo fibra de carbono e folheado a ouro.

Esta pequena joia britânica é, no entanto, tão exclusiva quanto as performances que promete, já que produzida apenas por encomenda e limitada a 100 exemplares, o modelo reclama como preço nada menos que 28.000 libras excluindo impostos, o que, com conversão e IVA, nos traz cerca de 40.500 euros!

Mas enquanto a primeira série deve entrar em produção em maio, o fundador da marca falou aos nossos colegas da ‘Motorcycle News’ sobre futuras produções e o que se percebe é que a Langen não pretende ficar no mesmo nicho que ela própria criou, já que a próxima moto será quatro tempos e não será uma cafe racer. Por outro lado, Ratcliffe garante que a sua moto será sempre muito leve, prometendo um peso menos que dois terços dos concorrentes, mas com maior potência e equipamentos ainda muito sofisticados.

O chefe de Langen também abre a porta a uma moto elétrica! Mais do que uma ideia, o projeto já começou já que a marca desenvolveu o seu próprio sistema modular de baterias e está a trabalhar com outros fabricantes para estudar as várias alternativas a este nível. De qualquer forma, a prioridade continua a ser a produção do Two Stroke, não estando previsto o lançamento da Four Stroke antes de um ano e meio.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments